Tampar o umbigo: funciona ou é superstição?

Escrito por                    
Atualizado em 22.06.22

Pixabay

Por
Atualizado em 22.06.22

Jade Picon, durante sua permanência no BBB 2022, chamou a atenção por tampar o umbigo com esparadrapo. A técnica, segundo ela, é uma proteção contra as energias negativas, mas será que realmente funciona ou é apenas superstição? Para esclarecer essa e outras dúvidas, confira o que comentou Marcela Fernanda, mestre Reiki e terapeuta holística:

Publicidade

Por que tampar o umbigo pode te ajudar a se proteger?

Marcela explicou que “para entender um pouquinho do porquê tampar o umbigo, é importante saber que todas as pessoas têm centros de energia, isto é, os chakras. Na região do umbigo, fica o segundo chakra, o centro de energia dos relacionamentos, da conexão com as pessoas, com os sentimentos, com as emoções e com você mesmo. Então, sim, tampar o umbigo é uma forma de trabalhar esse chakra”.

Ela também comentou que o método surgiu a partir de crenças populares, porém não é possível dizer ao certo quando e com quem começou. “É uma forma de proteção válida, desde que não se torne um hábito e não seja a única forma usada. Então, se há uma intenção de tampar o umbigo para proteção, isso vai, sim, ajudar até certo ponto, justamente porque há uma intenção. Entretanto, isso não deve ser levado como uma única e exclusiva forma de se proteger”, finalizou.

Como funciona o método

iStock

A terapeuta holística explicou que nem sempre é preciso colocar o algodão, um cristal ou o esparadrapo sobre o umbigo (os materiais mais utilizados). Ela ressaltou que o mais importante é a intenção, porém, em muitos casos, as pessoas precisam de algo palpável para sentirem que aquilo funciona. “Se uma pessoa se sente mais protegida ao colocar o esparadrapo, então, ela coloca e está tudo bem”.

Marcela também falou sobre usar o método no ambiente de trabalho e em outros locais com energias mais pesadas e densas. “Em hospitais e cemitérios, por exemplo, ou qualquer lugar em que a energia seja pesada, às vezes, a pessoa tampa o umbigo e sente-se melhor, novamente, isso acontece porque existe a intenção dela de estar protegida”, finalizou.

Dúvidas sobre tampar o umbigo esclarecidas pela terapeuta holística

Pode ser feito diariamente e na hora de dormir?

Marcela Fernanda (MF): sim, desde que haja um período para o umbigo ‘respirar’ e exista uma intenção verdadeira, não o fazer por fazer. Também é importante não ficar sempre com a região tampada, pois não dará tempo de secar. A umidade pode gerar proliferação de bactérias e trazer problemas físicos.

Funciona fazer só esse método?

Publicidade

MF: tampar o umbigo é um tratamento paliativo contra as energias de vibração mais baixa. Como um tratamento homeopático, ele ataca o problema e não a causa. É preciso trabalhar com outras técnicas e entender o porquê a energia afeta tanto aquela pessoa, muitas vezes, trabalhar a vibração dos pensamentos.

É perigoso?

MF: o ato de tampar o umbigo não é perigoso, pois, energeticamente falando, ele não desequilibrará nenhum outro chakra e não terá nenhum efeito colateral.

Emagrece ou gera benefício para o corpo físico?

MF não há contribuição para o corpo físico, muito menos no sentido de emagrecer. O método está mais ligado à energia do que ao físico.

Como você viu, a contribuição do ato de tampar o umbigo é mais energética do que física. Agora, continue a leitura para conhecer outras formas de proteção e elevação da energia.

Outras formas de proteção para o umbigo e a sua energia

iStock

Como explicou a terapeuta holística, apenas a prática de tampar o umbigo não é suficiente para uma proteção completa e efetiva. Assim, ela também recomenda:

  • Receba Reiki: “o Reiki é uma técnica de energização que busca equilibrar todos os chakras e ajuda a proteger o chakra umbilical” explicou Marcela.
  • Cuide da vibração dos pensamentos e sentimentos: “a pessoa precisa cuidar do pensamento, dos sentimentos e das emoções. Vibrar na energia do amor, elevar as vibrações e vibrar a gratidão”, citou a terapeuta holística.
  • Busque o autoconhecimento: segundo a terapeuta, é preciso “ter consciência de si mesmo, de suas emoções, pensamentos e de sua saúde energética”.
  • Entenda o papel das pessoas na sua vida: Marcela comentou que “o segundo chakra está muito ligado aos relacionamentos, assim, entender o porquê da dificuldade em se relacionar com o outro e o que isso significa, às vezes, ajudará muito mais do que apenas tampar o umbigo”.

O que você achou da técnica de tampar o umbigo? Como você pode ver, ajuda na proteção, mas é preciso entender a questão das energias e trabalhar a sua forma de ver o mundo, equilibrando as vibrações do pensamento. Agora, aproveite para ler também a matéria sobre reiki, citado pela terapeuta holística como um dos métodos de proteção do chakra umbilical.