12 coisas que não se deve deixar de fazer por causa do namorado

Doar-se ao outro faz parte de qualquer relacionamento, mas se anular ou ceder demais pode não ser saudável

Escrito por Gabriela Petrucci
Foto: Getty Images

Foto: Getty Images

Relacionamentos são baseados em trocas e compartilhamentos: de afetos, experiências, bons e maus momentos. Por isso, é necessário que você e seu parceiro estejam sempre alinhados e de acordo com o máximo possível de questões que podem envolver um namoro.

Porém, como nem sempre isso é uma realidade nos envolvimentos amorosos, pode ser que algumas atitudes do seu namorado sejam prejudiciais, tanto para você quanto para o próprio relacionamento. Muitas vezes, identificar esses problemas pode ser, em um primeiro momento, mais difícil do que parece, já que muitas ações podem vir disfarçadas de “amor demais”.

Em outros, pode ser que o envolvimento seja tão grande que você apenas acabe se esquecendo de algumas coisas importantes tanto para você quanto para o seu parceiro e o seu namoro.

Para te ajudar a ter uma percepção melhor sobre o quanto um relacionamento pode alterar seus hábitos, confira uma lista de 12 coisas que você não deve deixar de fazer por exigência do seu namorado, ou mesmo em razão de algum costume que você tenha adquirido depois que vocês começaram a se relacionar.

1. Não se afaste dos seus amigos

No começo dos relacionamentos é muito comum que os novos casais desejem passar o máximo de tempo possível juntos. Muitas vezes, isso implica em um afastamento dos grupos sociais nos quais cada um está inserido ou mesmo dos amigos em comum. Apesar desse ser um comportamento natural e até inconsciente, é prudente evitá-lo, tanto para preservar as amizades quanto para garantir que o casal continue se relacionando com outras pessoas, o que é saudável.

Leia também: 10 sinais para identificar um homem controlador

Além de se tornar um relacionamento sufocante, as consequências do afastamento podem ir desde enjoar do seu companheiro devido à convivência muito exagerada até, em casos mais drásticos, acabar ficando sozinha depois de um possível término porque todos os seus amigos desistiram de tentar mantê-la por perto.

2. Não deixe de conhecer gente nova

Deixar de conviver com amigos também é uma maneira de dificultar o desenvolvimento de novos laços ou de simplesmente deixar de ter contato com novas pessoas. Ampliar o círculo social, não necessariamente trazendo os novos conhecidos para o seu convívio pessoal, é uma das formas mais fáceis e práticas de se ter novas experiências e conhecer mais do mundo, nem que seja apenas do ambiente ao seu redor.

Cada indivíduo traz consigo uma bagagem de vida diferente, cada um conheceu lugares e pessoas diferentes, cada um passou por um processo educativo único. As relações interpessoais são muito ricas por isso, por causa da troca de experiências e conhecimentos que proporcionam. Os benefícios disso podem ser usufruídos tanto individualmente quanto pelo casal por apresentar a ambos (mesmo que apenas você tenha tido contato com a nova pessoa e depois apenas conte ao seu companheiro sobre o que ouviu naquele dia) novos modelos de vida.

3. Não deixe de se conhecer melhor

A vida é um processo de auto-conhecimento. Há quem diga, inclusive, que quanto maior for o seu contato com você mesma, maior será sua paz interior. Conhecer apropriadamente o seu corpo e sua personalidade pode te poupar de várias situações indesejadas ou até mesmo de decepções.

Conhecendo-se bem você saberá quais são os seus limites e entenderá melhor o que te faz feliz, assim você também pode defender com maior propriedade os seus pontos de vista e criar maior auto-confiança, tanto em sua aparência quanto nas suas atitudes.

4. Não deixe de fazer o que você gosta

Foto: Getty Images

Foto: Getty Images

Seja por ciúme, para dar mais tempo ao namoro ou simplesmente porque ele pediu, é importante que você avalie se deixar de fazer o que você gosta vale mesmo a pena. Esse tipo de cobrança pode vir de várias formas, como para que você desista de algum hobbie ou pare de frequentar determinados lugares.

Caso você concorde com os motivos dele e resolva ceder, vale também se perguntar se não seria justo negociar para que ele também deixe de lado alguma coisa que gosta de fazer e te incomode. No entanto, é preciso ter muito cuidado para que esse jogo de negociações não seja prejudicial ao desenvolvimento individual de cada um de vocês, tanto em termos profissionais quanto pessoais.

5. Não mude sua aparência se você não quiser

Em um relacionamento, aceitar críticas é muito importante, mas também é necessário saber filtrá-las e até mesmo perceber quando os comentários do seu parceiro não são saudáveis para você. Lembre-se de que você não é obrigada a emagrecer porque ele quer ter uma namorada magra, nem alisar o cabelo porque ele não gosta de cachos, nem a deixar de usar acessórios porque ele não gosta que você se enfeite. Priorize os seus sentimentos, faça apenas as mudanças que desejar e não deixe que os pedidos de mudança dele abalem sua auto-estima.

6. Não deixe de se vestir como quiser

Relacionado às críticas, também é comum que os parceiros interfiram no jeito das suas namoradas se vestirem, porém dificilmente as considerações a esse respeito estão livres do sentimento de posse e do ciúme.

Se, no seu relacionamento, o pedido para que você troque as minissaias por calças é recorrente, converse com o seu namorado e explique que esse é o seu estilo e o seu modo de se vestir não muda o seu sentimento e respeito por ele.

7. Não abra mão da sua individualidade

Embora estar em um relacionamento signifique compartilhar, isso não quer dizer que você e seu companheiro precisam dividir, sempre, todos os minutos dos dias que vocês passam juntos. Você ainda pode sair com os seus amigos e deixar que ele saia com os amigos dele, assim como vocês também podem guardar seus próprios segredos — desde que não seja algo que coloque o namoro e a confiança de vocês em risco, lógico.

8. Não deixe que te limitem

Em relacionamentos tóxicos, pode acontecer de o parceiro fazer com que sua namorada ou esposa acredite que tudo que o casal viver juntos é um golpe de sorte, pois, na verdade, ela não seria merecedora da ótima companhia dele.

As atitudes do namorado ou marido que desencadeiam esse processo de manipulação — denominada também como gaslighting — são ardilosas e não são facilmente identificáveis. De um modo geral, isso pode se manifestar em falas que te inferiorizem ou façam com que você se questione e duvide de você mesma, o que pode vir a te atrapalhar a atingir objetivos profissionais ou a se sentir bonita, por exemplo.

9. Não deixe de viajar

Aproveitar uma oportunidade incrível, uma promoção de companhia aérea com amigas ou visitar um parente em outro estado: caso o seu namorado não possa te acompanhar ou a proposta de viagem não o inclua, converse com ele e não deixe aproveitar.

Por mais que vocês convivam bastante e compartilhem muitos momentos agora, ainda é possível passar algum tempo sem vê-lo pessoalmente. Se o problema for o fato de vocês não poderem viver mais essa aventura juntos, diga que você vai trazer muitas novas histórias para contar para ele e, se você gostar do destino, vocês poderão visitá-lo juntos em outra oportunidade.

10. Não desista dos seus sonhos

Foto: Getty Images

Foto: Getty Images

Acima de qualquer característica, é importante que um relacionamento seja repleto de companheirismo, o que envolve apoio mútuo. Por isso, não deixe que o pessimismo ou o pé no chão do seu parceiro funcione como um balde de água fria e não deixe de lutar pelo que você acredita que te fará feliz.

11. Não se traia

Assim como não é justo que você deixe de fazer o que gosta porque seu namorado pediu, também não é justo que você passe a fazer algo com o qual não concorda ou adote hábitos que não combinam com o seu estilo de vida para se adequar melhor ao seu parceiro.

Avalie sempre se o que você vai fazer não será motivo de arrependimento no futuro ou comprometerá sua saúde ou auto-estima. Parece até batido dizer isso, mas um conselho sempre válido é ressaltar que seu parceiro deve te aceitar do jeito que você é, e não como você poderia ser. Obviamente, não há nada de errado em tentar sempre ser uma pessoa cada vez melhor, no entanto essa é uma decisão que deve partir de você, que é quem deve ficar feliz com o resultado.

Logo, é fundamental para o relacionamento que cada um resguarde sua individualidade e não traia a si mesmo, nem permita que os outros tentem fazer de você alguém que você não é.

12. Não deixe de aproveitar o presente

As dicas apresentadas acima podem ser resumidas em um grande grupo: aproveite o agora, seja com o seu parceiro ou sozinha, mas, especialmente sozinha. Nunca abra mão de sua personalidade para agradar aos outros, principalmente se isso te incomodar. Respeite sua essência e priorize sua felicidade antes de pensar em como você deixar o seu namorado mais feliz. Embora seja clichê, é possível reafirmar ainda que só é possível ser feliz em um relacionamento quando a sua felicidade está garantida, assim como só é possível amar verdadeiramente alguém quando o amor maior é por você mesma.

Como as pessoas são muito diferentes umas das outras, é muito difícil listar padrões em relacionamentos, mas vale dizer que só merece o seu tempo e o seu carinho o parceiro que te amar por quem você realmente é e não com condições de mudanças. Caso você esteja se sentindo prejudicada, desvalorizada ou anulada no seu namoro, é importante conversar abertamente sobre isso e ponderar se realmente compensa insistir em um relacionamento tóxico. Lembrando sempre que sua felicidade própria vem em primeiro lugar.

Assuntos: Namoro, Relacionamentos

Dicas pela Web