Gincana: jogos, brincadeiras e gritos de guerra para crianças e adultos

É hora de botar a imaginação para funcionar enquanto se diverte com os amigos

Escrito por Ananda Almeida

Foto: iStock

Divertir-se com os amigos, dar muitas risadas, pentelhar o adversário, gastar as energias, tudo isso sem nem sentir o tempo passar…. Quer coisa melhor que uma boa gincana?

Apesar de o termo frequentemente remeter à infância e a algumas brincadeiras clássicas, como a corrida de saco, a gincana, na verdade, nada mais é que um conjunto de brincadeiras divertidas que estimulam uma competição saudável. Por isso mesmo, ela é extremamente adaptável, podendo ser feita com poucos recursos, em diversos tipos de ambiente e para divertir pessoas de todas as idades.

Como se toda essa versatilidade não fosse o suficiente para te incentivar a preparar uma gincana, ela ainda traz uma porção de benefícios, estimulando a cooperação, o espírito de equipe, a coordenação motora, a estratégia, a socialização e a criatividade das crianças, assim como dá aos adultos um bom motivo para se reunir e deixar de lado o smartphone e as redes sociais.

Precisa de ajuda na empreitada? A seguir você encontra algumas ideias de jogos e brincadeiras para incluir na sua gincana com crianças ou adultos!

10 jogos e brincadeiras para gincanas com crianças

Foto: iStock

Boa opção para festas de aniversário, a gincana infantil pode ser feita no salão de festas, no condomínio, no quintal e até mesmo dentro de casa. Para isso, é só escolher brincadeiras adequadas para cada tipo de ambiente e quantidade de pessoas. Se possível, também é sempre bom dar uma sondada no perfil das crianças que vão participar. Elas gostam de correr ou preferem adivinhações? Gostam mais de fazer as coisas em equipe ou preferem somar pontos individualmente para o time?

Leia também: 10 hábitos que irão fortalecer o relacionamento com seus filhos

Definir essas questões ajuda a garantir o sucesso da gincana, lembrando que, na maioria das vezes, o legal é misturar diferentes tipos de atividade a fim de manter as crianças sempre interessadas. Veja abaixo algumas ideias:

1. Dança da cadeira

Foto: iStock

Clássico das brincadeiras de criança, a dança da cadeira só precisa de cadeiras dispostas em um círculo, sendo que o número de assentos sempre deve ser menor que o número de participantes. Ao som de uma música, os jogadores devem dançar em volta das cadeiras até ela parar. Quando isso acontecer, todos devem tentar sentar. Quem não conseguir, sai do jogo levando consigo uma cadeira. Vence aquele que conseguir sentar na última cadeira.

Indicada para crianças a partir dos quatro anos e para grupos com mais de cinco pessoas, a brincadeira estimula a agilidade, a atenção, o movimento, a estratégia e o ritmo.

2. Corrida de saco

Foto: iStock

Mais do que competir para cruzar primeiro a linha de chegada, a graça da corrida de saco é o fato de as pernas dos participantes estarem presas durante todo o tempo, o que resulta em movimentos bem desajeitados. Além de sacos de batatas ou fronhas para colocar nas pernas, é fundamental fazer a atividade em uma superfície segura, sem pedras ou objetos que machuquem.

Por conta da coordenação exigida, a brincadeira é mais adequada para crianças a partir dos sete anos e estimula a agilidade, o equilíbrio e a velocidade. Como dica, caso o número de participantes seja par, é possível fazer uma corrida no estilo revezamento, estimulando também a cooperação.

Leia também: 11 maneiras simples de estimular seu bebê a falar

3. Cabo de guerra

Foto: iStock

Em um espaço amplo e seguro, estique a corda, marcando o meio tanto na corda, com uma fita, quanto no chão (linha de giz). Divida os participantes em duas equipes, atentando para equilibrar força e número de pessoas. Com os jogadores divididos e enfileirados no seu lado da corda, eles devem puxar até que pelo menos um dos participantes da outra equipe cruze a linha central. Quem fizer isso primeiro é a equipe vencedora.

Outro clássico das gincanas, o cabo de guerra pede pelo menos quatro participantes e é ideal para estimular coordenação motora, cooperação, força, resistência, agilidade e socialização. É recomendado para crianças a partir dos sete anos.

4. Coelho sai da toca

Foto: iStock

Boa para as crianças a partir dos quatro anos, a coelho sai da toca funciona assim: divida os participantes em trios, exceto por uma criança que será o primeiro caçador. Nos grupos, duas crianças devem dar as mãos ao redor do terceiro participante, formando uma toca. Quando o caçador falar “Coelhinho sai da toca”, todos os coelhos devem sair e procurar uma nova toca, sendo que o primeiro que o caçador pegar se torna o novo caçador. O caçador vira um dos tocas e esse se torna um novo coelho.

A brincadeira estimula condicionamento físico e a agilidade.

5. Corrida de sapatos

Foto: iStock

Com mais cara de desafio que de corrida propriamente dita, a corrida de sapatos consiste em separar as crianças em duas ou mais equipes, pedindo que elas deixem os sapatos em um cantinho. Quanto mais espalhados os sapatos estiverem, melhor. Ao sinal de “já”, todos devem correr para procurar os sapatos e calçá-los. Ganha a equipe que terminar primeiro.

Leia também: 11 mães youtubers para você seguir e se identificar

Indicada para crianças maiores de sete anos, a brincadeira estimula a agilidade, a estratégia e a cooperação, já que um membro da equipe pode ajudar o outro.

6. Pega rabo

Foto: iStock

Com os participantes divididos em duas ou mais equipes, distribua um pano ou fita colorida para cada pessoa, lembrando que deve ser uma cor para cada equipe. Com a fita pendurada na parte de trás da calça (no cós ou no bolso), todos devem correr atrás uns dos outros a fim de coletar o maior número possível de panos de outras equipes. Ganha a equipe que, no final do tempo determinado, tiver coletado o maior número de fitas dos adversários.

Apesar do trabalho a mais de conseguir pedaços de pano ou de fita de cores diferentes, a brincadeira vale muito a pena porque é divertida e gasta bastante energia. Além disso, estimula a agilidade, a cooperação, condicionamento físico e a velocidade. É recomendada para crianças acima de seis anos e requer pelo menos oito participantes.

7. Joquempô Gigante

Foto: iStock

Brincadeira na qual as crianças devem interagir bastante, o Joquempô Gigante tem a mesma dinâmica do joquempô normal, com a diferença de que, nele, as decisões são tomadas em equipe. Divididos em três grupos, os participantes devem ficar de frente para os adversários, formando um triângulo. A cada nova rodada, as equipes conversam entre si para escolher entre caçador, leão ou espingarda. Ao sinal do monitor, as equipes revelam simultaneamente o que escolheram através de gestos pré-determinados que representam cada símbolo. Ah, e a regra é clara: leão ganha do caçador, que ganha da espingarda, que ganha do leão.

Bom para grupos com mais de seis pessoas e com idade acima de sete anos, o Joquempô Gigante estimula principalmente a cooperação e a estratégia.

Leia também: 10 atividades para estimular a alfabetização do seu filho em casa

8. Caça ao tesouro

Foto: iStock

Uma das coisas mais legais da caça ao tesouro é que, dependendo do grau de dificuldade e da quantidade de pistas, ela pode durar a festa inteira, com prosseguimento entre as outras brincadeiras. A caça ao tesouro é bem famosa, mas não custa nada relembrar como funciona. Depois de preparar e de esconder dois conjuntos de pistas com cores e conteúdos diferentes em uma área pré-determinada, divida os participantes em dois grupos e entregue a pista inicial de cada um. A partir daí, cada grupo deve desvendar as pistas recebidas para encontrar as próximas até chegar ao tesouro.

No que diz respeito ao conteúdo das pistas, o legal é que elas estimulem o raciocínio e trabalho em equipe, trazendo charadas, cruzadinhas, caças-palavras, anagramas, etc. Lembrando que as pistas devem ser adaptadas para a idade do grupo. Afinal, o objetivo é que eles realmente encontrem o tesouro, que pode ser balas, bombons ou algo que tenha a ver com a festa.

9. Alfândega

Foto: iStock

Com a criançada dividida em duas ou mais equipes, um integrante de cada grupo sai da sala ou do local em que os outros estão. Juntos, os representantes de cada equipe devem estabelecer uma regra para a alfândega, por exemplo: “só passam produtos eletrônicos”.

Em seguida, eles retornam para a sala e, a partir daí, cada equipe deve fazer perguntas, como “cachorro passa?”, a fim de descobrir a regra. Ganha a equipe que descobrir antes das outras.

Por exigir memória e raciocínio, a brincadeira faz mais sucesso entre os maiores de sete anos e estimula, além dos itens mencionados, a imaginação e a paciência.

10. Serpente

Foto: iStock

A brincadeira parece um pega-pega. Escolhido o pegador, ele corre atrás das outras crianças, que tentam fugir dele. A diferença aqui é que, quando ele encosta em alguém, a pessoa dá a mão para ele e também começa a perseguir os outros participantes, fazendo isso com todos que são pegos até formar uma enorme serpente e não sobrar ninguém.

Apesar de não dividir os participantes em equipes, a brincadeira é ótima para estimular a socialização, já que, quanto maior a serpente, mais difícil é alcançar os perseguidos, sendo necessário bolar estratégias para fazer isso.

Uma coisa importante para ficar atenta na gincana das crianças é que a divisão de equipes sempre deve ser equilibrada, principalmente quando há crianças de idades diferentes. Assim, todo mundo tem chance de ganhar e não perde o interesse.

5 jogos e brincadeiras para gincanas com adultos

Embora adultos já estejam com a coordenação motora em dia, estimular a criatividade, a imaginação e a socialização, reunindo-se com amigos, nunca é demais! Confira nossas sugestões para se divertir e sair do óbvio no próximo encontro com a galera.

1. Torta na Cara

Gif: Reprodução / Giphy

A brincadeira que ficou famosa nos programas vespertinos pode ser reproduzida em casa e fica ainda mais divertida com adultos, já que rolam alguns brancos que levam às tortadas. Para fazer as tortas, você vai precisar de pratinhos de plástico ou papelão (daqueles vendidos em lojas de artigos para festa) e de um creme comestível que não irrite os olhos, como chantilly caseiro. Além disso, você também precisará de uma lista de perguntas que podem abranger desde geografia até sexualidade. Na internet você encontra listas de perguntas prontas. Outra dica bacana é usar os cartões de perguntas de jogos como Perfil, caso ele esteja dando sopa em casa.

Feito isso, a dinâmica você já conhece: com os participantes divididos em duas ou mais equipes, alguém lê a pergunta para dois jogadores. Quem responder errado ou por último leva torta na cara, enquanto o outro participante soma pontos para o seu time.

2. Dark Stories

Gif: Reprodução / Giphy

Cada vez mais popular, o jogo, que precisa das cartas em versão física ou no aplicativo, funciona da seguinte forma: uma pessoa lê a carta que relata um acontecimento macabro e aparentemente inexplicável para todos, por exemplo, “uma mulher entra em um bar e pede um copo d’água. O homem no balcão aponta uma arma para ela. Ela diz ‘obrigada’ e vai embora”.

Em seguida, os participantes devem fazer perguntas para a pessoa que leu a carta e sabe a resolução do caso, a fim de desvendar o que aconteceu. Lembrando que as perguntas só podem ser respondidas com sim ou não, por exemplo: “ela saiu do bar por medo?”

O legal do jogo é que a pergunta de um acaba complementando a do outro e a resolução do caso acaba sendo feita em grupo, mas é possível adaptar o Dark Stories para disputas em equipes, pontuando o time que chegar primeiro à resposta. O aplicativo você pode baixar aqui (Android e iOS).

3. Gosto, não gosto

Gif: Reprodução / Giphy

Essa é para conhecer melhor a galera enquanto se diverte! Em um papel, todo mundo deve escrever uma coisa que gosta e uma que não gosta. Com os papéis colocados em uma caixa, um participante retira um papel e lê em voz alta para os outros tentarem adivinhar quem escreveu.

Como dica, a brincadeira fica muito mais legal quando os participantes escrevem curiosidades engraçadas, fugindo de lugares-comum como não gostar de mentira, etc.

4. Reação e atuação

Gif: Reprodução / Giphy

Para aqueles que possuem inclinações artísticas e não perdem a chance de fazer cenas dramáticas, esta brincadeira é um prato cheio. Antes de mais nada, o grupo deve fazer uma lista com uma série de situações que podem ir de ver uma barata a encontrar seu ídolo em uma balada, a imaginação é o limite. Definidas as situações, escreva cada uma em um papel e coloque todas dentro de uma caixa. Feito isso, um dos participantes deve tirar um papel e interpretar, somente com a expressão corporal, uma reação para aquela situação, enquanto os outros devem tentar adivinhar o que aconteceu.

5. Beer Pong

Gif: Reprodução / Giphy

Criado nas universidades americanas nos anos 60, o Beer Pong exige mesa, bolinha de ping-pong, 20 copos de plástico do tipo mais pesado e cerveja. Com os participantes divididos em duplas, disponha 10 copos de cerveja de cada lado da mesa, formando com eles um triângulo. Feito isso, é hora de começar o jogo. De maneira alternada, um integrante de cada dupla deve tentar acertar um copo do time adversário, que joga na sequência. Caso consiga, o jogador pode escolher um membro da equipe adversária para beber e tem direito a mais um arremesso.

E então, está esperando o que para marcar a data da próxima reunião de amigos?

Gritos de guerra: ideias para usar com o nome da sua equipe

Foto: iStock

Gincana que é gincana sempre tem grito de guerra. Quer economizar a criatividade para as brincadeiras? É só conferir a seleção abaixo e botar o gogó para funcionar:

Alô outras equipes, eu não quero me gabar,
Mas quando a gente chega, faz a gincana balançar.
[nome da equipe] sai da gincana, todo mundo vai olhar…
e todo mundo sabe que nós vamos agitar!
!uhh!abalô… [nome da equipe] é o vencedor!

Pisa, esmaga, faz suco de limão… [nome da equipe] perde ponto mas ainda é campeão.

É pau, é pedra, é osso duro de roer…
Somos a equipe [nome], e estamos aqui é pra vencer!

É sangue!
É raça!
É força e união…
Estamos sempre juntos pra cumprir qualquer missão.
Entramos nesta luta, e não entramos pra perder.
e temos a certeza que [nome da equipe] vai vencer!

Força, garra e determinação!
[nome da equipe] vão mostrar sua força e união.
Fortes, destemidos, sempre prontos pra ganhar,
E nada nesse mundo pode nos atrapalhar.

Gostou? Agora é só se programar e mandar os convites para os amigos. É certeza que vocês vão se divertir!

Dicas pela Web