7 vantagens da depilação com cera para uma remoção eficaz dos pelos

Escrito por
Em 23.06.21

iStock

Por                                
Em 23.06.21

A depilação com cera é famosa por sua durabilidade e por remover vários pelos ao mesmo tempo. No entanto, existem dúvidas sobre o tema e algumas pessoas podem ficar com receio da dor. Confira a seguir a explicação do dermatologista Rafael Soares (CRM 128012/RQE 88900) sobre o assunto.

Publicidade

Por que fazer depilação com cera?

A depilação com cera é rápida e prática. Por isso, ela é muito procurada nos salões de beleza. Veja as vantagens desse método que foram listadas pelo dermatologista Rafael:

7 vantagens da depilação com cera

  1. Evita risco de contaminações: o profissional explicou que após o procedimento, o material utilizado e a cera são descartados no lixo. Assim, é possível “diminuir o risco de contaminações que possam ter na pele”.
  2. Durabilidade: a depilação com cera possui a melhor durabilidade quando comparado aos outros métodos de depilação. “A pessoa fica sem pelos por mais tempo do que usando a lâmina”, completou Rafael.
  3. Não precisa de preparação específica: o profissional explicou que para realizar o procedimento “não é necessário fazer nada antes de fazer a depilação”, ou seja, não precisa raspar os pelos antes da sessão como na depilação a laser.
  4. Procedimento rápido: a cera pode assustar algumas pessoas por conta da dor, mas a remoção é bem rápida. Segundo Rafael, “apesar de ser um pouco doloroso, como é muito rápido, acaba compensando a questão da dor”.
  5. Depilação eficaz: o dermatologista contou que após a aplicação da cera “todos os pelos da área em que ela foi aplicada, saem ao mesmo tempo”, tonando a remoção dos pelos rápida e eficaz.
  6. Depilação de grandes áreas: por ser um procedimento rápido, é possível realizar a “depilação em grandes áreas em uma única sessão no mesmo dia”, complementou Rafael.
  7. Uso de cera orgânica: para quem prefere usar produtos mais naturais e menos tóxicos ao meio ambiente, esse método permite o uso de cera orgânica. Para o profissional, “além de benéfica para o corpo, a cera orgânica não gera problemas para o ambiente, como o lixo tóxico, após o uso”.

O dermatologista ressaltou que a depilação com cera não clareia a pele. “Pelo contrário, pelo trauma, se a pessoa tomar sol e tiver tendência a desenvolver manchas, essas podem até piorar”. Por isso é importante cuidar bem da pele após a depilação.

O que fazer após a depilação com cera

Segundo Rafael, após a depilação com cera é muito importante hidratar a acalmar a pele. Para isso, ele não recomenda o uso de cremes oleosos porque eles podem favorecer o desenvolvimento de “foliculite nas áreas de onde saíram os pelos”. Então, escolha cremes mais leves com bom poder de hidratação.

Por fim, o dermatologista deu uma dica caseira: “uma boa opção é fazer chá de camomila gelado e usar o próprio saquinho do chá para fazer a aplicação na área depilada para aliviar aquele desconforto que fica por 24h a 48h”.

Quando fazer a depilação com cera

Não existe um momento certo, basta você se sentir à vontade e querer se depilar. O único detalhe é que os pelos estejam compridos para conseguir fazer a remoção com a cera. O dermatologista Rafael explicou que a depilação com cera pode ser uma alternativa para “as pessoas que possuem alergia a metais” porque o uso contínuo da lâmina prejudica a área depilada.

Como fazer depilação com cera em casa

O dermatologista Rafael não recomenda fazer a depilação com cera quente em casa, porque o procedimento pode ser perigoso. Porém, citou um breve passo-a-passo para utilizar a ceras de micro-ondas ou fria que são encontradas em farmácias ou perfumarias e próprias para uso domiciliar:

    Esquente a cera no micro-ondas: siga o tempo indicado na embalagem. Caso esteja usando a cera fria, pule essa etapa;

    Aplique o produto na pele: use a espátula para espalhar o produto na área a ser depilada;

    Publicidade

    Coloque o papel de seda por cima: ele será usado para fazer o arrancamento dos pelos;

    Puxe o papel de seda: faça isso sempre no sentido contrário do crescimento dos pelos e de uma vez só.

Porém, Rafael ressaltou a importância de realizar o procedimento com um profissional habilitado: “a cera possui um tempo exato para ser removida da pele”. Caso a cera fique muito tempo em contato com a pele, ela ressaca e gruda demais, dificultando a depilação, arrancando alguns “fragmentos da pele e machucando. Além disso, se a cera é aplicada em uma temperatura muito alta, pode queimar”.

Cera quente X Cera fria

Para Rafael as principais diferenças são que a cera quente possui melhor aderência na pele e eficácia quando comparado a cera fria. Porém, como mencionado anteriormente, ele recomenda a depilação com cera quente apenas com um profissional especializado. Enquanto a cera fria, “seria mais para uso domiciliar, pois, não tem os riscos de queimadura como acontece com a cera quente”, complementou o dermatologista.

Contraindicações da depilação com cera

Veja a seguir algumas contraindicações para o uso da depilação com cera explicadas pelo profissional:

    Sinais ou pintas na pele: a depilação pode favorecer o desenvolvimento de algumas manchas ou pintas na pele, pois “ao puxar a cera, o trauma pode causar algum problema na região”.

    Flacidez na pele: a remoção de pelos com a cera pode deixar a pele mais flácida “por conta do trauma de ficar esticando a pele durante a remoção dos pelos”. Por isso, Rafael ressaltou: “se houver muita flacidez, a depilação com cera deve ser evitada”.

    Alergia a ceras: algumas ceras podem causar uma “coceira e irritação na pele” e devem ser evitadas porque podem “deixar a área sensível”. Então, é importante conferir a composição do produto utilizado.

    Tendência a foliculite: segundo o profissional, as “pessoas com tendência ao desenvolvimento de muita foliculite não devem se depilar com cera”.

    Sensibilidade à dor: Rafael não recomenda o procedimento para “pessoas mais sensíveis à dor” porque o ato de arrancar os pelos com a cera pode ser muito doloroso para essas pessoas.

    Publicidade

Agora você conhece mais detalhes da depilação com cera, avalie se ela é o melhor método para você. Mas lembre-se de sempre procurar um profissional especializado. E para continuar aprendendo sobre o assunto, conheça diferentes tipos de depilação íntima

Assuntos: Corpo, Depilação, Pele