Orgasmos múltiplos: o que são e dicas para chegar lá

Escrito por
Em 23.03.19

iStock

Que as mulheres demoram um pouco mais para chegar ao clímax, nós sabemos. E é por isso que as preliminares são tão determinantes para elas. Em compensação, somos capazes de aproveitá-los por muito mais tempo durante a relação sexual. Sendo esse o momento em que identificamos os espasmos de prazer, também chamados de orgasmos múltiplos.

Apesar de demandar um alto nível de envolvimento, não existe uma fórmula mágica para prová-los. Entretanto, algumas práticas favorecem ou intensificam o seu acontecimento, e toda mulher sexualmente saudável pode chegar lá. Dúvidas em relação ao assunto? Então, saiba mais sobre orgasmos múltiplos com a educadora sexual Flaviane Brandemberg.

O que são orgasmos múltiplos

iStock

De acordo com a especialista, os orgasmos múltiplos ou sequenciais são fenômenos que acontecem com inúmeras mulheres após um extremo nível de excitação e relaxamento. Isto é, “quanto mais relaxada e entregue ao momento, mais comum será esse prazer reinar”, comenta Flaviane.

E ainda que as reações sejam diversas, o que geralmente ocorre é que os músculos se contraem para uma intensa sensação de prazer. Em seguida, há um período de relaxamento profundo, também conhecido como refratário, em que o corpo da mulher amolece e a musculatura relaxa completamente.

Leia também: Sexo tântrico: uma prática de conexão, intimidade e expansão

Dicas para ter orgasmos múltiplos

iStock

Para se atingir os orgasmos múltiplos, é essencial que a mulher deixe de lado as tensões do dia a dia e esteja relaxada e envolvida com seu parceiro ou parceira. Além disso, segundo as orientações da educadora sexual Flaviane Brandemberg, também existem algumas técnicas simples, mas que são muito eficazes:

  1. Desperte sua energia sexual: ou seja, deite de barriga para cima, para que seu parceiro ou parceira faça com os dedos uma sequência de toques de baixo para cima, no clitóris, a fim de estimular sua energia sexual.
  2. Invista em toques rápidos e suaves: como o bater das asas de uma borboleta. Aqui, seu parceiro ou parceira pode complementar com toques nos lábios internos da vulva, realizando movimentos circulares, abertos e longitudinais.
  3. Estimule o ponto G: peça para que seu parceiro ou parceira pressione levemente a região abaixo do seu umbigo, introduza os dedos dentro do canal vaginal e faça o toque do “venha cá”, estimulando assim o ponto G e as paredes laterais da vagina.

Esses toques são bastante poderosos e resultam em orgasmos fantásticos! A especialista ainda recomenda que não se esqueça das preliminares. “Elas criam o clima e deixam a mulher relaxada. O sexo oral também é outra técnica que recomendo, isso porque a língua pode ser muito mais poderosa do que a penetração”, complementa.

Melhores posições para atingir os orgasmos múltiplos

iStock

Cavalgada

Essa posição, por cima do parceiro, deixa o mulher no controle, fazendo com que ela consiga determinar o ritmo e a profundidade da penetração. Além disso, com a cavalgada é possível friccionar o clitóris no corpo do parceiro.

Para isso, vale se inclinar para frente, deitando-se por cima dele. “A possibilidade dele acariciar seus seios e o bumbum é outro ponto positivo”, comenta Flaviane.

De quatro

Posicione-se de quatro, mas ao invés de ficar com as mãos apoiadas na superfície, dobre os cotovelos. Isso faz com que suas costas se inclinem para baixo, deixando seu quadril em uma posição mais elevada do que sua cabeça.

Leia também: Sexo casual: tudo que você precisa saber para praticar

De acordo com a educadora sexual, “este ângulo permite uma penetração mais profunda e facilita o contato com o clitóris, sendo recomendado também o uso de um vibrador específico para sua estimulação, aumentando assim a dose de prazer”.

Com as pernas para cima

Deite com as pernas para cima, seja na cama ou em outro lugar. O segredo é ficar em uma posição em que a pélvis do seu parceiro esteja alinhada com a sua vagina. “Isso vai proporcionar uma penetração mais intensa, o que aumenta as chances de orgasmos múltiplos”, comenta a especialista.

A posição sexual correta é aquela na qual você ficará mais à vontade e confortável. No entanto, ao experimentar novas possibilidades que saiam da sua zona de conforto, respeite os seus limites. Os orgasmos múltiplos não são essenciais para que a mulher sinta prazer, isso porque algumas terão um único orgamos e ele poderá ser tão prazeroso quanto.

O importante é aproveitar o momento e entender que cada pessoa tem uma forma diferente de sentir o seu gozo. Ou seja, respeite seu tempo.

Assuntos: Sexo

Para você