35 filmes com a temática LGBTQ+ que você precisa assistir

Escrito por Nicole Broetto

Foto: Reprodução / Globo Filmes

Os filmes de temática LGBTQ+ ganham cada vez mais seu espaço no meio cinematográfico, dando lugar à representatividade e ao respeito para todos os grupos de pessoas que esses filmes abrangem, tendo, portanto, importância fundamental no cinema.

Então para ficar por dentro do melhor que os filmes LGBTQ+ tem a oferecer, confira algumas excelentes seleções abaixo. Tem para todos os gostos, desde clássicos que revolucionaram as décadas passadas até os mais recentes e superinteressantes.

1. Hoje Eu Quero Voltar Sozinho (2014)

O filme brasileiro retrata a vida de Leonardo, um adolescente cego que busca sua independência com o apoio da melhor amiga, Giovana. Juntos, eles enfrentam o cotidiano da escola. Até que um dia aparece Gabriel, um novo aluno que se aproxima cada dia mais de Leonardo, despertando sentimentos confusos no garoto.

2. O Segredo de Brokeback Mountain (2005)

Leia também: 10 melhores filmes românticos da Netflix para te fazer chorar

Aclamado pela crítica e vencedor de 3 Oscars, a narrativa conta a história de Jack Twist e Ennis Del Mar, que passam a trabalhar juntos cuidando de ovelhas em Brokeback Mountain, um lugar isolado e cercado de natureza que favorece a aproximação dos dois. Mas logo a temporada de cuidado das ovelhas acaba e eles se veem obrigados a seguirem suas vidas separadamente, enfrentando as consequências disso.

3. Tomboy (2011)

Dirigido por Céline Sciamma, o longa mostra Laure, uma menina de dez anos que vive se mudando de casas devido ao trabalho do pai. Até que na nova cidade que chegam, Laure se aproxima de um grupo de crianças locais, apresentando-se como Mikael e ficando cada vez mais ligada aos amigos, o que dificulta contar a verdade sobre seu verdadeiro nome.

4. Amores Imaginários (2010)

Francis e Marie são melhores amigos. Mas suas vidas mudam de rumo quando conhecem Nicolas, um garoto que chama a atenção de todos por sua beleza e charme. Os três passam a sair juntos e tornam-se inseparáveis, e com isso aparecem turbulências dos sentimentos desenvolvidos dentro do trio.

Leia também: 20 receitas de pipoca doce para se deliciar assistindo filmes

5. Versos de Um Crime (2013)

A trama se desenvolve no cenário de 1950, quando Allen Ginsberg, Lucien Carr e Jack Kerouac começam a andar juntos, compondo um grupo de membros da geração Beat. A vida deles se transforma quando os rapazes são acusados de assassinato, o que faz eles reavaliarem sua relação.

6. A Garota Dinamarquesa (2015)

Baseado na história verdadeira de Einar Mogens Wegener, a primeira pessoa a se submeter a uma cirurgia de mudança de sexo. O filme foca na história da personagem em descoberta de sua verdadeira identidade e os problemas subsequentes disso numa sociedade conservadora do século XX. Você pode assisti-lo pela Netflix.

7. Carol (2015)

Leia também: 40 melhores filmes da Netflix que vão entrar pra sua lista de favoritos

Década de 1950, o filme exibe Rooney Mara no papel de Therese Belivet, uma lojista que sonha com a vida glamourosa de Nova York, algo que apenas se intensifica quando ela encontra Carol Aird, uma mulher casada que possui o dom da sedução. Therese chama sua atenção e as duas começam a se envolver intensamente.

8. Bent (1997)

A história se passa no contexto da Segunda Guerra Mundial, onde Max, que é homossexual, é retido pelo governo nazista e levado a um campo de concentração. Como forma de proteção ele se identifica como judeu ao invés de homossexual. Mas quando tudo parece perdido, Max passa a ter como companheiro Horts, um prisioneiro assumidamente gay.

9. Princesa Cyd (2017)

Louca para sair de perto do pai depressivo, a atleta Cyd Loughlin, de 16 anos, decide tirar as férias de verão para visitar sua tia em Chicago. Lá, ela se apaixona por uma garota da vizinhança, algo que a faz reavaliar suas perspectivas sobre a vida e o amor.

Leia também: 25 séries da Netflix que você precisa tirar um tempinho para ver

10. Tom Na Fazenda (2013)

Sublime e agoniante, o filme nos apresenta Tom, um jovem em luto pela morte recente do seu namorado. Em vista disso, ele decide ir visitar a família do parceiro. Ao ser recebido na fazenda dos familiares, Tom percebe que a mãe não sabia da sexualidade do filho, algo que se torna conflitante.

11. XXY (2007)

Ao nascer com características sexuais femininas e masculinas, Alex é uma criança que sofre constante perseguição dos médicos, que insistem em querer corrigir sua ambiguidade sexual. Discordando da cirurgia, os pais de Alex decidem mudar a família para um lugar mais afastado. Anos mais tarde tudo muda quando os pais recebem em casa dois amigos e com eles seu filho adolescente, que se torna a atração de Alex.

12. Moonlight: Sob a Luz do Luar (2016)

Vencedor do Oscar de melhor filme, Moonlight conta a trajetória de Black, desde a infância até a vida adulta. O rapaz enfrenta uma jornada de autoconhecimento em meio ao mundo das drogas e da violência de Miami. O jogo de cores e a fotografia são espetáculos a parte.

13. Pariah (2011)

A direção fica por conta de Dee Rees, uma mulher negra e lésbica que retrata bem a realidade de Alike, uma garota em conflito com a sua identidade sexual e sua autoestima. A menina esconde sua sexualidade da família para evitar ser motivo de decepção dos pais e deve enfrentar seu caminho de aceitação por conta própria.

14. Me Chame Pelo Seu Nome (2017)

Elio é um jovem que adora ler e tocar piano no pacato vilarejo onde vive, na Itália. O ritmo de sua família é ditado pela calmaria do local que eles moram, mas essa dinâmica muda quando Oliver, um professor, passa a viver na casa com eles temporariamente para ajudar o pai de Elio com os estudos. A presença de Oliver mexe com o garoto e faz ele descobrir sentimentos novos.

15. Monster: desejo assassino (2003)

Baseado na história da conhecida serial killer Aileen Wuornos, o longa trata de aspectos da vida da mulher. A narrativa mostra desde seu envolvimento com Selby Wall, por quem Aileen desenvolve sentimentos amorosos, até os crimes que ela passa a cometer depois de mais uma noite em meio à prostituição.

16. Saturday Church (2017)

Saturday Church, ao longo de uma hora e meia, descreve a vida de Ulysses, um jovem negro que luta com questões de gênero e religião. Até que um dia ele é introduzido ao mundo das fantasias e dos musicais para distrair-se da dura realidade e acaba descobrindo sua verdadeira identificação.

17. Those People (2015)

Glamouroso, Those People, também disponível na Netflix, é um drama romântico de Charlie, um jovem dividido entre seu atraente e manipulador melhor amigo, que vive uma vida de luxo, e um pianista estrangeiro que conquista seu coração com sutileza.

18. Desobediência (2018)

Ronit precisa voltar para sua cidade natal após o falecimento de seu pai. No retorno ela reencontra Esti Kuperman, a melhor amiga de infância por quem ela nutre uma paixão. Entretanto, a amiga é casada com o primo de Ronit, e enfrenta dúvidas sobre seu casamento e sobre a relação com a amiga.

19. Flores Raras (2013)

Ambientado no Rio de Janeiro dos anos 50, o filme conta a história do relacionamento entre a poeta norte‐americana Elizabeth Bishop e a arquiteta brasileira Lota de Macedo Soares. Elizabeth alcança o ápice de sua carreira no Brasil mas carrega receios sobre sua relação com a arquiteta. Para você não perder esse filmaço, assista ele pelo catálogo da Netflix.

20. Ninguém é Perfeito (1999)

Divertido e dramático, ao mesmo tempo, Ninguém é Perfeito retrata os enfrentamentos pessoais de Walter Joontz, um conservador que um dia sofre paralisia parcial do corpo ao ser golpeado enquanto tenta ajudar seus vizinhos. Procurando melhorar suas habilidades de fala, Walter busca a ajuda de Rusty, uma cantora drag queen, tendo que deixar de lado seus preconceitos para superar as dificuldades.

21. Garotos (2014)

Sieger é um atleta de 15 anos que tem uma rotina de treinos intensivos. O cotidiano muda quando um novo garoto entra para a equipe e passa a treinar ao lado de Sieger. Os dois se tornam grandes amigos e a amizade abre espaço para o desenvolvimento de uma relação mais profunda. O filme está disponível na Netflix.

22. Bad Girl (2016)

Rebelde, Amy é uma jovem de 17 anos que se aproxima cada vez mais de Chloe, uma garota da vizinhança que é vista como boa influência pelos pais de Amy. Entretanto, o drama se intensifica quando Amy descobre o segredo de Chloe, entrando em conflito consigo mesma por sua vida e pelo futuro de sua família.

23. Tangerina (2015)

Nas ruas cruéis de Los Angeles, Sin-Dee e Alexandra passam pelo cenário urbano em busca de vingança do namorado traidor e cafetão de uma delas e de sua amante.

24. Queda Livre (2013)

Marc Borgmann é um policial feliz com sua vida tranquila com a namorada e os amigos. Um novo membro da polícia, Kay Engel, aparece para treinar corrida ao lado de Marc, chamando a atenção do rapaz. Com a convivência, os dois acabam se envolvendo e Mark fica entre viver ao lado de sua namorada grávida ou passar mais tempo com Kay.

25. Laurence Anyways (2012)

Laurence, uma mulher transexual, decide aos 30 anos de idade revelar à sua namorada, Fred, a decisão de fazer a transição. Juntas, elas enfrentam barreiras para serem aceitas em meio a uma sociedade preconceituosa, tendo que seguir lutando lado a lado em busca do amor e da felicidade.

26. 120 Batimentos Por Minuto (2017)

Em meio a França dos anos 90, o grupo ativista Act Up intensifica seus esforços para conscientizar a sociedade a respeito da importância da prevenção e do tratamento da AIDS.
Nathan, novo membro do coletivo se impressiona com a dedicação do Act Up e principalmente de Sean, um dos participantes do grupo que enfrenta sérios problemas de saúde.

27. Meu Nome É Ray (2015)

Em catálogo na Netflix, o longa enfoca Ray, um adolescente transexual que decide iniciar o tratamento de transição hormonal. Sua mãe, Maggie inicia a procura pelo pai de Ray para que ele assine o consentimento legal para a mudança. A avó de Ray, uma idosa lésbica, encontra dificuldades para aceitar a transição.

28. Almas Gêmeas (1994)

Pauline Parker e Juliet Hulme se conhecem na escola e na hora acabam se tornando amigas inseparáveis. Unidas, elas sonhavam com fantasias de um mundo imaginário, esquecendo-se da realidade, ignorando as demais pessoas. Em contradição a isso, suas famílias se preocupam com a aproximação das duas e com as consequências das invenções delas.

29. O Monstro No Armário (2016)

Oscar é um adolescente criativo e impulsivo, que deseja fugir de sua cidade natal e com isso deixar as memórias da infância para trás. Mas de uma hora para outra, um acontecimento inexplicável muda a trajetória de sua vida e o faz abrir os olhos para quem ele realmente é.

30. Corpo Elétrico (2017)

Dirigido por Marcelo Caetano, um brasileiro de 34 anos, o filme usa como inspiração o poema “Eu Canto o Corpo Elétrico”, de Walt Whitman. Nele, Elias sonha com o mar, ainda mais a medida que o verão se aproxima. Porém, as responsabilidades aumentam em seu trabalho com a chegada do fim do ano. É em um desses turnos extras que o rapaz decide sair com os colegas de trabalho após o expediente e descobre um mundo totalmente novo.

31. Looping (2016)

Uma produção alemã de Leonie Krippendorff, o longa narra a relação entre três mulheres de idades diferentes, Leila, Ann e Frenja, que possuem uma ligação especial. Elas se encontram em uma clínica psiquiátrica e a partir daí suas histórias vão se desenrolando durante a trama.

32. Paris Is Burning (1990)

Um clássico, premiado e extremamente famoso do cinema queer. Paris Em Chamas explora a rotina dos Ballroons de Nova York dos anos 80. O filme conta com personagens LGBTQ de origem afrolatina e relata suas reflexões sobre esse meio, sendo pioneiro em mostrar a realidade crua misturada à cultura vibrante e criativa da cidade americana. Você pode encontrar o filme na Netflix.

33. Priscilla, a Rainha do Deserto (1994)

Terence, Hugo e Guy são três drag queens que protagonizam a trama. Elas viajam pela Austrália fazendo performances. Seu transporte é um ônibus depredado nomeado como “Priscila”. A trilha sonora é um sucesso só e repleta de clássicos pop, fazendo do filme entretenimento garantido.

34. Pride (2014)

Inspirado em uma história real, Pride narra o ano de 1984. Enquanto o Sindicato Nacional de Mineradores está em greve, um grupo de ativistas ingleses da comunidade LGBTQ+ se juntam para arrecadar dinheiro e ajudar as famílias dos grevistas. Com o passar do tempo, os dois grupos descobrem que juntos eles são mais fortes.

35. Direito de Amar (2009)

O drama é ambientado em Los Angeles, onde um professor de inglês, George Falconer, perde seu companheiro de longos anos em um acidente de carro. O luto não diminui com o tempo, o que faz George optar pelo suicídio. Ele começa então a colocar todos os seus negócios em ordem e fazer os preparativos antes de se matar.

Encontrou algum favorito na lista ou se encantou com títulos que nunca havia ouvido falar? Agora é só fazer a pipoca, apagar a luz e se preparar para uma maratona longa de filmes incríveis.

Dicas pela Web