11 séries lésbicas inspiradoras para se sentir representada

Escrito por                    
Atualizado em 23.06.22

iStock

Por
Atualizado em 23.06.22

Está procurando por séries lésbicas para acompanhar? Abaixo, você confere uma lista de narrativas que contam histórias de amor com uma pegada realista e sem estereótipos. Há opções de diferentes gêneros, como drama e comédia. Veja só:

Publicidade

1. Generation (2021)

Essa é uma série adolescente em que os jovens lidam com diversos dilemas, como relacionamentos, gravidez precoce e repressão familiar. Uma das personagens, Greta, se apaixona por uma colega de classe.

2. Feel Good (2020)

Mae Martin é uma humorista canadense que se mudou para Londres. Além de se adaptar à nova rotina, ela também precisa lidar com o alcoolismo e o vício em outras drogas. Durante toda essa turbulência, Mae começa um namoro e se esforça para ter um relacionamento saudável.

3. Seus Olhos (2020)

Inspirada em fatos reais, Seus Olhos é uma série brasileira roteirizada e dirigida por mulheres. A narrativa apresenta o intenso relacionamento entre Lia e Verônica. Em meio aos questionamentos e descobertas, é possível se emocionar com algumas cenas e garantir boas gargalhadas com outras.

4. The L Word: Generation Q (2019)

Dez anos após The L Word, a série lésbica que marcou gerações, os fãs ganharam uma continuação com Generation Q. As amigas Bette Porter, Alice Pieszecki e Shane McCutcheon vivem em Los Angeles e lidam com diversos desafios, tanto na vida amorosa quanto profissional.

5. Euphoria (2019)

Publicidade

Um grande sucesso, Euphoria é uma série que acompanha um grupo de adolescentes lidando com várias situações delicadas, entre elas dependência química e violência doméstica. Entretanto, no drama, também há espaço para paixões intensas, como a de Rue e Jules.

6. Gatunas (2019)

Essa série é original da Netflix e tem uma narrativa que gira em torno de Elodie, Tabitha e Moe, três adolescentes que se aproximam em reuniões anônimas de cleptomaníacas. A representatividade lésbica e o protagonismo feminino são duas características marcantes dessa produção.

7. Gentleman Jack (2019)

A protagonista dessa série, ambientada no século 19, Anne Lister, era uma mulher à frente de seu tempo. Com habilidades para os negócios, ela foi reconhecida como uma grande empreendedora em uma época em que as mulheres eram responsáveis apenas pelo lar. Defensora do casamento homoafetivo, viveu grandes amores com mulheres.

8. One Day at a Time (2017)

Essa sitcom acompanha a família de Penélope, uma mãe recém-divorciada, que cria os filhos com a ajuda da avó e de um amigo. Elena, uma das filhas, passa pelo processo de aceitação da sua sexualidade e ainda precisa lidar com o comportamento conservador de sua família.

9. Sense8 (2015)

Nessa série, criada pelas irmãs Wachowiski, de Matrix, um grupo de desconhecidos compartilha uma conexão e sofre perseguição por causa das habilidades especiais de cada um. Nomi, uma ativista política e hacker, é transexual e lésbica. Ao longo da trama misteriosa, é possível ver também a sua relação com sua namorada, Amanita.

10. Orange is the New Black (2013)

Publicidade

Inspirada na história real de Piper Chapman, essa série narra um trecho da vida da protagonista, que precisa cumprir 15 meses de reclusão. Ela foi presa após se envolver com tráfico de drogas para ajudar ex-namorada, Alex. O que Piper não esperava era encontrar Alex na prisão.

11. Glee (2009)

Para encerrar a lista, mais uma série que se passa no universo adolescente. Aqui, um grupo de estudantes faz parte do coral da escola. Além da representatividade lésbica, essa é uma boa pedida para quem gosta de musicais.

Após essa seleção de séries lésbicas, é só estourar a pipoca e maratonar! E se você quer mais opções do que assistir, confira uma lista de filmes LGBTQ+ para adicionar ao seu catálogo.