Câncer de mama tem cura?

Saiba mais sobre a doença e descubra se o câncer de mama tem cura

Escrito por

Publicidade

O câncer de mama é o tipo de câncer que se manifesta mais frequentemente entre as mulheres brasileiras e infelizmente, ainda aparece como a primeira causa de morte entre mulheres de 35 a 55 anos de idade. Isso porque muitos dos casos são descobertos tardiamente, quando o tumor já está avançado e é maior o risco de as células cancerosas afetarem outros órgãos.

Mas o que é câncer de mama?

O câncer de mama é um tumor maligno formado a partir de uma multiplicação exagerada e desordenada de células. O tumor é chamado maligno quando suas células têm a capacidade de invadir outras células sadias à sua volta e chegar a outras partes do corpo, invadindo mais células sadias e originando novos tumores.

Quais os fatores de risco?

Os fatores de risco para o câncer de mama podem ser o histórico familiar, ou seja, casos de câncer de mama na família, principalmente se a pessoa atingida tem grau próximo de parentesco e se a doença se manifestou antes da menopausa, ou lesões mamárias, que aumentam o risco para este tipo de câncer.

Outros fatores como alimentação rica em gorduras, obesidade, vida sedentária e estresse colaboram de alguma forma no aumento do risco.

Como o câncer de mama pode ser diagnosticado?

O melhor meio para se diagnosticar câncer de mama é a mamografia, um tipo de raio X das mamas que é capaz de detectar o tumor antes mesmo que ele se torne palpável. Apesar de eficaz, a mamografia não descarta o auto-exame das mamas e o exame feito pelo médico, pois alguns nódulos apesar de palpáveis podem não ser detectados pela mamografia.

Afinal, o câncer de mama tem cura?

Os tumores malignos, como o câncer de mama, crescem rapidamente, sem dor e quase não apresentam sintomas em sua fase inicial. Portanto, o diagnóstico precoce é a grande arma que as mulheres têm nas mãos. Ou seja, quanto antes for descoberto, mais fácil e rápido o câncer de mama pode ser curado.

O ideal é diagnosticar o tumor quando ele ainda é pequeno, com menos de 1 cm. Quando o tumor é detectado com cerca de 5 cm de diâmetro, a cura pode implicar na retirada da mama. Porém, mesmo quando necessária a mastectomia, cirurgia de retirada da mama, a cirurgia plástica de reconstrução tem excelentes resultados.

Infográfico – Câncer de mama

Infográfico: Infográfico: Câncer de mama

Clique na imagem para visualizar em tamanho maior.

Publicidade

Este conteúdo foi útil para você?
SimNão

As informações contidas nesta página têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.