Depilação de buço: vantagens e contraindicações de cada método

Escrito por
Em 17.07.20

iStock

Ao realizar a depilação de buço, é importante escolher a melhor técnica e ter alguns cuidados antes e depois do procedimento, para não causar irritações na pele. Selecionamos os principais métodos e conversamos com a dermatologista Caroline Aguiar (RQE 84833), que citou as vantagens e contraindicações de cada um deles. Confira!

Continua após o anúncio

Índice do conteúdo:

7 tipos de depilação de buço

Vamos falar sobre os tipos de depilação de buço mais comuns, suas vantagens e contraindicações para te ajudar a escolher o melhor para você! Veja só:

Depilação de buço com cera quente

iStock

A depilação com cera quente arranca o pelo pela raiz, “retarda” o crescimento e deixa a pele mais lisinha. Entretanto, a dermatologista alerta que “existe o risco da cera grudar demais na camada mais superficial da pele e arrancá-la, deixando-a muito ressecada, ou até, em casos mais raros, formar feridas. Também pode causar queimaduras, pela alta temperatura da cera, e infecções na pele, caso o produto seja reutilizado.”

Depilação de buço com cera morna

iStock

A cera morna é produzida com ingredientes naturais à base de cera de abelhas. A aplicação é feita com a temperatura mais agradável para a pele, tornando o procedimento mais eficaz, menos dolorido e com menor probabilidade de causar manchas.

Depilação de buço com cera fria

iStock

A cera fria é aplicada em temperatura ambiente usando uma fita adesiva, arranca os pelos mais superficialmente e costuma causar mais dor e irritação. É mais indicada para pessoas com pele morena, sensível e com tendência a manchas.

Depilação de buço com creme depilatório

iStock

Continua após o anúncio

O creme é mais prático e indolor, porém o crescimento do pelo é bem mais rápido. Além disso, pode haver dermatites pelos componentes químicos do produto, e gestantes não podem usar esse método.

Depilação de buço a laser

iStock

A grande vantagem do método é que destrói o pelo, sendo, na maioria dos casos, irreversível. “Então, a paciente se livra de vez dos pelos indesejados, entretanto há riscos de queimaduras, pigmentação no local e gestantes não fazer esse procedimento”, alerta Caroline.

Depilação de buço com linha

iStock

Assim como a cera, a depilação com linha também arranca o pelo pela raiz e “retarda” o seu crescimento. É um método mais higiênico e com menor chance de arrancar a barreira cutânea, pois não gruda na pele como a cera e retira os pelos mais finos. No entanto, como nos demais procedimentos, também existe risco de dermatites e pigmentação no local, além de cortes na pele ocasionados pela linha.

Depilação de buço com pinça

iStock

A depilação com a pinça é prática e retira o pelo pela raiz. Porém, é indicada para pessoas com pouco pelo, pois a pinça não garante uma depilação 100% perfeita. Esse método costuma ser demorado, dolorido e, muitas vezes, não arranca os pelos mais finos.

A dermatologista enfatiza que qualquer método pode gerar pigmentação pós-inflamatória ou foliculites. Pacientes em uso de ácidos, com quadro de dermatites ou infecções ativas no local não devem realizar o procedimento.

Cuidados importantes com a depilação de buço

Saiba quais são os principais cuidados, antes e após a depilação, para prevenir irritações, reações alérgicas e manchas na pele:

Prepare a pele antes da depilação: antes de realizar o procedimento, higienize a região com água e sabonete hidratante para pele sensível. Também evite limpar a pele com produtos à base de álcool, pois podem irritar ainda mais a pele.

Continua após o anúncio

Cuidados após a depilação: “evite exposição solar direta nas próximas 24 horas, utilize protetor solar a cada 2 horas, cremes hidratantes restauradores da barreira cutânea e água termal no local”, orienta a dermatologista.

Evite foliculite: a preparação da pele é fundamental para evitar irritações na pele e prevenir a foliculite. Portanto, limpe bem a pele antes da depilação e não use produtos com álcool, parabenos ou fragrância em sua composição. Para aliviar e acalmar a pele, use produtos com princípios ativos calmantes.

Evite manchas: dependendo da forma ou intensidade de realização do procedimento, pessoas alérgicas e com a pele mais sensível podem ter uma reação inflamatória na pele e gerar manchas (hiperpigmentação pós-inflamatória). Para evitá-las, é importante seguir as recomendações de preparação da pele e os cuidados após a depilação, que foram mencionadas nos tópicos anteriores.

Vale ressaltar a importância de procurar um(a) dermatologista, caso apresente quadro de foliculite ou manchas na pele.

Experiências com depilação de buço

Os vídeos abaixo mostram experiências na prática com alguns tipos de depilação e dicas importantes para cada método. Acompanhe!

Dicas de depilação com creme depilatório

Para evitar irritação, é importante preparar a pele antes de usar o creme depilatório. Nesse vídeo, você acompanha dicas de esfoliação, limpeza, como aplicar e hidratar a pele após o uso do produto.

Depilação em casa com linha

Nesse vídeo, você aprenderá a depilar o buço sozinha usando linha. Essa técnica arranca os fios pela raiz e é muito prática e higiênica. Confira!

Depilação com cera roll-on

Continua após o anúncio

A vlogueira Priscila Carvalho mostra o passo a passo desse tipo de depilação. Ela ensina como preparar a cera, limpar a pele e realizar o procedimento. Vale a pena conferir!

As vantagens da depilação são muitas, mas é necessário estar atenta às contraindicações, principalmente nos casos de alergia aos componentes dos produtos que você estiver usando. Aproveite e saiba mais sobre os riscos de usar cera depilatória reutilizada e evite danos à sua pele.

Assuntos: Pele