Dicas de Mulher Dicas de Comportamento

Saiba por onde começar ao abrir seu próprio negócio

Um bom planejamento minimiza os riscos e aumenta as chances de sucesso

em 21/06/2012

Foto: Thinkstock

Ter o seu próprio negócio e ser seu chefe é o desejo de muitas pessoas, mas para coloca-lo em prática é necessário conhecimento, capacidade de empreender e muita disposição. Ter sua própria empresa envolve diversos riscos e diversas vantagens também. Quer começar a planejar este novo horizonte profissional hoje mesmo? Veja as dicas dos especialistas entrevistados pelo Dicas.

O economista e professor da IBE/FGV, Paulo Grandi, explica que é preciso certificar-se de ter um perfil empreendedor antes de montar seu próprio negócio. “Para ser um bom empreendedor é necessário ter características como visão de futuro, iniciativa, capacidade de inovar e de gerenciar equipes, além de determinação e firmeza”. Vale investir em cursos de empreendedorismo para alavancar seus conhecimentos.

Definir o tipo de negócio a ser montado é uma tarefa de grande valor. “É importante optar por algum ramo ou tipo de negócio que você já tenha atuado ou tenha algum conhecimento. Você não precisa ser um expert no ramo, porém precisa ter no mínimo afinidade”, explica o especialista em Franchising e Marketing, Samuel Quintans.

Estabelecido o ramo, o empreendedor vai partir para o planejamento do negócio. Esta fase contribui para diminuir os riscos e aumentar suas chances de sucesso. Para isso Quintans sugere a elaboração de um Plano de Negócio. O documento irá detalhar as diretrizes estratégicas, o posicionamento e os diferenciais de mercado, os investimentos necessários, o público alvo, os produtos, a organização, configuração da equipe, e a previsão de despesas e faturamento. “Refaça os planos quantas vezes for necessário e, se tiver dificuldades, não hesite em pedir ajuda a especialistas”, ressalta Grandi.

Nesta etapa verifica-se o capital necessário para montar o negócio . Os valores sempre dependem do tipo de negócio escolhido, mas é importante investir com segurança. “O ideal é que você tenha o valor necessário para montar o negócio e mais uma reserva, entre 20% e 30% do que foi necessário para montagem, como capital de giro para os primeiros meses de operação do negócio”, explica Quintans. Se não tiver todo o dinheiro para investir, você pode optar por adquirir crédito no banco. Estude propostas e taxas e se possível, opte por bancos públicos que incentivam o empreendedorismo.

É sempre bom estipular um prazo para cada etapa da montagem do negócio e principalmente, para a inauguração do empreendimento. Isso evitará divergência nos dados de mercado no plano de negócios, que mudam constantemente, e também despesas com aluguel de um ponto comercial, por exemplo.

Uma opção de investimento que pode minimizar os riscos do negócio e também sugerem retornos mais rápidos são as franquias . Por terem marcas geralmente já consolidadas no mercado e modelos que carregam experiência, a franquia facilita algumas partes do processo de montar um negócio. Mesmo assim não exclui a necessidade de fazer uma vasta pesquisa, se possível converse com pelo menos 50% dos franqueados sobre o relacionamento com o franqueador, nível de retorno financeiro, organização e etc. “O ponto negativo deste tipo de negócio a é a menor autonomia do franqueado, que precisa seguir determinações específicas da marca”, explica Grandi.

O retorno do negócio vai depender de diversos fatores como o ramo, os valores de investimento e até do mercado. Mas segundo Samuel Quintans pode variar de 6 meses até 2 anos.

Comentários
Dicas relacionadas