Moda e Beleza

5 causas de espinhas na testa e dicas para uma pele saudável

iStock

Atualizado em 24.06.22

Para muitas pessoas, as espinhas na testa são as grandes vilãs, pois a região faz parte da zona T do rosto e costuma apresentar oleosidade excessiva, piorando o problema. Para falar sobre o assunto, a dermatologista e tricologista Dra. Martha Fernandes (CRM 174.459-SP), citou as principais causas, como evitar e os tratamentos indicados. Confira!

Publicidade

Índice do conteúdo:

Causas das espinhas na testa

iStock

Segundo a dermatologista, “as espinhas acontecem por diferentes causas, mas a principal é quando a pele forma cravos e, quando inflamam, passam a serem chamadas espinhas ou acnes”. Entre as principais causas estão:

Problemas digestivos

A Dra. Martha comentou que, especificamente na testa, as espinhas podem aparecer por problemas digestivos, pois “quando o sistema digestivo não está regulado, o organismo reage com o aumento da oleosidade na região, causando uma lesão, obstruindo os poros e aumentando a proliferação de bactérias”.

Estresse

Segundo a dermatologista, as espinhas também “ocorrem quando temos altos níveis de estresse e noites mal dormidas”. Uma vez que o organismo passa a produzir mais oleosidade na região, as chances de surgir espinhas aumentam.

Má alimentação.

A alimentação é outro fator que contribui para o aparecimento de espinhas na testa, pois “pessoas que não tem uma alimentação saudável, ingere alimentos ricos em açúcar e não bebem muita água”, citou a profissional.

Não remover a maquiagem

Dormir sem retirar a maquiagem é uma das causas do aumento de espinhas na testa. Segundo a Dra. Martha, “a pele suja de maquiagem ao dormir pode aumentar a oleosidade, causando obstrução dos poros e aumento da proliferação de bactérias na região”. Por isso, é fundamental sempre remover a make e limpar a pele com produtos específicos para rosto.

Reação alérgica

Outro ponto importante é que pode existir produtos que também colaboram com a produção de sebo na pele. Ou seja, as espinhas na testa também podem ocorrer devido à “reação alérgica à medicamentos ou até produto de uso tópico”, explicou a profissional.

É importante manter uma rotina de cuidados e usar produtos adequados para o seu tipo de pele. Além do mais, lavar a pele em excesso pode dar efeito rebote e gerar mais oleosidade na pele, piorando o quadro de espinhas.

Publicidade

Como evitar espinhas na testa

iStock

A seguir, confira algumas orientações da dermatologista para evitar o surgimento de espinhas na testa:

  • Ter uma dieta saudável;
  • Evitar alimentos ricos em açúcar;
  • Noites de sono de qualidade, com pelo menos 7 horas de duração;
  • Ingerir bastante água para eliminar as toxinas;
  • Tomar cuidado com os produtos que irá usar na pele e nos cabelos.

Além das indicações acima, limpar a pele com um sabonete indicado por um dermatologista também pode ajudar a prevenir o aparecimento das espinhas na testa e em outras áreas do rosto. Por isso, é sempre bom utilizar produtos específicos para a área do rosto.

O tratamento

A Dra. Martha informou que o primeiro passo é identificar se a acne persiste, pois neste caso é importante procurar um dermatologista. Segundo ela, “os tratamentos podem ser: lavar a área com sabonete suave – uma ou duas vezes por dia – além de cremes e loções indicados pelo profissional”. A médica ressalta que o tratamento depende de cada caso, tipo de acne e do paciente. Por isso apenas um profissional pode identificar o problema e receitar o tratamento adequado.

Normalmente são utilizados ativos como o “ácido salicílico, um beta-hidroxiácido com propriedades esfoliantes e seborreguladores e ação anti-inflamatória; ácido glicólico, um alfa-hidroxiácido que promove renovação celular, muito utilizado para a redução de lesões de acne; o retinol, que promove uma esfoliação removendo as células mortas, além de ajudar a reduzir o tamanho dos poros e a controlar a oleosidade, suaviza as cicatrizes e marcas mais difíceis e a Niacinamida, uma vitamina do complexo B com ação anti-inflamatória”, explicou.

Além disso, os anticoncepcionais também podem ajudar no tratamento das espinhas na testa controlando as disfunções hormonais. Por esse motivo, confira quais as causas da acne hormonal e quais os melhores tratamentos para este caso.

Formada em Letras e pós-graduada em Jornalismo Digital. Apaixonada por livros, plantas e animais. Ama viajar e pesquisar sobre outras culturas. Escreve sobre diversos assuntos, especialmente sobre saúde, bem-estar, beleza e comportamento.