Castanha da Índia: uma aliada poderosa contra a má circulação

Rica em nutrientes, a castanha da Índia ajuda a combater problemas de circulação, melhorar a celulite e desintoxicar o organismo

Escrito por Ana Kordelos

Foto: Getty Images

Também conhecida como noz-da-Índia, a castanha da Índia é um fruto provindo do castanheiro indiano, árvore originário de países Balcãs na região da Europa, onde esta pode chegar a atingir 25 metros de altura.

Atualmente associada com o emagrecimento, esta castanha é um alimento muito utilizado pela medicina popular principalmente para o tratamento de problemas circulatórios, para amenizar os sintomas de artrite, reumatoide e até como vermífugo.

Em relação às suas características, de acordo com a nutricionista Andréa Farah, esta castanha contém uma boa dose de proteína, carboidratos, fibras e gorduras boas, esta última sendo ideal para ajudar no controle do colesterol. “Além disso, seu índice glicêmico é baixo, não chegando a 55”, complementa.

Possuindo apenas 20 calorias e com sabor semelhante à batata doce, esta semente é bastante utilizada também na indústria cosmética, onde seu óleo compõe fórmulas de cremes, garantindo uma pele macia e promovendo um efeito adstringente.

7 benefícios incríveis da castanha da Índia

Foto: Getty Images

O uso do castanheiro na medicina natural data de centenas de anos, onde esta pode ser utilizada nas mais variadas formas, dentre elas suas folhas, frutos e sementes. Conheça a seguir alguns dos benefícios citados pela nutricionista do consumo regular deste alimento:

Leia também: 10 alimentos que garantem boa saúde

1. Combate ao inchaço: se este é devido à má circulação, a castanha da Índia auxilia no aumento da circulação sanguínea, onde sua ação nos capilares menores evitam o extravasamento de líquido, com consequente diminuição de inchaço.

2. Efeito detox: assim como no combate ao inchaço, a castanha possui substâncias que estimulam a circulação, protegendo as paredes dos vasos e eliminando as toxinas do corpo.

3. Melhora da celulite: como a celulite é resultado da má circulação, ao estimular corretamente este processo, a aparência da celulite será amenizada, reduzindo o acúmulo de líquido corporal.

4. Ajuda a regular o colesterol: rica em gorduras boas, este alimento ajuda na redução do LDL, o colesterol ruim, e no aumento do HDL, conhecido como colesterol bom.

5. Alivia cólicas menstruais: novamente sua influência na melhora da circulação demonstra sua importância. Por estimular o fluxo de sangue, a castanha da Índia também ajuda a minimizar as dores provocadas pelas cólicas menstruais.

Leia também: Castanha de baru combate o colesterol ruim e pode ajudar no emagrecimento

6. Proporciona uma dieta mais rica: este é um alimento extremamente nutritivo, contendo sais minerais como magnésio, potássio, cálcio e fósforo, além de vitaminas B2, B6, B9, E, K e C.

7. Combate as varizes: além de melhorar o fluxo sanguíneo de pequenos e grandes vasos, a castanha ainda melhora a elasticidade dos mesmos, evitando sua ruptura.

Formas de uso da castanhas da Índia

De fácil acesso, a castanha da Índia pode ser encontrada em qualquer loja de produtos naturais, farmácias ou farmácias de manipulação. Confira abaixo algumas de suas formas mais utilizadas, citadas pela profissional:

Cápsulas: de fórmula manipulada, deve ser prescrita por um médico ou nutricionista. É muito utilizada para casos de fragilidade capilar.

Pó: adicione 5 colheres de sopa de castanha da Índia em 1 garrafa de álcool etílico a 70% com o auxílio de um funil. Deixe a mistura descansar por 2 semanas em um local com incidência do sol. Após este período, dilua 5 colheres de sopa desta mistura em 1 litro de água e consuma este líquido em pequenas porções durante o dia.

Leia também: 10 calmantes naturais que ajudam a tratar a ansiedade, insônia e até depressão

In natura: “pode ser elaborado um chá a partir das castanhas, basta adicionar ½ colher de sopa de castanhas em pó em 200 ml de água. Após a fervura, coar e tomar uma xícara após as refeições”, ensina. Outra opção é dividir a castanha em 8 partes e consumi-la no café da manhã.

Folhas:basta ferver 1 litro de água e adicionar 30 g de folhas de castanha da Índia, deixando a mistura descansar por 20 de minutos antes de coar e consumir.

Castanha da Índia e emagrecimento

Foto: Getty Images

Apesar de possuir seu uso relacionado à perda de peso, a castanha da Índia não emagrece, já que não queima gordura. “Ela auxilia no processo de emagrecimento por possuir um efeito diurético e laxativo, ajuda a ter uma boa circulação”, revela Andréa.

Ainda de acordo com a profissional, seu consumo é indicado exatamente por ser ótima para a circulação sanguínea, e com isso ajudar a diminuir a retenção de líquidos, porém não existe uma redução da gordura corporal propriamente dita.

Contraindicações de seu consumo

Foto: Getty Images

“Seu uso indiscriminado pode resultar em paralisia com imobilidade súbita, vômito, diarreias, dificuldade de concentração e fraqueza”, alerta a nutricionista. Além disso, este alimento não deve ser consumido por pessoas com problemas cardíacos, renais ou gastrointestinais, devido a seu efeito no aumento da circulação sanguínea.

Leia também: Açaí tem funções antioxidantes, anti-inflamatórias e ajuda no emagrecimento

”Outro grupo de risco que deve evitar seu consumo são as mulheres grávidas, lactantes e paciente que fazem uso de anticoagulantes, pois ela pode potencializar o efeito deste medicamento”, adiciona.

Vale alertar que, assim como qualquer outro alimento que será utilizado com propriedades medicinais, os efeitos do uso da castanha da Índia podem variar de pessoa para pessoa, sendo recomendável o acompanhamento médico ou nutricional para evitar quaisquer problemas.

Assuntos: Alimentação

Dicas pela Web