Pompoarismo: veja benefícios e aprenda a praticar a ginástica do prazer

Escrito por Geovana Pereira

Foto: iStock

O pompoarismo é uma técnica milenar com benefícios para a saúde e para a vida sexual. O objetivo é que a mulher obtenha mais controle e consciência dos seus músculos vaginais.

Ainda vista como tabu por muitas pessoas, a prática é composta por uma série de movimentos de contração e relaxamento — alguns usando brinquedinhos — para exercitar os músculos da pélvis. Com seu órgão sexual mais firme e forte, é possível tratar e evitar alguns problemas de saúde, além de melhorar o desempenho sexual. Adiante desvendaremos os segredos da “ginástica do prazer” para você começar seu treino já.

Origem do pompoarismo

Foto: iStock

A história da técnica é controversa, não se sabe ao certo quando surgiu. As principais fontes datam a década de 40 e 50. Apesar de existirem exercícios voltados para o assoalho pélvico há muito mais tempo, por exemplo, na Yoga, eles não eram desenvolvidos de forma especializada e totalmente direcionada para o corpo feminino.

De acordo com a sexóloga Walkíria Fernandes, o Pompoarismo surgiu na Índia, sendo aperfeiçoado na Tailândia. No Oriente, as mulheres já passavam o ensinamento de contrações vaginais para as filhas, com o intuito de proporcionar maior conhecimento do seus corpos, mas tudo começou quando por volta de 1950, o Ginecologista Arnold Kegel introduziu o pompoarismo como técnica em suas pacientes que não tinham orgasmos e/ou tinham flacidez vaginal. A técnica também foi utilizada para prepará-las para o parto normal e principalmente para tratar incontinência urinária, conhecida também como “Exercícios Kegel”.

Tecnicamente, como explica a sexóloga, os exercícios Kegel são a série de contrações e relaxamentos da musculatura da vagina e do assoalho pélvico. O pompoarismo é quando se faz esses exercícios com o uso de acessórios. Mas hoje em dia as técnicas se fundiram e já são consideradas a mesma coisa. A partir da necessidade, o pompoarismo se expandiu e, mesmo sendo mal visto em muitas culturas, ganha cada dia mais adeptas.

Leia também: As 12 melhores posições sexuais do Kama Sutra para as mulheres

Benefícios do pompoarismo

Foto: iStock

Como dito, o pompoarismo promete ser benéfico tanto para a saúde quanto para a vida sexual. Com treino, tempo e dedicação, um dos objetivos principais do pompoar é deixar os músculos da vagina mais fortes e isso acarreta uma série de benefícios.

Melhora da incontinência urinária

Inicialmente como principal objetivo dos exercícios, a técnica previne a incontinência urinária, ou seja, a falta de capacidade em conter e controlar a urina. Nos casos causados por problemas musculares e com acompanhamento médico, o pompoarismo pode servir também como um tratamento.

Preparo da mulher para o parto normal

Um parto vaginal exige muita preparação, como o fortalecimento do períneo e de todo o assoalho pélvico para que o procedimento seja bem-sucedido e não haja complicações. Os exercícios também são úteis no pós-parto para evitar a flacidez da vagina.

Potencialização do prazer no ato sexual

“Quando a mulher faz esses exercícios, ela melhora o tônus vaginal e, quando faz os movimentos de contração da vagina durante o coito, o prazer do seu parceiro também pode ser aumentado”, diz Walkíria.

Mais facilidade na obtenção do orgasmo

Devido a melhora da circulação sanguínea, a região vaginal fica mais sensível e lubrificada. Vale lembrar também que esse tipo de exercício e relação com o corpo deixa a mulher mais confiante e com mais libido, o que também é a chave de uma boa relação sexual.

Leia também: Guia do orgasmo feminino: o prazer da teoria à prática

Exercícios para praticar pompoarismo em casa

Foto: iStock

Na hora de começar a técnica, “são orientadas inicialmente várias séries com várias repetições de contrações para que a mulher obtenha um melhor conhecimento da sua vagina, ganhe força e coordenação motora e somente depois disso é que serão utilizados os acessórios do pompoarismo”, observa Walkíria.

Apesar de existirem cursos específicos para aperfeiçoar o pompoar, aqui temos alguns exercícios para você fazer em casa, lembrando que toda a ginástica deve ser feita com a bexiga esvaziada e os movimentos e a respiração devem ser coordenados.

Contração simples

Um exercício iniciante para começar a técnica e que pode ser feito em qualquer lugar sem auxílio de acessórios.

  1. Sente-se confortavelmente;
  2. Contraia toda a musculatura da vagina e solte-a devagar. Faça esse movimento 20 vezes seguidas e descanse;
  3. Repita por 10 minutos.

Com vibrador

Para esse exercício, utilize um vibrador de tamanho pequeno a médio, com menos de 20cm.

  1. Deite-se confortavelmente;
  2. Insira o vibrador na entrada da vagina;
  3. Faça um movimento de sucção até que ele seja totalmente puxado para dentro do seu corpo;
  4. Agora faça o processo inverso e expulse o vibrador;
  5. Repita por 10 minutos.

Com cone vaginal

O cone vaginal tem diferentes pesos. É recomendado começar com o mais leve e aumentar o peso conforme se adquire experiência no exercício.

Leia também: 7 exercícios que ajudam a se preparar para um parto normal

  1. Em pé, posicione o cone no canal vaginal;
  2. Contraia os músculos com força para segurar o objeto e segure por 15 segundos, depois descanse;
  3. Agora faça o processo inverso e expulse o cone;
  4. Repita por 10 minutos.

Com colar tailandês

Muito popular, esse exercício utiliza o colar tailandês, um cordão com 5 bolinhas.

  1. Em pé ou deitada, introduza a primeira bola na vagina;
  2. Faça contrações para ir “sugando” a bola para seu interior;
  3. Continue com o movimento até sugar as demais bolinhas;
  4. Repita por 10 minutos.

Com bolas Ben Wa

Mais avançado, “o mesmo exercício deve ser feito com as Bolas Ben Wa, que são apenas duas bolas maiores e com um peso no seu interior, ligadas por um cordão de silicone. “Deve ser evitado o cordão de nylon, pois ele pode causar infecções na vagina”, explica a sexóloga.

  1. Em pé ou deitada, introduza a primeira bola na entrada da vagina;
  2. Faça contrações para ir “sugando” a bola para seu interior;
  3. Continue com o movimento até sugar a outra bolinha;
  4. Repita por 10 minutos.

O segredo é que alguns movimentos destes exercícios também podem ser utilizados no ato sexual. Após adquirir uma musculatura mais forte, experimente “sugar”, “prender” e “expulsar” o pênis do seu parceiro na hora do coito, assim você proporciona mais prazer para ambos.

Quem acha que a técnica é obscena, precisa repensar suas ideias. O estímulo do corpo e principalmente da consciência corporal tem sido esquecido quando se trata da mulher. É preciso conhecer cada pequena parte de você e valorizar seu prazer e o pompoarismo é um bom caminho para isso.

Assuntos: Sexo

Para você