Dança do ventre: 11 benefícios para seu corpo e sua mente

Escrito por

iStock

Se você está buscando por atividades que melhorem sua relação com o corpo e a mente, mas fica facilmente entediada com coisas comuns como ir à academia, saiba que a dança do ventre pode ser a solução ideal para você!

Publicidade

Com uma lista recheada de benefícios, ela promete aflorar o lado feminino, desenvolver a sensualidade e melhorar o organismo. Confira nossas dicas e saiba tudo sobre essa atividade incrível!

História da dança do ventre

iStock

Originária das regiões do oriente, a dança do ventre é uma atividade milenar registrada desde o Egito Antigo. Ela traz movimentos relacionados a danças para deuses da fertilidade, assim como de elementos da natureza.

Acredita-se ainda que a dança do ventre era parte de um ritual que celebrava a vida e atraía a fertilidade para a mulher. Além disso, a dança servia para prepara-las para serem mães. Afinal, os movimentos fortalecem a região pélvica, facilitando assim o momento do parto.

De tradicional e privada para cultural e pública, a dança do ventre se tornou popular como parte da cultura Árabe, sendo uma dança comum em todos os eventos importantes desse povo.

Em casamentos, por exemplo, a presença das dançarinas é essencial. Além de servir como entretenimento para os convidados, os noivos também realizam um ritual como forma de garantir a fertilidade na união.

No Brasil, a dança é tida como uma atividade superpositiva e cheia de benefícios para o corpo e para a mente. Sendo assim, ela é uma alternativa interessante e divertida em relação a outras que podem ser entediantes, como academia.

Tipos de dança do ventre

iStock

Confira os principais tipos de dança do ventre e as características para cada um de seus estilos!

Publicidade

  • Dança dos sete véus: neste tipo de dança, a bailarina faz uma apresentação com sete véus amarrados, todos de cores diferentes. Eles representam os sete chakras que serão abertos durante o espetáculo.
  • Dança com acessórios: é realizada com um objeto bem antigo e característico, o snuj. Feito com peças de metal semelhantes a castanholas, pode ser usado tanto pela bailarina quanto pelo músico que estiver acompanhando a dança.
  • Dança com espada: esse estilo de dança do ventre usa a espada como representação do equilíbrio e da habilidade na dança. A espada pode ser equilibrada na cabeça, no peito ou na cintura, transmitindo sensualidade por meio dos seus movimentos.
  • Dança dos cinco elementos: representa a devoção e tem um aspecto mais ritualístico, retratando elementos como água, fogo, terra, ar e éter. É dividida em cinco fases, cada uma com sua representatividade ideal.
  • Dança com bastão: por ser uma versão da dança masculina Tahtib, seus movimentos não são muito delicados ou sensuais. Seu ritmo é alegre e divertido, com bailarinas que dançam sorrindo e esbanjando alegria para o público.
  • Dança do candelabro: com origem grega ou judaica, a dança do candelabro é bastante antiga. Seu principal objetivo iluminar passagens, como casamento, nascimento ou aniversário. Sua execução exige cuidado e equilíbrio, demandando melodias lentas para bons movimentos.

Roupas e músicas para dança do ventre

iStock

Embora seja repleta de véus, lenços e acessórios, no início das aulas essas vestimentas não são obrigatórias. Alguns adereços ajudam a marcar os movimentos, sendo úteis para entender melhor o sentido de cada passo. Por isso, adicionar os adornos aos poucos em sua roupa de atividade comum é a melhor opção.

Sendo assim, as vestimentas mais justas e confortáveis não atrapalham os movimentos, sendo perfeitas para a prática de dança do ventre! Com o tempo você terá mais facilidade para se adaptar a outros modelos e peças que enriquecerão a graciosidade desse estilo.

Quanto à trilha sonora, as músicas árabes são ideais para a prática. No entanto, é preciso saber escolher dentre os estilos o que combina mais com cada tipo de dança.

Os cinco estilos musicais árabes mais comuns para essa prática são: as músicas folclóricas, as clássicas, as modernas, os solos de percussão e o taksin.

11 benefícios da dança do ventre

  1. Melhora a postura e a coluna
  2. Modela a cintura
  3. Tonifica os músculos
  4. Estimula o sistema digestivo e as funções ovarianas
  5. Combate a flacidez
  6. Relaxa o corpo e a mente
  7. Aprofunda sua relação consigo mesma
  8. Melhora sua conexão com seu corpo e sua mente
  9. Melhora a flexibilidade
  10. Alivia cólicas menstruais
  11. Auxilia no emagrecimento saudável

Além de ajudar a relaxar a mente e manter o corpo em forma, o principal benefício da dança do ventre está relacionado ao bem-estar e autocompaixão. Ao sentir melhor o seu corpo, você passa a se respeitar mais e ter uma relação mais íntima e cheia de amor próprio.

Ou seja, a dança do ventre tem o poder de conectar mulheres com o seu interior, despertando a feminilidade, sensualidade e aceitação. E acredite, ao se sentir bem e recuperar essa boa conexão, até o seu jeito de andar parecerá diferente e especial!

Dança do ventre passo a passo

Se tratando de dança, nada melhor para exemplificar os movimentos do que ver tudo isso na prática, certo? Por isso, separamos alguns vídeos de coreografias e tutoriais que podem te ajudar a iniciar e se interessar mais por esse estilo. Confira!

Tutorial de dança do ventre para iniciantes

No vídeo a professora e dançarina ensina alguns passos básicos para quem está iniciando na dança.

Publicidade

Aula básica de dança do ventre

Nesse vídeo você aprenderá alguns princípios básicos sobre essa dança árabe, para entender a essência dos movimentos e iniciar a prática.

Treino de encaixe e desencaixe de quadril

O vídeo ensina sobre os principais movimentos do quadril, que ajudam na postura e são a base para diversos movimentos na dança do ventre.

Coreografia para iniciantes na dança do ventre

Esse vídeo é ideal para você que quer algo mais prático, como uma coreografia divertida e elaborada para reproduzir em casa!

Tutorial de coreografia para dança do ventre

Esse vídeo traz mais uma opção para quem quer copiar a coreografia e treinar em casa esse estilo de dança maravilhoso. Ideal para iniciantes!

Esperamos que essas dicas tenham te ajudado a conhecer melhor essa dança cheia de benefícios, alegria e feminilidade. Gostou do conteúdo? Então confira também as outras matérias do nosso blog!

As informações contidas nesta página têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.