13 dicas para te ajudar a meditar hoje mesmo

Escrito por Tais Romanelli

iStock

Foi-se o tempo em que as pessoas pensavam que meditação era “coisa de hippie”. Hoje, a ciência comprova os benefícios da prática, que já faz parte da rotina de empresas, da Medicina, da área de coach e das pessoas que buscam melhor qualidade de vida em geral. Para Vanessa Kryss, terapeuta holística, meditação é “faxina mental”, eliminação de toxinas acumuladas pelo corpo e pela mente. “Pois, se não eliminamos essas toxinas, elas se manifestam em forma de doença”, comenta.

Mas, para quem ainda não é adepto à prática, pode parecer impossível se desligar do mundo exterior e conseguir meditar. Porém, confira abaixo as principais dicas para te ajudar a meditar e se render aos incríveis benefícios que a prática oferece!

Como meditar? Psicólogo explica

iStock

Para o psicólogo Augusto Jimenez, é importante ressaltar que a meditação não está ligada a nenhuma religião. “Muitos associam as técnicas de meditar às práticas religiosas orientais. É fato que muitos orientais praticam a meditação, mas as suas técnicas não estão ligadas necessariamente a nenhuma doutrina”, explica.

A meditação, reforça Jimenez, utiliza-se de técnicas que podem ser aprendidas e consiste no ser humano conseguir manter o foco dos seus pensamentos e atingir uma serenidade no seu comportamento. Antes, durante e depois da meditação.

Mas, como começar a meditar, na prática? Confira as orientações do psicólogo Augusto Jimenez:

Leia também: 10 formas de tornar suas manhãs mais produtivas

  1. Escolha um local tranquilo: pode ser o seu quarto ou outro local da casa. “Mas, ter um local para chamar de seu nesse momento é importante”, destaca Jimenez.
  2. Sente-se de forma ereta: isso impedirá o sono e também facilita a prática na questão energética.
  3. Feche os olhos e observe a sua respiração: ela deve ser feita sempre pelo nariz. “Inspire e expire algumas vezes. Toda vez que pensar em algo concentre-se no ato de respirar”, orienta Jimenez.
  4. Abra os olhos e concentre a sua atenção: pode ser focando o olho em um incenso e/ou chama de uma vela.

Jimenez destaca que a meditação é indicada para todos os indivíduos, sem distinção de idade, inclusive. “A meditação já teve comprovação científica, inclusive, por meio do Mindfulness, que consiste no estado de viver o presente sem a angústia/ansiedade do passado e futuro. Há muitas discussões se o Mindfulness é ou não um tipo de meditação, mas algumas técnicas são iguais a meditar mesmo”, comenta.

13 dicas para te ajudar a meditar

iStock

Quer aderir à meditação e usufruir dos muitos benefícios que a prática oferece? Confira algumas dicas importantes:

Antes de meditar

  • Garanta privacidade: especialmente para quem é iniciante, é essencial garantir privacidade. Então, a dica é tentar meditar quando estiver sozinha em casa. Mas, caso não seja possível, avise às demais pessoas da casa que você não deverá ser interrompida.
  • Programe-se: Jimenez orienta começar com 5 minutos diários de meditação e, após uma semana, passar para 10 minutos diários. O mais importante, além de cumprir esse tempo estipulado, é estabelecer um horário fixo para praticar. “Algumas pessoas ‘funcionam’ melhor de manhã, ou seja, têm a mente mais livre nesse horário. Outros indivíduos são melhores à noite. E por aí vai. Assim não há uma regra de qual período do dia praticar, mas escolha aquele em que você se sente melhor”, explica.
  • Use roupas confortáveis: parece uma dica “boba”, mas é essencial para que você se sinta, de fato, confortável e possa “se desligar” do mundo exterior. Isso vale tanto para quando for meditar em casa quanto para quando for meditar em um lugar ao ar livre.

Durante a meditação

  • Cronometre: para cronometrar o tempo de meditação, Jimenez sugere até mesmo usar o celular. “Mas lembre-se de deixar as demais funções do aparelho no silencioso”, orienta. O ideal, neste caso, é colocar um alarme para despertar quando der o tempo de meditação, isso evita que você tenha vontade de ficar olhando a hora no aparelho.
  • Aposte em um som calmo: de acordo com Jimenez, vale instrumento musical, sons que imitam os acontecimentos da natureza etc. “A música é opcional! Ela é importante se o indivíduo tiver muita dificuldade de pensar em nada e/ou estiver em uma casa/ambiente com muito barulho. Nas escolas da Minds, em que muitas aulas estão acontecendo simultaneamente, nós colocamos música, por exemplo, para o/a aluno(a) se concentrar.
  • Foque a atenção na respiração: a grande dica na hora de meditar é focar na respiração. Vanessa alerta que outros pensamentos provavelmente virão à mente, mas daí é só “deixá-los passar”. “Sem julgar, sem apegar, sem dar ênfase a nenhum. E a qualquer momento volte para a respiração”, comenta.
  • Foque no que remete paz: em alguns momentos da meditação você deverá abrir os olhos e focar em algum objeto que remeta paz, como, por exemplo, incenso, chama de uma vela, mandala etc.
  • Sinta-se confortável: você não precisa “imitar uma posição que viu na internet ou televisão”, como, por exemplo, a de lótus (a mais popular quando o assunto é meditação). Escolha uma posição com a qual você se sinta confortável, pode ser, por exemplo, sentada em uma cadeira com os pés bem apoiados no chão, mas sempre com a coluna bem ereta (sem apoiar totalmente no encosto da cadeira).
  • Deixe as mãos confortáveis: a posição das mãos também pode variar. Algumas pessoas encostam o dedo indicador ao dedão e apoiam a mão no joelho; outras colocam as mãos sobre a barriga ou no joelho etc. A dica é encontrar o que for melhor para você.

Outras dicas para você meditar adequadamente

  • Não se prenda aos detalhes: para quem é iniciante, é muito válido seguir dicas para te ajudar a meditar, mas é essencial não se prender tanto aos detalhes. Busque sempre uma posição que seja confortável para você. Tem pessoas que preferem, por exemplo, meditar deitadas.
  • Não desista na primeira tentativa: lembre-se que as técnicas da meditação podem ser aprendidas e aperfeiçoadas. Talvez na primeira vez em que tentar, você não consiga “se desligar” totalmente do mundo exterior, mas isso não significa, de forma alguma, que você não terá mais sucesso nas próximas vezes!
  • Crie o hábito: inicialmente, é muito válido você se programar para meditar, definindo, por exemplo, horário e local em que fará isso. Mas, depois de um tempo, você se sentirá mais preparada para meditar em outros momentos. “As meditações podem ser ao longo do dia, antes de reuniões, prazos, conversas, no táxi, na mesa de trabalho ou em uma escapadinha até o lavabo, por exemplo”, comenta Vanessa.
  • Leve essa prática para a vida: a terapeuta holística Vanessa lembra que, durante a meditação, os pensamentos provavelmente virão, mas daí é só “deixá-los passar”, sem dar ênfase a nenhum deles, e voltar para a respiração. “Vale levar essa prática para a vida, escolhendo seus pensamentos, deixando de fora os negativos, substituindo por positivos”, diz. Claro que tudo isso pode parecer difícil num primeiro momento, mas não tenha dúvidas de que você conseguirá.

5 vídeos que te ensinam a meditar

Inspire-se com 5 ótimos vídeos de passo a passo e dicas para começar a meditar hoje mesmo:

1. Como meditar sozinho, por Juliana Selem

No vídeo, Juliana conta como ela mesma medita, para que pessoas que nunca meditaram possam aderir ao hábito. Ela fala ainda sobre os principais mitos sobre a meditação.

Leia também: 15 pequenos hábitos que podem fazer uma grande diferença na sua vida

2. Meditação guiada para iniciantes, por Amanda Schultz

Amanda mostra no vídeo como fazer uma meditação bem simples para começar a praticar sem dificuldades e já começar a colher os benefícios.

3. Como meditar pela primeira vez, por Cadu Cassau

No vídeo, Cadu reforça que você não precisa saber posturas para meditar, mas, sim, reservar um horário do seu dia para se dedicar a prestar atenção em si mesma e na sua respiração.

4. Aprender a meditar, por Amanda Dreher

Leia também: 9 formas pouco conhecidas de combater a ansiedade

Num vídeo rápido, Amanda explica, em três passo, como meditar de forma simples e prática, quando e onde você puder.

5. Como meditar em 1 minuto, por Wayne Valim

Wayne Valim explica como medita de maneira rápida e prática no dia a dia, especialmente antes de palestras, momentos de tensão no trabalho etc., e conta como isso a ajuda a retomar o equilíbrio emocional e buscar a paz interior.

Agora você já sabe que a meditação também “é para você”, que conta com técnicas que podem e devem ser aprendidas e que, com certeza, farão toda a diferença no seu dia a dia. Comece com poucos minutos ao dia e depois tente ir aumentando o tempo de prática, encontre uma posição confortável e se abra para os benefícios que esta prática oferece.

Assuntos: Bem-Estar

Para você