6 passos importantes para tratar o piercing inflamado

Escrito por
Em 04.11.21

iStock

Por                                
Em 04.11.21

O piercing inflamado pode ocorrer quando há alguma alteração no processo de cicatrização. Normalmente, causa dor, inchaço, vermelhidão e pode ocorrer acúmulo de secreção. Para falar mais sobre o assunto, a dermatologista Dra Silvana Coghi (CRM 83078), do Hospital São Camilo, respondeu as principais dúvidas, orientou como identificar a inflamação e como tratar.

Publicidade

Como saber se o piercing inflamou?

De acordo com a dermatologista, “o piercing inflamado apresenta alguns sinais, como vermelhidão (eritema), inchaço (edema) e dor no local da pele ou mucosa que foi implantado.”

O que fazer quando o piercing inflama

iStock

Quando identificar o piercing inflamado, é importante adotar alguns passos conforme citados a seguir:

  • Higienize o local: a dermatologista citou a importância de manter a região perfurada higienizada. Então, a profissional indicou lavar bem o local com água e sabão para evitar o acúmulo de secreção.
  • Seque bem: outro cuidado importante é evitar que a região fique úmida, portanto, a Dra. Silvana orientou a “secar bem, além de usar toalha ou gaze, use o secador de cabelo, evitando que o local fique úmido.”
  • Use creme ou pomada: o uso de cremes ou pomadas podem ser indicado para conter a inflamação causadas por infecções bacterianas. “Pode-se usar creme ou pomada com antibiótico no local, de preferência combinado com corticosteroide, por 2 a 3 dias”, informou.
  • Uso de medicamentos orais: dependendo do grau de infamação ou infecção pode ser necessário administrar anti-inflamatórios ou antibióticos orais para aliviar a dor e inchaço. Porém, só um médico poderá avaliar o caso e prescrever estes medicamentos.
  • Evite o atrito: procure sempre usar roupas confortáveis e arejadas, pois o atrito pode causar dor e contribuir para piorar a inflamação. Além disso, evite dormir sobre o local da perfuração para não fricciona-lo.
  • Cuidados com a alimentação: a dermatologista informou que existem alimentos que podem dificultar a cicatrização. “Em geral, os alimentos ricos em açúcar como doces, carboidratos e bebidas alcoólicas são inflamatórios para o organismo como um todo e pioram a inflamação dificultando a cicatrização.”

É de extrema importância realizar a perfuração com um profissional habilitado e seguir as orientações passadas por ele. Dessa forma, poderá prevenir o piercing inflamado e a cicatrização ocorrerá mais rápido.

Quando devo procurar o médico

Em alguns casos, mesmo seguindo as orientações passadas acima, a inflamação continua. “Se não melhorar ou houver piora da inflamação, aumento da dor e saída de secreção no local, é necessário procurar um serviço médico.”

Mais dúvidas sobre o piercing inflamado esclarecidas pela profissional

iStock

Posso passar algum tipo de pomada?

Silvana Coghi (SC): “Sim, principalmente pomada de antibiótico combinada com corticoide.”

Publicidade

Quando o piercing inflama é necessário retirar?

SC: “Deve ser retirado se o tratamento local orientado não melhorar, ou se for avaliado pelo médico e utilizou antibiótico oral e anti-inflamatório sem melhora da inflamação e infecção.”

Pode passar álcool 70 no piercing inflamado?

SC: “O álcool 70 é um ótimo antisséptico, mas pode causar uma irritação (dermatite) e dor local importante.”

Que tipo de material causa menos inflamação ou alergia?

SC: “O material indicado são os biocompatíveis, como o aço inoxidável (exceto para os alérgicos ao níquel), titânio e o nióbio.”

Agora que você já sabe como identificar o piercing inflamado, é só seguir as orientações da dermatologista e caso não ocorra melhora, consulte um médico. Aproveite e confira ideias de piercing na orelha para se inspirar!

Este conteúdo foi útil para você?
SimNão