Remédio caseiro para diarreia: soluções simples para acabar com o problema

Escrito por Mariana Bueno

Foto: iStock

A diarreia é um tipo comum de desconforto ou infecção gastrointestinal. Quando se passa por isso, o maior desejo é que a diarreia pare rapidamente, afinal, o incômodo costuma ser grande e atrapalhar até mesmo tarefas corriqueiras do dia a dia.

Uma diarreia aguda costuma durar uma ou duas semanas. Já a diarreia crônica pode persistir por várias semanas. E embora os sintomas sejam desagradáveis de lidar, eles atuam como um mecanismo de defesa, ajudando a expulsar rapidamente as substâncias nocivas do trato gastrointestinal antes que tenham a chance de causar ainda mais problemas ou complicações.

A boa notícia é que existem várias formas de tratar naturalmente ambos os tipos de diarreia. Veja o que você pode fazer se reidratar e superar os sintomas que tanto incomodam:

1. Alimentos calmantes e fáceis de digerir

Foto: iStock

Quanto mais alimentos você consome, mais difícil fica o funcionamento dos órgãos digestivos. Você provavelmente não terá muito apetite enquanto estiver com diarreia, então tente comer pequenas quantidades espalhadas ao longo do dia, dando preferência a alimentos que são fáceis de digerir.

Grãos integrais simples, maçãs, bananas e arroz são uma boa nos primeiros dias, para fornecer alguma fibra e ajudar a adicionar volume às fezes. O óleo de linhaça ajuda a reduzir a duração da diarreia, o mel cru e o gengibre acalmam o estômago e reduzem a irritação. As frutas e legumes fornecem água, fibra e eletrólitos.

Leia também: Como conviver com a alergia alimentar com saúde e bem-estar

Por outro lado, você deve evitar laticínios convencionais, alérgenos em potencial (glúten, nozes, moluscos e laticínios), gorduras e óleos processados (fast foods, alimentos de queijo, carnes processadas ou frituras), açúcar e adoçantes artificiais, cafeína, bebidas açucaradas e álcool.

2. Água

Foto: iStock

Beber bastante água é fundamental e ajuda a evitar que os sintomas de desidratação se agravem. Chás de ervas, incluindo gengibre, hortelã-pimenta, casca de aveia, alcaçuz / erva-doce ou chá de romã (sem cafeína) também podem ajudar a acalmar o estômago. Além disso, embora não seja uma boa solução para todos, beber água de coco (uma fonte natural de eletrólitos), suco de vegetais frescos ou picolés caseiros de frutas também pode ser uma boa maneira de obter mais água e nutrientes.

3. Descanso

Foto: iStock

Evite fazer muita atividade física, pois você vai se sentir fraca. Dê ao seu corpo a chance de se recuperar dormindo o suficiente (8 horas por noite ou mais), relaxando e tentando manter os níveis de estresse baixos.

4. Suplementos

Foto: iStock

Certos suplementos podem ajudar a melhorar a saúde digestiva, pois permitem processar com mais facilidade os alimentos e nutrientes que você consome e acalmar um mal-estar estomacal. Algumas sugestões: probióticos, que ajudam a combater a infecção e podem ajudar a recolonizar o intestino com bactérias saudáveis; enzimas digestivas, que ajudam na absorção de nutrientes; glutamina em pó, para reparar o trato digestivo, especialmente para pessoas com diarreia crônica; suco de Aloe Vera, que é a cura para o revestimento do sistema digestivo; e fibra solúvel de chia, que pode ajudar a engrossar as fezes e reduzir a frequência de diarreia.

5. Óleos essenciais

Foto: iStock

Estudos descobriram que o óleo essencial de hortelã pode reduzir a inflamação intestinal e acalmar o trato digestivo. Além disso, tem ingredientes ativos, incluindo mentol ou monoterpina, que ajudam a parar as cólicas, a eliminação frequente e as dores.

Leia também: Proteja-se da intoxicação alimentar

A gravidade da diarreia, bem como seus sintomas, vão depender também do estilo de vida de cada pessoa, do estado do sistema imunológico e do nível de estresse. Se o problema persistir por mais de uma ou duas semanas, especialmente se você não tem certeza do porquê isso está acontecendo e se não parece melhorar com os tratamentos citados, procure um médico.

Dicas pela Web