5 motivos para começar a comer mais beterraba

A nutricionista e doutora em medicina tradicional natural, Michelle Schoffro Cook, ressalta algumas propriedades importantes desse alimento

Escrito por Carolina Werneck

Foto: Thinkstock

Normalmente, logo após o tomate, em meio àquelas diversas possibilidades de saladas para o almoço, no restaurante a quilo, estão elas: as beterrabas. De uma coloração quase exclusiva, este legume pode não ser uma unanimidade entre os seres humanos, mas possui uma série de propriedades benéficas – motivo pelo qual deveria ser mais amplamente adaptado à rotina diária das pessoas.

A nutricionista e doutora em medicina tradicional natural, Michelle Schoffro Cook, em seu livro “The Life Force Diet”, traz algumas dessas propriedades.

1 – A beterraba é rica em nutrientes

Ácido fólico, manganês, potássio e vitamina C são apenas alguns dos nutrientes contidos nas beterrabas. Para determinados grupos de pessoas, esses nutrientes são especialmente indicados. Gestantes, por exemplo, têm a necessidade de consumir muito ácido fólico, principalmente no início da gravidez – se soubessem o quanto a beterraba é rica nesse componente, muitos dos problemas dessas mulheres estariam resolvidos, uma vez que basta incluir o legume no cardápio para usufruir de seus benefícios.

2 – A beterraba contém betaína

A betaína é um composto que pode ajudar a reduzir os mais variados tipos de inflamação. Por esse motivo, ela é eficaz na diminuição dos efeitos do envelhecimento e de várias doenças. Para aproveitar melhor essa propriedade da beterraba, a nutricionista recomenda que ela seja consumida ainda crua.

3 – A beterraba ajuda a prevenir o câncer

O câncer é uma doença que se desenvolve a partir de células anômalas. Algumas pesquisas, nesse sentido, vêm provando que a fibra encontrada na beterraba é um importante aliado no combate à doença, uma vez que aumenta os compostos imunes responsáveis por eliminar células com essa característica, antes que elas se tornem cancerosas.

Além disso, a beterraba possui ainda os chamados fitonutrientes – proantocianidinas -, que dão a ela sua coloração peculiar. Acontece que esses fitonutrientes, tal como as fibras do legume, também são poderosos combatentes do câncer.

4 – A beterraba poderia ajudar a purificar o sangue

Durante muitos anos, o consumo de beterraba era frequentemente recomendado por sua característica purificadora do sangue. O fato é que suas propriedades protegem os sistemas circulatório e imunológico, fortalecem o sangue e ajudam a combater a anemia, além de ser muito útil no combate aos cálculos renais.

5 – A beterraba é fundamental para o bom funcionamento de diversos órgãos

Fígados, rins e vesícula biliar, por exemplo, têm seu funcionamento reforçado quando a beterraba está incluída na dieta. Mulheres com ciclos menstruais muito longos, que podem desenvolver uma anemia devido à perda de sangue, podem utilizar a beterraba como um medicamento natural nesses períodos. Outro grupo de mulheres que pode ser beneficiado por esse legume é o daquelas que já entraram na menopausa – de acordo com algumas pesquisas, os efeitos dessa fase podem ser minimizados com o consumo da beterraba.

Cook ressalta a importância de consumir beterraba várias vezes por semana. Ela é um alimento versátil que pode ser integrado facilmente à dieta. Seja na sopa, na salada ou cozida a vapor, traz sempre um colorido e um reforço nutricional a mais à refeição. No entanto, a maior parte de suas propriedades pode ser perdida quando o alimento é cozido, de modo que é recomendável dar preferência à sua forma crua.

Assuntos: Alimentação

Dicas pela Web