Harmonização facial: tudo sobre o procedimento que conquistou as mulheres

Escrito por
Em 30.09.19

iStock

A harmonização facial é um assunto que está em alta. Mas, por que? Se antes as mulheres recorriam aos bisturis para se sentirem ainda mais bonitas – seja para alterar o formato do nariz, queixo ou maxilar, por exemplo – hoje em dia elas têm acesso a uma opção menos dolorosa, não definitiva e com ótimos resultados.

Continua após o anúncio

O procedimento caiu no gosto das famosas e surpreende por modelar determinadas partes do rosto sem a necessidade de uma cirurgia, deixando as linhas faciais mais harmônicas e simétricas. Se você ficou interessada no assunto, continue a leitura! Aqui trazemos mais informações sobre a harmonização facial e o antes e depois de quem já aderiu à técnica.

O que é harmonização facial

De acordo com o cirurgião plástico e membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, Ronaldo Soares (CRM/SP: 147265), a harmonização facial é um procedimento injetável ou cirúrgico que visa equilibrar o rosto projetando ou minimizando as partes desejadas. Saiba quais:

  • Região dos olhos: abrir o olhar e minimizar as olheiras;
  • Região da testa: atenuar as rugas da testa;
  • Região dos lábios: sumir com o indesejável “bigode chinês”;
  • Região do queixo: dar volume ao queixo;
  • Região do pescoço: diminuir a papada;
  • Região do maxilar: destacar o maxilar.

Como visto acima, a harmonização facial abrange praticamente todo o rosto e tem a vantagem de não ser uma técnica tão invasiva como a cirurgia, além de assegurar uma recuperação rápida e menos dolorosa.

Leia também: 10 produtos de beleza antigos que ainda fazem muito sucesso

Como é feita a harmonização facial

iStock

O cirurgião dentista com referência internacional e especialista em harmonização facial, Thales Wilson Cardoso (CRO: 98.196), explica que, após a consulta, a harmonização facial é direcionada de acordo com as queixas da paciente. Ou seja, aquilo que a incomoda e que deseja ser melhorado. Soares completa: “para preenchimento e toxina botulínica precisamos aplicar um anestésico tópico antes do produto. Se for uma bichectomia, é necessário fazer alguns exames, já que se trata de uma cirurgia”. Abaixo, conheça as principais técnicas da harmonização facial:

  • Preenchimento facial: consiste na aplicação de ácido hialurônico na camada subcutânea para hidratar e devolver volume à pele. O preenchimento corrige os sulcos e ameniza o aspecto do bigode chinês, por exemplo;
  • Botox: a função da toxina butolínica é paralisar a região do músculo a fim de reduzir as linhas de expressão e suavizar as rugas;
  • Bioestimulação de colágeno: procedimento que pode ser feito tanto na face como no pescoço para tratar a flacidez da pele e estimular a produção de colágeno;
  • Rinomodelação: técnica realizada para remodelar a estética do nariz com o uso de substâncias preenchedoras, como o ácido hialurônico;
  • MMP Facial (Microinfusão de Medicamentos na Pele): é a aplicação de ativos na pele por meio de microagulhamento, indicada principalmente para o tratamento de cicatrizes de acnes e melasma;
  • Lifting: opção indicada para corrigir a flacidez por meio de incisões que remodelam o tecido e reposicionam a musculatura de uma região do rosto (pálpebras, mandíbula, nariz, testa e até mesmo pescoço);
  • Bichectomia: é a retirada de uma pequena quantidade de gordura das bochechas com anestesia local.

Todos as técnicas acima têm a finalidade de melhorar a estética facial conforme as escolhas da paciente, valorizando o rosto com traços balanceados e mais simétricos. Procedimentos como lentes de contato dental, clareamento e alinhadores transparentes, utilizados para melhorar o aspecto do sorriso, também entram na categoria da harmonização facial.

Quanto tempo dura

Soares explica que a toxina botulínica dura em torno de seis meses. Já o preenchimento com ácido hialurônico e bioestimuladores de colágeno, em torno de um ano a um ano e meio. Como a bichectomia é uma cirurgia, o retoque não é necessário.

Continua após o anúncio

Quando é indicado

Já Cardoso afirma que, depois dos 25 anos, a pessoa começa a sentir os efeitos do envelhecimento. O bigode chinês, por exemplo, pode dar sinais no rosto. Assim, “com 40 anos os efeitos estão visíveis e as pessoas buscam mais pela harmonização facial. O ideal seria começar antes, por volta dos 25 anos mesmo, com tratamentos mais leves, como a toxina botulínica. Em teoria qualquer pessoa pode fazer, mas precisa verificar se está bem de saúde e se não tem contraindicação sistêmica”, afirma Cardoso.

Contraindicações

  • Paciente com estado de saúde não apropriado: como explicou Cardoso, quem deseja fazer a harmonização facial precisa estar com a saúde em dia. Por isso é importante passar antes por uma consulta e realizar os exames recomendados pelo profissional qualificado;
  • Busca por resultados definitivos: se a paciente quiser uma mudança definitiva em alguma região do rosto, como o nariz, o ideal seria optar por uma rinoplastia, já que a harmonização oferece resultados temporários;
  • Grávidas e lactantes: a harmonização facial é contraindicada para mulheres que estão grávidas ou ainda estão amamentando;
  • Pessoas com doenças autoimunes: o procedimento também é contraindicado para pacientes portadoras de doenças autoimunes ou que tomam imunossupressores.

Infecções locais, transtorno generalizado da atividade neuromuscular, imunização à toxina butolínica e reações alérgicas também são fatores contraindicativos. É importante ressaltar que, para garantir os melhores resultados, o procedimento deve ser feito por um profissional qualificado: cirurgiões-dentistas, médicos dermatologistas ou cirurgiões plásticos.

Leia também: 11 vitaminas poderosas para uma pele saudável e bonita

Cuidados

iStock

Soares e Cardoso afirmam que o período de repouso é indispensável após a realização da harmonização facial, sendo ideal um descanso de dois a três dias. Deve-se evitar também a exposição ao sol, a prática de atividades físicas e movimentos bruscos na região facial.

Quanto custa

Dependendo do procedimento realizado, a harmonização facial pode variar de R$ 1.500 reais a R$ 20.000 reais.

Experiência de quem já fez harmonização facial

Separamos para você alguns depoimentos de quem já fez a harmonização facial. Além de informações gerais, você confere ainda as mudanças que a técnica pode promover no rosto.

Harmonização facial: quanto custa? dói muito? faz mal?

A Ana decidiu fazer a harmonização facial para definir o contorno do rosto. Ela conta como foi a sua experiência com o procedimento e mais detalhes sobre preço e áreas de aplicação do ácido hialurônico.

Leia também: 16 razões para começar a usar água termal agora mesmo

Continua após o anúncio

Preenchimento com ácido hialurônico: olheiras, queixo, nariz e mandíbula

As olheiras profundas eram as principais queixas da Ana e, por isso, ela optou pelo preenchimento dessas regiões com ácido hialurônico. A substância foi aplicada também em outras áreas, o que resultou em uma face mais simétrica e naturalmente contornada.

Harmonização facial: preenchimento labial, botox e bichectomia

No vídeo, a Lindsay explica a diferença entre procedimentos estéticos e cirurgias plásticas. A youtuber mostra ainda o antes e depois da harmonização facial e os efeitos específicos da aplicação da toxina butolínica e do ácido hialurônico no rosto.

Com um panorama geral sobre a harmonização facial, é possível ver os ganhos que o procedimento pode trazer para a autoestima feminina. Lembrando que o objetivo das técnicas não é criar um “rosto novo”, mas sim promover intervenções discretas que realcem a beleza natural de cada pessoa.

Leia também: 3 máscaras caseiras incríveis para rejuvenescer a pele

10 fotos de antes e depois do procedimento

Veja a seguir os “milagres” que a harmonização facial pode promover no rosto. Separamos 10 fotos para você analisar os resultados do procedimento:

1. A harmonização facial é ideal para quem quer ter um rosto definido

2. Com contornos mais harmônicos e simétricos

3. Que suavizam as linhas faciais de maneira sutil

Karine Braga

Continua após o anúncio

4. O procedimento ajuda a acabar com a “papada”

5. E faz com que os queixos retraídos ganhem destaque

6. Deixando até mesmo o pescoço mais alongado

7. A harmonização facial permite ainda a remodelação do nariz

8. Com pequenas mudanças que fazem toda a diferença

9. A técnica também é perfeita para quem quer ter lábios mais carnudos

10. Ou apenas levemente preenchidos

Viu só como o é possível modificar diversas partes do rosto com a harmonização facial? Agora que você já sabe tudo sobre o procedimento, entenda um pouco mais sobre a função e os efeitos do ácido hialurônico, substância da qual falamos bastante por aqui e que é uma das grandes apostas do mercado da estética.

Para você