Tudo que você precisa saber sobre banho de ervas antes de fazer o seu

Escrito por
Em 10.01.21

iStock

Por                                
Em 10.01.21

O banho de ervas é uma prática ancestral e milenar. Um estudo apontou que os primeiros registros dos banhos são da Índia, datados de 2000 A.C. No Brasil, eles são comumente utilizados nas religiões de matriz africana, na pajelança e nas diferentes vertentes da bruxaria. Continue lendo e entenda mais sobre o assunto.

Continua após o anúncio

Índice do conteúdo:

Para que serve o banho de ervas

Um banho de ervas pode ser utilizado para diferentes finalidades. Para limpar, energizar, atrair prosperidade, autoestima e muito mais. Ao final de um banho de ervas é comum sentir uma sensação de relaxamento ou então mais energia. Confira a seguir os principais usos.

Banho de limpeza e descarrego

Um dos banhos mais realizados é o de limpeza e descarrego. As ervas mais utilizadas para este caso são a arruda, o eucalipto, a sálvia, o manjericão, o cravo e o alecrim. Também é possível utilizar o sal grosso em conjunto, em alguns casos.

Banho para prosperidade

A prosperidade pode ser ritualizada com a ajuda de um banho de ervas. Podemos utilizar folhas de louro, canela, calêndula, rosa amarela e outras flores amarelas. Nas religiões de matriz africana a cor amarela remete a Oxum, orixá da abundância e prosperidade. Amarelo também é a cor do ouro, por isso as plantas dessa cor podem ser utilizadas em banhos atratores.

Banho para a autoestima

O amor-próprio também pode ser fortalecido com um banho de ervas. Geralmente utilizamos flores para trabalhar essa questão. As mais utilizadas são as rosas, de todas as cores, o jasmim, o gerânio e o hibisco.

Banho para energizar

Quando a energia está baixa e existe muita sensação de cansaço, um banho para energizar pode ser o ideal. Neste caso podemos utilizar alecrim, tomilho, pitangueira, especiarias cheirosas como cravo, anis estrelado e cardamomo e até mesmo frutas como laranja e maçã.

Banho para amor

O amor em suas diferentes definições pode ser trabalhado com banhos de ervas. Podem ser feitos banhos de encanto com rosas, hibisco e outras flores ou frutas vermelhas para abrir espaço para a chegada de um amor. Mas também podem ser feitos banhos com lavanda, camomila, mulungu e outras ervas calmantes para fortalecer o amor familiar e dissolver brigas.

Os banhos de ervas podem ser feitos para diferentes finalidades e essas foram apenas algumas sugestões. Conhecer as propriedades mágicas das ervas e utilizar a intuição é fundamental para saber quais utilizar nos banhos.

Como fazer banho de ervas

Em algumas religiões, apenas as pessoas encarregadas podem preparar os banhos de ervas. No entanto, eles podem ser feitos por qualquer pessoa, mesmo aquelas que não praticam nenhuma religião ou são de outras que não possuem essa prática. De qualquer forma, é preciso ter o conhecimento das ervas e também consagrar antes de preparar. Por isso, com as ervas já consagradas, confira o passo a passo:

Continua após o anúncio

Separe um tempo sem interrupções

iStock

Tenha certeza que não será interrompida enquanto estiver fazendo seu banho de ervas. É um momento apenas seu, em contato com a sabedoria das ervas. Se desejar pode acender um incenso e montar um altar em seu banheiro com os itens que tiver: velas, objetos mágicos e o que desejar.

Prepare a infusão

Esquente entre 500ml e 1l de água, quando ferver, desligue o fogo e adicione as ervas. Tampe e deixe em infusão durante pelo menos 5 minutos. Enquanto isso, tome seu banho higiênico como de costume.

Mentalize sua intenção enquanto toma o banho de ervas

iStock

Ao finalizar seu banho higiênico, jogue o banho da cabeça aos pés. Enquanto joga, mentalize suas intenções. São elas que farão o propósito do seu banho fluir com a ajuda das ervas. Se o seu banho tiver sal grosso, jogue do pescoço para baixo. Algumas religiões também não permitem o uso do banho de ervas na cabeça, nesse caso a crença é respeitada e o banho de ervas utilizado do pescoço para baixo.

Respeite seu processo

iStock

É comum que banhos de ervas de limpeza e descarrego causem sono após serem feitos. Por isso, separe um tempo em que pode descansar, como por exemplo, antes de dormir. Os que trazem energia podem te despertar e você pode se sentir super disposta a fazer muitas coisas depois. Por isso, é fundamental respeitar o seu processo e acolher os sentimentos e sensações que surgem depois.

O descarte das ervas

iStock

Após fazer o banho de ervas você tem três principais formas de descarte. A primeira é secar as ervas e quando estiverem secas, defumar sua casa com elas. A segunda é devolver para a terra como forma de agradecimento. Mas se nenhuma delas for possível, você pode descartar no lixo orgânico mesmo.

Continua após o anúncio

Se você está aprendendo a trabalhar com as ervas, esse passo a passo pode te ajudar a começar a preparar os seus banhos. Caso contrário, uma boa opção é comprar o seu banho pronto, feito por erveiras que possuem o conhecimento.

Além disso, esse passo a passo é apenas uma das formas de fazer banhos de ervas, a partir da infusão. Além disso, é possível fazer pela decocção e maceração. Confira os vídeos nesta matéria para entender melhor sobre as diferentes formas de preparar os banhos.

5 dicas para facilitar o preparo do seu banho de ervas

A sabedoria das ervas na espiritualidade é extensa e muita coisa não está escrita, por se tratar de uma tradição mais oral do que registrada. No entanto, algumas dicas simples podem te ajudar no início. Confira!

  • Quantidade: 5 colheres de sopa bem cheias para cada litro de água é uma boa quantidade, mas não existe uma quantidade certa. Use sua intuição para colocar um pouco mais ou menos que isso. Se utilizar mais de uma erva, lembre-se de dividir essa quantidade entre as ervas.
  • Variedade: não misturar ervas que possuem propriedades muito diferentes entre si. Por exemplo, lavanda e artemísia. Além disso, para quem está começando, o melhor a se fazer é preparar banhos com apenas uma erva e depois de mais experiência, experimentar combinar ervas no mesmo banho.
  • A lua e os banhos: a lua minguante é a fase ideal para banhos de limpeza, desapego e banimento. A lua nova é ideal para banhos que favorecem os começos, que tragam força, foco e alegria. A lua crescente para banhos expansivos, tudo que você desejar que cresça, vai crescer mais nesta fase. Já a lua cheia é ideal para banhos atratores, de gratidão, amor, intuição, entre outros. Apesar da lua ser um fator que influencia bastante os banhos, você não precisa fazer apenas nessas fases. Basta não ritualizar a energia da lua. Ao invés disso, você pode ritualizar a energia do sol, por exemplo.
  • Melhores horários: banhos de limpeza devem ser feitos preferencialmente antes de dormir ou em horários que não precise desprender energia após o banho. Já os banhos expansivos são melhores no horário da manhã ou meio do dia, evitando antes de dormir. Para os outros, qualquer horário, você pode seguir sua intuição para decidir.

  • Ervas frescas ou secas: os dois banhos possuem as mesmas propriedades, o que muda é o modo de preparo. Para as ervas frescas é preciso macerar e deixar “de molho” durante algumas horas antes do preparo.

Trabalhar com as ervas é também trabalhar com a intuição. Existem sim fundamentos, mas eles não são rígidos e a intuição tem um lugar muito especial no preparo dos banhos.

Saiba mais informações sobre banho de ervas

Por fim, os vídeos também são ótimas formas de você se informar sobre os banhos de ervas. Confira a seguir mais formas de fazer o banho além da que listamos, algumas finalidades mágicas das ervas e também a história desse ritual.

5 formas de fazer banho de ervas

Esse vídeo é uma aula completa sobre banhos de ervas para iniciantes. Nele você vai aprender sobre quantidades e 5 diferentes formas de preparo. Assista o vídeo para entender qual a melhor para cada tipo de erva.

As ervas e suas finalidades

Um dos passos mais importantes para aprender a fazer banhos de ervas é conhecer finalidades de boa parte delas. A partir desse vídeo, você pode até mesmo procurar as que já tem em casa para preparar. Confira o vídeo e saiba quais as melhores ervas para o amor, para limpeza, prosperidade, entre outras finalidades.

Continua após o anúncio

A história dos banhos de ervas

Para trabalhar com as ervas também é fundamental conhecer as tradições ancestrais por trás delas. Assim, é possível honrar essa sabedoria antiga e se aprofundar no conhecimento. Assista o vídeo e informe-se.

Para além de conteúdo escritos e vídeos, para aprender sobre ervas você pode se informar com erveiras, benzedeiras, até mesmo uma anciã de sua família pode ter esse conhecimento para te passar. E se você se interessou sobre o assunto, confira também como o tarot pode te ajudar a se conhecer melhor.