Unhas descamando: saiba como identificar sinais de doenças

Escrito por
Em 31.05.19

iStock

Notar que está com as unhas descamando, fracas e quebradiças costuma ser uma preocupação não somente por questões estéticas, mas, sobretudo, pelo fato de as unhas darem importantes pistas sobre a saúde. Em muitos casos, a descamação das unhas é proveniente de hábitos do dia a dia, como usar esmaltes sem intervalos, mas também pode ser sintoma de algumas doenças, como hipotireoidismo ou anemia.

Continua após o anúncio

Mas não adianta olhar para as unhas e se desesperar! A recomendação é procurar um dermatologista, que poderá diagnosticar se existe ou não alguma alteração importante na saúde. Conheça abaixo prováveis causas das unhas estarem descamando e esclareça suas dúvidas sobre o tema.

Principais causas das unhas descamando

Unhas descamando podem ser sinais de um quadro simples (alergia, por exemplo) ou de doenças mais importantes. Confira abaixo as possíveis causas:

Falta de vitaminas

Sara Bragança (CRM: 52.64654-7), médica pós-graduada em Dermatologia, membro da Sociedade Brasileira de Medicina Estética, comenta que a falta de vitaminas proveniente de uma alimentação inadequada (ou ainda, de dietas restritivas prolongadas) é a principal causa da descamação das unhas.

Leia também: 40 unhas decoradas vermelhas que são sexy e elegantes

O que acontece é que faltam vitaminas D, B e/ou A. Com isso, o corpo fica escasso de substâncias para a produção da queratina, que é o principal componente da unha, explica a dermatologista.

Nesses casos, o tratamento prevê, em geral, consumir alimentos que contenham essas substâncias e pode ser necessário suplementar, mas isso deve ser feito sempre com orientação do médico responsável.

Anemia

Na anemia, faltam glóbulos vermelhos no corpo, o que gera redução do fluxo de oxigênio para os órgãos. Entre outros sintomas, a anemia causa alterações nas unhas, que podem ficar descamadas, secas e quebradiças.

Hipotireoidismo

No hipotireoidismo, a glândula tireoide não produz a quantidade suficiente de hormônios, ocorrendo a diminuição do metabolismo e dificultando o transporte dos nutrientes para as unhas. Dessa forma, elas tendem a ficar descamando, fracas e quebradiças.

Continua após o anúncio

Hábitos e cuidados

Ficar muito tempo com as mãos na água (quando se lava muita louça, por exemplo), mexer constantemente com produtos de limpeza fortes sem usar luva, algum tipo de trauma nas unhas também são possíveis causas para a descamação, assim como alergias de contato.

Leia também: 5 coisas que você deve fazer para ter unhas longas e fortes

Você já ouviu falar em unhas de fibra? Descubra como muitas mulheres estão lucrando com as famosas unhas de fibra, conquistando uma grande clientela e aumentando sua renda familiar com o curso de unhas de fibra.Essa técnica virou febre nos EUA e agora chega ao Brasil fazendo muito sucesso. Quero aprender a fazer unhas de fibra agora

Em alguns casos, o problema pode estar exatamente no momento de “cuidar das unhas”. Usar acetona, passar esmaltes de baixa qualidade, colocar unhas postiças, lixar exageradamente, não dar intervalo e/ou ficar muito tempo sem trocar o esmalte são medidas que podem afetar as unhas tornando-as descamadas.

“O esmalte deve ser renovado no máximo a cada sete dias e, no intervalo, a unha deve permanecer sem esmalte por um a dois dias”, comenta a dermatologista. Outro problema é o processo de colocar unhas postiças, que pede que a unha seja lixada em toda sua superfície. Isso ocasiona perda de várias camadas naturais da unha, que tende a ficar descamando até sua recuperação total.

Estresse

O estresse traz diversas consequências ao organismo pois mobiliza diferentes homônimos. Entre tais consequências, pode gerar alterações nas unhas, deixando-as mais fracas e descamadas.

Psoríase

Psoríase é uma doença inflamatória crônica que acomete a pele e que pode acometer também as unhas das mãos e/ou dos pés, deixando-as descamadas, sem cor, com manchas e/ou depressões.

As causas para unhas descamando são as mais variadas possíveis, podendo ser de origem interna ou externa. O ideal é fugir das suposições e buscar ajudar médica tão logo notar esse sinal.

Leia também: 5 remédios caseiros para combater os fungos nas unhas

Dermatologista esclarece dúvidas sobre unhas descamando

iStock

Como é o tratamento? Unha descamando na gravidez é um sintoma normal? Essas são algumas dúvidas comuns relacionadas ao tema. Confira o esclarecimento para as principais:

Continua após o anúncio

Unhas descamando podem ser sinal de doença?

Sim, as unhas descamando podem estar associadas a doenças, como, por exemplo, onicomicose (micose de unha), alergias, hipotireoidismo, psoríase, hipovitaminose, entre outras, ressalta Sara. Porém, as unhas descamando podem também ter causas mais simples, associadas a hábitos do dia a dia.

O que pode significar unhas descamando durante a gravidez?

Essa pode ser uma alteração proveniente da ação hormonal típica da gravidez, mas não é uma regra. Ou seja, algumas mulheres podem notar unhas descamando e quebrando mais facilmente, enquanto outras podem ter unhas mais fortes e com crescimento rápido durante a gestação.

Unhas descamando podem ser sinal de anemia?

Sim, responde Sara. A carência de ferro, ácido fólico e vitamina B12 pode resultar, entre outros problemas, em anemia, e uma das características podem ser unhas descamando e com manchas brancas.

Unhas descamando podem ser sinal de problemas na tireoide?

Sim, de hipotireoidismo, destaca Sara. Como essa doença está relacionada à diminuição do metabolismo, o transporte dos nutrientes para as unhas também fica mais lento, o que tende a gerar unhas descamando, fracas e quebradiças.

Leia também: 5 segredos de mestre para o esmalte durar mais

Como tratar unhas descamando?

O primeiro passo, destaca Sara, é descobrir a causa do problema, para, então, retirar o fator desencadeante. “Dependendo do caso, teremos então que tratar a causa (se for uma doença, por exemplo). Fora isso, é importante hidratar as unhas com frequência, pode-se fazer isso com óleo de coco, por exemplo”, diz.

Existem esmaltes específicos que evitam a descamação das unhas?

Existem no mercado esmaltes hipoalergênicos, ou seja, que não provocam alergias. “Mas se a causa da descamação das unhas não for por alergia, esse tipo de esmalte não resolverá o problema”, explica.

Por tudo isso, reforça-se a importância de se consultar um dermatologista que irá identificar a causa e indicar o tratamento mais eficaz.

Mais informações sobre unhas descamando

Ouvir o relato e dicas de outras pessoas pode ajudar na identificação e na resolução do problema. Vale destacar que não se pode tirar conclusões precipitadas, achando que o seu caso é o mesmo. A consulta com o dermatologista não deve, de forma alguma, ser deixada de lado!

Por que as unhas descamam?

Continua após o anúncio

No vídeo, a farmacêutica Giovanna Pansani fala sobre alguns aspectos que contribuem para o descamamento das unhas e dá dicas básicas para evitar o problema.

Como tratar unhas que descamam demais?

Alice conta que suas unhas estavam descamando, ficando finas e quebrando facilmente. No vídeo, ela mostra como recuperou as unhas. Vale lembrar que apesar das dicas funcionarem para ela, não significa que funcionará em outros casos (já que cada um tem suas particularidades e causas distintas).

Tratamento caseiro para unhas descamando

No vídeo, você confere uma receita caseira e prática que promete deixar as unhas mais fortes e sem descamar. Mas tome cuidado! Nem sempre as receitas caseiras farão efeitos e, em alguns casos, podem até piorar o quadro ou mascarar a real causa do problema.

Agora você já sabe que as causas para as unhas estarem descamando são as mais variadas possíveis. Por isso, é essencial consultar um médico dermatologista assim que notar o quadro. Saiba também o que é a micose de unha, como tratar e prevenir.

As informações contidas nesta página têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Para você