9 cuidados importantes para o tratamento da pele acneica

Escrito por
Em 21.07.21

iStock

Por                                
Em 21.07.21

Dolorosa, vermelha e difícil de disfarçar, a acne muitas vezes é um infortúnio na vida de muitas mulheres. E o aborrecimento se intensifica quando a pele é propensa a manifestações de cravos e espinhas. Se este for o seu caso, mantenha a calma, acne tem tratamento! A médica dermatologista Lilia Guadanhim (CRM SP 133850 | RQE 38658) explica sobre a pele acneica e esclarece algumas dúvidas. Confira a matéria!

Publicidade

Índice do conteúdo:

O que é pele acneica

iStock

De acordo com a doutora Lilia, “o termo pele acneica se refere principalmente a peles com tendência a acne e cravinhos”, que diz respeito a uma disfunção na produção das glândulas sebáceas, que acaba obstruindo os poros e causando constantes inflamações na pele.

A médica explica ainda que identificação deste tipo de pele ocorre através de uma “análise clínica, durante a consulta com seu médico dermatologista”, e revela uma curiosidade: “apesar da maioria dos pacientes com acne apresentarem pele oleosa, há pacientes com peles normais e até mais secas e que apresentem cravos e lesões inflamatórias. Esses casos em geral são mais desafiadores”.

Além disso, a dermatologista conta que não são todos os casos de pele propensa a acne que necessitam de medicamento em seu tratamento, e o que vai demandar o uso de medicamentos como Roacutan, alguns tipos de antibióticos e anticoncepcionais é o grau da acne. Segundo Lilia, “a gama de tratamentos para acne é gigante e pode incluir apenas uma rotina de skincare adequada, uso de medicamentos tópicos e, em alguns casos, o uso de medicações orais. A gravidade do quadro, os tratamentos prévios, a presença de cicatrizes de acne, a tolerância da pele, tudo isso deve ser considerado na escolha do tratamento”.

Características da pele acneica

Apesar de cada pele ter suas características individuais, a pele propensa a acne pode apresentar alguns aspectos específicos. Confira alguns deles, a seguir:

  • Presença de comedões (cravos): que aparecem com mais frequência na região da face. Além disso, segundo a dermatologista, os cravos “podem ser abertos (cravos pretos) ou fechados (cravos brancos)”.
  • Lesões inflamatórias: que são as elevações na pele, com ou sem pus, “como pústulas, nódulos e cistos”, explica a especialista.
  • Poros dilatados: com o aumento da produção sebácea, o acumulo de gordura na pele acaba aumentando o tamanho dos poros. Geralmente eles são mais notáveis na zona T, que abrange testa, nariz e queixo.
  • Pele geralmente mista ou oleosa: justamente por conta da disfunção nas glândulas sebáceas, a pele acneica geralmente apresenta oleosidade excessiva, principalmente na zona T, que colabora para a presença de cravos e espinhas.

Apesar de apresentarem características comuns, como dito anteriormente, cada pele possui suas particularidades. Por isso, é sempre recomendável consultar um médico dermatologista para analisar o seu tipo de pele e saber qual o tratamento mais efetivo para você.

Como cuidar da pele acneica

Agora que você já conhece um pouco mais sobre este tipo de pele, precisa aprender sobre os melhores cuidados, afinal, segundo a doutora Lilia “apesar de ser extremamente comum, a acne é uma doença de pele que tem tratamento e deve ser tratada”. Confira algumas dicas dadas pela especialista:

Não use produtos que ressequem a pele

Por conta da produção excessiva de oleosidade deste tipo de pele, existe a tendência da busca por produtos que deixem a pele sequinha. Contudo, a especialista alerta que “a maioria dos pacientes associa uma pele super seca a um melhor controle da acne e isso não é verdade”, isso porque com a pele extremamente seca, o organismo entende que precisa aumentar a produção de oleosidade, o que consequentemente gera um efeito rebote.

Publicidade

Higienize a pele adequadamente

Justamente por conta da produção maior das glândulas sebáceas, a pele acneica exige uma higiene mais cuidadosa, para desobstruir os poros e evitar inflamações e até mesmo infecções. Lilia ressalta ainda que “escolher um higienizador suave que limpe sem agredir é um passo super importante”, e aconselha “abandone sabonetes abrasivos, tônicos, adstringentes, esfoliantes… Tudo que deixa a pele vermelha, descamativa ou com sensação de repuxamento está errado”.

Hidrate a pele

Eis aqui uma polêmica para pessoas com pele oleosa, que tanto desejam a pele com toque seco. “Não tenha medo de hidratar a pele. Pele oleosa e hidratada são conceitos bem diferentes”, afirma a dermatologista. Quando hidratamos a pele, o organismo entende que não precisa produzir tanto sebo, da mesma forma como produz sebo demais ao perceber a pele a ressecada, ou seja, a hidratação adequada pode até melhorar o excesso de oleosidade. Outro fator importante é que “hidrantes não gordurosos melhoram a barreira da pele e aumentam a tolerância aos outros produtos”, explica Lilia.

Use protetor solar

Algumas pessoas podem até se perguntar o que o filtro solar tem a ver com acne, e a doutora Lilia explica: “além de proteger contra câncer de pele e rugas, nesse caso ele reduz o risco de manchas e acne”, ou seja, ele é essencial até mesmo para os cuidados com a pele acneica. “Escolha produtos de texturas mais leves, que tenham efeito antioleosidade e que sejam específicos para o rosto. Os filtros com cor são especialmente interessantes se houver manchas de acne”, indica a médica.

Não cutuque os cravos e espinhas

“Nunca cutuque e nem esprema sua pele”, aconselha a dermatologista de forma bem pontual. Aliás, essa uma das principais dicas para os cuidados com a pele acneica. Isso porque, ao espremer uma espinha, você pode acabar machucando a pele e gerando cicatrizes e manchas e até mesmo colaborar para uma infecção bacteriana e agravamento da acne. E Lilia ainda afirma que “é muito melhor usar maquiagem para disfarçar a acne do que cutucar as lesões”.

Receitas caseiras não substituem dermocosméticos

Algumas receitinhas caseiras podem até trazer bons resultados para a pele, mas Lilia aconselha: “não perca tempo com receitas caseiras e não espere a acne melhorar sozinha. Quanto antes ela for tratada melhor”. Tudo porque as receitas caseiras não atingem as camadas mais profundas da pele, justamente por não possuir ativos farmacológicos e tecnologia necessária para um tratamento eficaz.

Cada pele é uma pele

Como já foi falado anteriormente, cada pele possui suas características e particularidades, por isso cada uma delas irá exigir substâncias e nutrientes diferentes. E é exatamente por isso que a doutora ressalta “não use o que seu amigo usa! Cada pele é uma pele e tem necessidades diferentes”. Por isso sempre procure um dermatologista, o que nos leva para a última dica…

Vá ao dermatologista

Você pode conhecer a sua pele como ninguém, mas nada dispensa uma análise clínica feita com um especialista. Com as diferentes demandas, os tipos de tratamento são variados e “o dermatologista é o médico especialista que vai ajudar você a escolher o melhor tratamento pro seu caso”, explica Lilia. Além disso, o acompanhamento clínico, segundo a médica “aumenta muito a eficácia do tratamento. E você economiza dinheiro porque não perde o foco comprando o que não é essencial e não desperdiça com o que não vai ser legal pra você”.

Tenha uma rotina de cuidados

Os cuidados com a pele acneica devem ser realizados diariamente. Isso porque eles auxiliam na redução da produção sebácea e também na proliferação de germes e bactérias. O passo a passo básico, conforme a doutora Lilia é “higienização, hidratação e fotoproteção”, contudo, sempre consulte o seu dermatologista para saber quais os produtos mais adequados para o seu caso e até mesmo conhecer outros tipos de tratamento.

É interessante perceber como o organismo reage a determinadas situações e até mesmo compreender a particularidade de cada pele, não é mesmo? Insira essas dicas no seu dia-a-dia, consulte-se com um dermatologista e viva o sonho de uma pele saudável.

Os melhores produtos de pele acneica

O tratamento da pele acneica demanda o uso de produtos de qualidade, que possuam fórmulas diferenciadas e que cuidem das camadas mais profundas da pele. Selecionamos alguns dos mais famosos e recomendados, mas lembre-se sempre consultar o seu dermatologista. Confira abaixo:

Publicidade

1. Sabonete Facial Actine, Darrow – $$

Não há nada como lavar o rosto e sentir a pele limpinha e hidratada, não é mesmo? E é exatamente esse o efeito desse sabonete facial. O produto contém ácido salicílico, extrato de aloe vera e lacto de mentila e promete desobstruir os poros, controlar a oleosidade, não ressecar a pele e reduzir o surgimento de cravos e espinhas.

“Esse sabonete tem o cheirinho bem gostoso, suave. Ele tem uma consistência de gel quase liquido. Ele rende bem, ele limpa bem a pele de uma maneira suave, sem deixar a pele repuxando, ou ressecada, ou às vezes até ardido, não. Ele limpa suavemente. […] É importante dizer que é um sabonete para pele oleosa e acneica, mas ele não da efeito rebote na pele. Como eu falei, ele não repuxa a pele, então ele não deixa a pele mais oleosa depois.” – Sabrina Olivetti

2. Blemish Cleansing Gel, SkinCeuticals – $$

Da famosa linha de tratamento da SkinCeuticals para peles oleosas e com tendência a acne, este produto é um gel de limpeza poderoso. Com a promessa de uma ação antibacteriana e anti-inflamatória, redução da oleosidade e desobstrução dos poros, o Blemish Cleansing Gel possui ácido glicólico, ácido salicílico e LHA em sua composição.

“Eu achei que ele ajuda bastante a controlar as espinhas. Ele deixa a minha pele sequinha por bastante tempo, mas não deixa aquela sensação de pele repuxada.” – Bruna Guedes

3. Ácido Mandélico, Creamy – $$

Com ácido mandélico e alpha-butin em sua composição, este produto da Creamy atua como um esfoliante químico e tem uma poderosa ação antiacne, já que possui propriedades antibacterianas. Além disso, a marca promete ação seborreguladora, auxilio na produção de colágeno e redução de manchas causadas por espinhas e pelo sol.

“Uma coisa que eu gosto muito desse ácido é que ele tem uma ação bactericida. Olha que loucura, menina. Sim, tem uma ação anticéptica bactericida, e é por isso que ele é muito indicado para quem tem pele com acne.” – Joyce Kitamura

4. UV Oil Defense, SkinCeuticals – $$$

Alto fator de proteção, controle da oleosidade, textura confortável e acabamento que se adapta a pele, isso é o que a SkinCeuticals diz a respeito desse protetor solar. O produto possuí tecnologia exclusiva da marca, que promete adaptar-se a pele com uma cobertura imperceptível.

“A minha impressão é que a SkinCeuticals quando quis fazer esse protetor, falou assim ‘gente, foca no acabamento, eu quero um protetor que ninguém possa reclama do acabamento’, tanto é que até na embalagem eles colocam assim ‘toque imperceptível’, não é nem toque seco, nem matificante, não. É imperceptível!” – Luciana Vilela

5. Sérum Antiacne Cleanance Comedomed, Avène – $$$

Se você deseja um produto que reduza o surgimento da acne, este pode te ajudar. Feito com uma tecnologia dermocosmética patenteada pela Avène, este sérum possui ativos 100% vegetais e a famosa água termal da marca. O produto é possui ação antiacne poderosa que inibe até mesmo a formação de microcomedões.

“Lesões que eu tinha de acne, eu senti que ele dava uma estagnada. Em um dia eu já vi uma diferença tremenda, já começava o processo de cicatrização daquela lesão ocasionada pela acne. Também percebi que o tamanho dos meus poros diminuíram. Eu senti que a pele ficou mais bonita, e até mesmo para fazer a hidratação da pele, eu senti que minha pele recebeu o hidratante de uma maneira diferente.” – Evelin Gabrielle Fernandes

Publicidade

6. Effaclar Mat Hidratante Antioleosidade, La Roche-Posay – $$$

A hidratação pode ser um tabu para quem tem pele acneica, mas manter a pele hidratada é indispensável. Esse hidratante da linha Effaclar da La Roche-Posay é oil-free, promete reduzir os poros, hidratar a pele, controlar a oleosidade excessiva, além de possuir efeito matificante.

“É um produto muito bom! Eu realmente gostei. Ele é um dos melhores hidratantes que eu usei para matificar a pele, para combater a oleosidade. Ele é aquele tipo de hidratante que você usa e sente dia após dia a pele ficando menos oleosa, com menos brilho.Ele realmente controla a oleosidade.” – Sisi Mendes

Pronta para montar a sua rotina de skincare perfeita? Análise sua pele, consulte um especialista, pesquise por produtos que te agradam e cuide com carinho da sua pele. Ah! E vale a pena dar uma olhadinha nessa matéria sobre efeito rebote, para conferir se alguma coisa pode estar intensificando a oleosidade da sua pele e colaborando para o surgimento da acne.