4 soluções para aliviar a Síndrome das pernas inquietas

Métodos caseiros podem ajudar a reduzir os sintomas e proporcionar um sono mais tranquilo

Escrito por Juliana Prado

Foto: Thinkstock

Depois de um dia cheio de tarefas, nada melhor do que ter uma boa noite de sono. Mas e se, ao se deitar, suas pernas começam a formigar? Ou então, ter contrações involuntárias nos músculos? Passar a noite sem conseguir pregar os olhos pode ser sintoma da Síndrome das Pernas Inquietas.

Este problema afeta cerca de 11% da população, e é mais comum em mulheres. Segundo o neurologista Dr. Rodrigo Massaud, do Hospital Israelita Albert Einstein, a síndrome é uma doença que provoca sensações estranhas na perna, geralmente quando paciente se deita para dormir. Trata-se de um distúrbio do sistema nervoso que causa alterações da sensibilidade e agitação motora involuntária das pernas (e também pode ser sentida nos braços, em casos mais graves). Algumas pessoas confundem o nome com certos movimentos rítmicos repetitivos das pernas, que aparecem quando se está distraído ou tenso, mas eles nada têm a ver com a síndrome.

Muitas vezes, a causa é desconhecida. “Em alguns casos, a síndrome parece ser transmitida de forma familiar. Em outros, a condição pode estar ligada a outros problemas médicos, como a anemia ferropriva, em que há muito pouco ferro no sangue. Outras condições que aumentam o risco de SPI incluem insuficiência renal, diabetes e gravidez”, explica o neurologista.

Os sintomas são muito incômodos. Entre eles estão sensação de coceira, dor, formigamento, arrepios, pontadas e a necessidade de movimentar as pernas. A intensidade pode variar, e como são mais freqüentes à noite, impedem a pessoa de dormir ou ter um sono tranqüilo.

A conseqüência disso são noites mal-dormidas, que fazem com que a pessoa passe o dia cansada, sonolenta, indisposta e irritada. A causa ainda é desconhecida, mas alguns especialistas acreditam que a síndrome pode estar relacionada com a absorção de ferro anormal do cérebro. E o pior: não há cura, apenas medicamentos para mascarar os sintomas.

Mas, antes de procurar por remédios fortes, com inúmeros efeitos colaterais, que tal apostar em saídas caseiras? É possível aliviar o problema com as dicas listadas abaixo. Elas provavelmente vão ajudar a diminuir os sintomas para que você volte a ter suas horas de sono bem dormidas!

  1. Molhe as pernas com a água bem quente direto do chuveiro antes de se deitar. Esfregue bem com uma bucha, seque e pule na cama!
  2. Faça exercício de agachamento antes de dormir. Você pode tentar 30 repetições em cada perna, alternando de uma para outra. Além de aliviar os sintomas, essa dica vai deixar suas coxas ainda mais bonitas!
  3. Tente os remédios homeopáticos para pernas inquietas. Baratos e sem efeitos colaterais, esses pequenos comprimidos não causam dependência e podem ajudá-la a aliviar os sintomas. Mas consulte seu médico antes.
  4. Passe cremes ou pomadas com mentol (como Vic VapoRub). Esfregue uma quantidade generosa do produto nas pernas antes de se deitar. O alívio é imediato e vai deixá-la dormir logo. A única desvantagem desse método é que o mentol tem um cheiro forte, que pode incomodar.

Caso os sintomas persistam, procure um médico. Ele indicará o tratamento adequado ao seu caso. E lembre-se: o consumo de cafeína, álcool e cigarro é absolutamente desaconselhado, pois pode acentuar o problema.

Para você