Dicas de Mulher Dicas de Beleza

Descolorir pelos é simples e eficaz mas exige cuidados básicos

A mistura de água oxigenada e pó descolorante é a mais utilizada e não costuma oferecer riscos desde que seja feita uma prova de toque na pele antes

em 06/01/2016

Foto: Getty Images

Foto: Getty Images

Para algumas mulheres, os pelos escuros, especialmente quando em grandes quantidades e em partes do corpo bastante visíveis, são um incômodo. Por isso, o método de descolori-los é bastante utilizado há tempos. É indicado, aliás, tanto para quem sofre só de pensar em fazer depilação para remover pelinhos da região dos braços, barriga e coxas, como para quem gosta de exibir pelos mais douradinhos, principalmente no verão.

A descoloração costuma ser feita de maneira simples, mas, de toda forma, requer cuidados especiais para não trazer consequências negativas à pele e para causar um efeito que realmente agrade.

Vale destacar que a descoloração do pelo (feita, basicamente, com água oxigenada e pó descolorante) não é permanente e o tempo que ela durará varia muito de pessoa para pessoa, durante em torno de um mês.

Os pelos podem ser descoloridos no salão de beleza/clínica estética ou ainda, em casa – desde que, neste caso, os cuidados sejam redobrados.

As principais vantagens da descolaração são que este é um método barato, rápido e indolor.

4 métodos que você pode usar

Confira abaixo as principais maneiras utilizadas para descolorir os pelos:

1. Água oxigenada

Lívia Lemos, esteticista (do Rio de Janeiro), comenta que este método consiste em aplicar um pouco de água oxigenada e expor-se por alguns minutos ao sol. “Não é, porém, um método que dê certo para todas as pessoas. Algumas mulheres comentam que sem o pó descolorante o pelo não clareia. Ou seja, vai muito da cor do pelo da pessoa. Além disso, é fundamental utilizar a água oxigenada e se expor ao sol por alguns minutos somente se tiver a certeza de que não tem alergia ao produto”, diz.

Marta Ferreira, esteticista do Walter’s Coiffeur, destaca que, para descolorir os pelos somente com água oxigenada, é necessário utilizar um creme à base de parafina antes, “que é extremamente importante para a proteção da pele, e uma água oxigenada de volume 40”.

A água oxigenada pode ser utilizada nos pelos dos braços, pernas e barriga. Nunca a utilize na face.

2. Pós descolorantes

Eles são encontrados facilmente em farmácias e, acrescidos da água oxigenada, são a maneira mais conhecida e garantida de descolorir os pelos.

Marta explica que é preciso colocar o pó descolorante junto da água oxigenada (geralmente 10 volumes) e lembrar sempre de proteger a pele antes (com um creme à base de parafina, por exemplo).

Num recipiente coloque a quantidade suficiente de água oxigenada (levando em conta as partes do corpo que pretende descolorir) e, em seguida, coloque o pó descolorante. Siga sempre as orientações dispostas na embalagem do produto. Com ajuda de uma espátula, misture bem os dois componentes até ficar homogêneo.

Você pode aplicar o produto com a própria espátula ou com as mãos usando luvas (tomando cuidado para não levá-las ao rosto, manchar a roupa etc.) ou ainda, com aqueles pincéis sintéticos de pintar o cabelo (que você também encontra com facilidade em qualquer farmácia).

Deixe a mistura por cerca de 15 minutos (não devendo passar de 45 minutos) nos pelos, ou, simplesmente, até ver que seus pelos estão bem clarinhos. Depois é só retirar com água morna e lavar com sabão neutro e, preferencialmente, aplicar um hidratante na pele posteriormente.

Vale lembrar que é fundamental realizar a prova de toque antes, para ter certeza se não há alergia ao produto. Para isso, basta aplicar o produto em uma pequena área de seu corpo e esperar pelo menos 20 minutos para checar se não houve qualquer reação.

Além disso, nunca use água oxigenada acima de 10 volumes na pele sem proteção.

A mistura com pó descolorante costuma ser utilizada nos pelos dos braços, pernas e barriga. Nunca utilize na face.

3. Banho de lua

Banho de lua ou banho dourado é o nome dado à técnica mais “completa” de se descolorir os pelos com a mistura de água oxigenada e pó descolorante. Geralmente é feito em salões de beleza, mas é possível encontrar nas farmácias também “kits de banho de lua”.

Marília Barboni Luz, fisioterapeuta da L&L Espaço Vida ao Corpo de São Paulo, explica que, no banho de lua, é feita, primeiramente, uma esfoliação. “Depois, passamos parafina utilizada para evitar que o descolorante venha a causar coceira ou pinicação na pele.”

“Por cima da parafina passamos a mistura feita de água oxigenada com pó descolorante e passamos na região que desejamos clarear os pelos. Aguardamos cerca de 15 a 20 minutos (ou até que os pelos estejam claros). Retiramos o excesso da mistura com uma espátula e limpamos a pele com pano úmido em água com sais de banho, (ou o cliente toma um banho e retira tudo). Ao retirar todo o descolorante, finalizamos o procedimento passando um creme hidratante”, explica Marília.

O banho de lua costuma ser feito nos braços, pernas e barriga.

4. Chá de camomila

Você já deve ter ouvido falar que chá de camomila ajuda a clarear os cabelos. Pois bem, há quem o utilize também para clarear os pelos da barriga, pernas ou braços. A camomila é facilmente encontrada in natura ou em sachês (já prontos para preparar o chá).

Vale reforçar, porém, que o método é bem demorado e em algumas pessoas pode nem oferecer resultados. Aplique o chá na região desejada e espere cerca de uma hora. Depois, basta lavar a pele com água.

“A camomila não descolore, apenas clareia os pelos que já têm tendência a ser claros. Sendo assim, a substância é ineficaz em pelos mais escuros”, destaca Marta.

O chá de camomila pode ser aplicado nos pelos das pernas, braços e barriga na tentativa de clareá-los, e até mesmo nas sobrancelhas (desde que seja tomado os devidos cuidados com os olhos).

Principais cuidados e dicas para descolorir os pelos

Foto: Getty Images

Foto: Getty Images

É importante tomar alguns cuidados para evitar que o procedimento seja prejudicial à sua pele, confira:

Cuidado com reações da pele

Descolorir os pelos com água oxigenada e pó descolorante trata-se de um procedimento químico e pode acabar causando alergias, coceiras e irritações em algumas pessoas. Por isso, nunca faça a descoloração sem antes fazer a prova de toque: basta aplicar o produto em uma pequena área do corpo e esperar pelo menos 20 minutos para checar se não houve nenhuma reação.

“Pode haver um processo alérgico muito forte caso não seja feito o teste de pele antes da descoloração”, lembra Marta.

Passe o produto delicadamente

“A aplicação do produto para descolorir pode ser feita com um pincel daqueles usados para tingir o cabelo, por exemplo, mas faça isso delicadamente e não esfregue muito a região, porque a pele já estará sensibilizada principalmente se tiver sido feita a esfoliação antes”, alerta Lívia.

Cuidado extra no caso de gestantes

No caso das gestantes, os cuidados devem ser redobrados. “Fica a critério do médico se ela pode ou não descolorir os pelos, pois este já conhece o histórico da paciente. Eu, particularmente, não realizo este tipo de procedimento sabendo que a sensibilidade da mulher grávida tende a aumentar durante a gestação”, destaca a esteticista Marta.

Atenção a machucados e com determinadas partes do corpo

“Se a pessoa tem algum machucado na pele, não deve descolorir os pelos! Não se deve fazer o procedimento sobre uma ferida aberta, mesmo fazendo o uso do creme à base de parafina antes da descoloração”, orienta Marta.

Os produtos descolorantes são abrasivos; então, nem pense em descolorir regiões com mucosas (como o buço ou as partes íntimas). Além disso, tome sempre cuidado para não levar (sem querer) o produto até os olhos ou boca. Crianças também não devem descolorir os pelos.

Tome cuidado ainda ao abrir o pacotinho do pó descolorante, pois, se você aspirá-lo, pode causar irritações no nariz.

Fique de olho no tom que quer deixar os pelos

Mulheres de pele escura também podem descolorir os pelos sem problemas, de acordo com Marta. O único cuidado está em “dosar” o tempo que ficará com o produto na pele para escolher o tom que ficará o pelo. Quanto mais tempo deixar o descolorante agindo, mais claro ficará o pelo. E essa dica vale para todas as mulheres, independentemente do tom da pele. É tudo uma questão de gosto, conforme lembra Lívia.

Não ligue para os mitos

Marta destaca que é mito dizer que o pelo engrossa quando a pessoa o descolore. “Ele não engrossa em absolutamente nada. Outro mito muito comum a este tipo de procedimento é o de que o pelo nasce mais preto e em maior quantidade. Isso também não passa de uma sensação, pois a verdade é que o pelo, ainda que escuro, não nasce com a mesma tonalidade de antes”, diz a esteticista.

Use produtos de confiança

Uma dica valiosa é utilizar somente produtos dermatologicamente testados e nunca ultrapassar o limite do tempo de uso indicado na embalagem.

Algumas pessoas optam por descolorir os pelos com a “ajuda” do sol, esse hábito, porém, gera controvérsias. Há profissionais que são contra pois isso pode agredir a pele duplamente: com a química e com os raios solares. Por isso, de preferência, faça a descoloração com banho de lua num salão de sua confiança ou em casa e evite a exposição desnecessária ao sol. Afinal, os pós descolorantes independem da exposição ao sol.

Descolorantes: onde comprar

Confira na galeria abaixo exemplos de descolorantes. Muitos são vendidos como produto para descolorir os cabelos, mas usados popularmente (e com mais segurança) para descolorir os pelos. Certifique-se sempre de não ter alegria ao produto escolhido e siga as instruções da embalagem.

Cuidados após a descoloração

Além dos cuidados fundamentais antes e durante o procedimento, é importante cuidar da pele depois de descolorir os pelos. Mas isso é muito simples:

  • Retire totalmente o produto da pele com água e sabão neutro;
  • Mantenha a pele super-hidratada. “A descoloração é um processo químico extremamente agressivo, então é preciso cuidar bem e ter um carinho com a pele. Um bom hidratante à base de ureia é o que eu sempre recomendo”, finaliza a esteticista Marta.

Marília ressalta que, se o produto descolorante for bem retirado da pele, não há problema pegar sol posteriormente à descoloração.

Comentários
Dicas relacionadas