Dicas de Mulher Dicas de Beleza

Óleo de rícino: um aliado poderoso para o crescimento capilar

O óleo tem ainda uso medicinal, pode ser comprado puro e está presente em algumas formulações cosméticas

em 14/06/2017

Foto: Getty Images

Foto: Getty Images

Também conhecido e chamado de óleo de mamona, o óleo de rícino é extraído das sementes da mamona, espécie chamada Ricinus Communis, bastante comum no Brasil.

Algumas pessoas o conhecem pelo seu uso medicinal, especialmente pelo efeito laxante; outras, pela presença em formulações cosméticas, principalmente em produtos para cabelos. Mas nem todo mundo sabe quais benefícios esse óleo pode oferecer e quais são os cuidados com sua utilização.

Regiane Ribeiro, esteticista da Clínica Goa Health Club, explica que o óleo de rícino é considerado um excelente estimulador do sistema imunológico, em parte pela concentração de ácidos graxos. “Segundo pesquisas, ele pode ser usado no tratamento de doenças como mal de Parkinson, artrite e reumatismos, paralisia cerebral e esclerose múltipla”, diz. “Mas, também pode ser usado para trazer benefícios contra constipação intestinal, infecções por fungos, distúrbios menstruais, enxaqueca, inflamações”, acrescenta.

Sara Bragança, médica pós-graduada em Dermatologia, membro da Sociedade Brasileira de Medicina Estética, especializada em Terapia Ortomolecular, destaca que a pele pode ser beneficiada com o óleo de rícino. “Isso porque ele tem efeito emoliente, penetra na pele oferecendo hidratação e estimulando a produção de colágeno e elastina, atuando, assim, na prevenção de rugas e linhas de expressão”, diz.

Regiane acrescenta que o óleo de rícino atua ainda no controle da queda de cabelo. Aliás, uma das mais conhecidas aplicações do óleo de rícino é para os cabelos. Por isso, ele é muito utilizado em cosméticos capilares.

4 benefícios do óleo de rícino para o cabelo

Foto: Getty Images

Foto: Getty Images

Regiane explica que o óleo e rícino contém vitamina E, minerais e vitaminas que auxiliam no crescimento dos fios, ativam a circulação sanguínea no couro cabeludo, hidratam os fios e selam a cutícula da fibra capilar, dando brilho.

Sara destaca como benefícios mais conhecidos do óleo de rícino para os cabelos:

  1. Ajuda no fortalecimento do couro cabeludo e no crescimento dos cabelos;
  2. Combate infecções e o crescimento de bactérias e fungos que poderiam impedir o crescimento capilar por apresentar propriedades antibacterianas e antifúngicas, devido à elevada composição de ácido ricinoleico;
  3. Proporciona hidratação, deixando os cabelos sedosos e brilhantes, por isso é utilizado muitas vezes para cabelos ressecados e pontas duplas;
  4. Ajuda no tratamento de doenças como dermatite seborreica.

“Vale ressaltar, porém, que não existem artigos científicos que comprovem esses benefícios”, acrescenta Sara.

Há ainda quem aposte no óleo de rícino para crescimento das sobrancelhas e dos cílios, hidratação das cutículas e até fortalecimento das unhas. Ele é usado também para hidratar as áreas mais ressecadas da pele, como, por exemplo, no caso de pés com rachaduras. Acredita-se ainda que, quando aplicado diretamente no local, pode ajudar a evitar estrias.

Como usar óleo de rícino para cuidar da beleza

Foto: Getty Images

Foto: Getty Images

Regiane comenta que o óleo pode ser usado no banho, numa automassagem, ou em xampus/ cremes. Há também muitos cosméticos que já o contêm em suas fórmulas.

Sara explica que o óleo de rícino pode ser usado puro no couro cabeludo ou na seguinte receita caseira:

Hidratação para os fios: 1 pote de iogurte natural + 1 colher (sopa) do óleo de rícino. Aplicar nos cabelos lavados e ainda úmidos e deixar agir por 20 minutos. Enxaguar em seguida.

Sara acrescenta que, para o corpo, o óleo pode ser diluído em outros óleos como, por exemplo, óleo de semente de uva, favorecendo assim seu poder de hidratação.

Existem ainda outras maneiras caseiras de usar o óleo de rícino:

1. Para combater a pele seca: 1 colher (sopa) de óleo de rícino + 1 colher (sopa) de óleo de coco. Misturar os ingredientes e aplicar nas partes desejadas do corpo. Deixar agir por cerca de 30 minutos e depois enxaguar.

2. Hidratar cutículas e fortalecer unhas: Passar o óleo de rícino diretamente nas unhas à noite. Lavar na manhã seguinte.

3. Aumentar a sobrancelha: Basta aplicar o óleo sobre as sobrancelhas e massagear levemente a área, sempre tomando cuidado com os olhos. Depois enxaguar a área. Fazer a aplicação cerca de 3 vezes na semana.

4. Prevenir estrias: 1 colher (sopa) de óleo de rícino + 1 colher (sopa) de óleo de sua preferência. Aplicar a mistura na área desejada e massagear cerca de duas vezes ao dia.

5. Crescer os cabelos: Aplicar o óleo diretamente na raiz do cabelo e massagear. Deixar por algumas horas (no máximo 12) e depois lavar os cabelos normalmente. Fazer a aplicação cerca de 3 vezes na semana.

6. Crescer os cílios: Aplicar o óleo com um pincelzinho de rímel nos cílios, tomando sempre cuidado com os olhos. Deixar agir por algumas horas e depois enxaguar. Fazer a aplicação cerca de 3 vezes na semana.

Porém, vale ressaltar, esses são os usos mais conhecidos do óleo de rícino, mas eles não oferecem comprovação científica. Em casos de dúvidas, um especialista sempre deverá ser consultado.

Relatos de quem já usou óleo de rícino

No Youtube é possível encontrar vídeos de muitas mulheres relatando os resultados que tiveram com o óleo de rícino, especialmente em relação ao crescimento dos cabelos. Confira alguns exemplos:

Mayara Thamires

Nii Makeup

Cínthia Miranda

SOS Debb

Grazi Lemos

10 produtos com óleo de rícino

Na galeria abaixo você confere sugestões de onde encontrar o óleo de rícino e também exemplos de cosméticos feitos com esse óleo.

Óleo de rícino Heritage por R$61,80 na <a href="http://biovea.net/br/product_detail.aspx" target="blank_">Biovea</a>
Óleo Vegetal Mamona Rícino por R$34,90 na <a href="http://www.belavidanatural.com.br/oleo-vegetal-mamona-ricino-distriol/campanha_id/1" target="blank_">Bela Vida Natural</a>
Phyto Huile D'Ales (ampolas para cabelos secos) por R$56,74 na <a href="http://beandcare.com/phyto-huile-d-ales-cabelos-secos-caixa-de-5-amp-de-10-ml/" target="blank_">Beandcare</a>
Ecrinal Sérum reparador de unhas por R$35,77 na <a href="http://www.cosmetis.com.br/ecrinal-serum-reparador-10-oleos-10ml.html" target="blank_">Cosmetis</a>
Batom Alva por R$ 79,25 na <a href="http://www.capymstore.com.br/alva-batom-vinho-organico" target="blank_">Cosmetis</a>
Kit Socorro! Lola Cronograma Capilar por R$145,99 na <a href="https://www.vitrinejovem.com.br/lola-kit-socorro-cronograma-capilar" target="blank_">Vitrine Jovem</a>
Spray para cabelos John Frieda por R$56,80 na <a href="http://www.onofre.com.br/spray-root-awakening-health-boosting-177ml-john-frieda/39056/05" target="blank_">Onofre</a>
Tratamento para lábios Z. Bigatti por R$186,50 na <a href="http://br.strawberrynet.com/skincare/z--bigatti/lip-treatment-balm---lips-at-large/83555/" target="blank_">Strawberrynet</a>
Laxol Óleo de Ricino por R$20,62 na <a href="http://www.farmaciadoleme.com.br/saude-especial/laxol-oleo-de-ricino-sabor-hortel-uso-adulto-conteudo-60ml-daudt.html" target="blank_">Farmácia do Leme</a>
Óleo de Rícino por R$4,78 na <a href="http://www.panvel.com/panvel/visualizarProduto.do?codigoItem=18392" target="blank_">Panvel</a>

O óleo de rícino (puro) costuma ser facilmente encontrado em farmácias.

Óleo de rícino oferece riscos?

Sara explica que o risco do fruto está na ingestão das sementes. “Elas são venenosas devido à presença da proteína tóxica ricina, que penetra na célula e a paralisa e, mesmo em pequenas doses, pode levar à morte”, diz.

Porém, a dermatologista explica que o óleo não é tóxico como as sementes.

De toda forma, é sempre interessante contar com as orientações de um médico ou outro especialista para garantir que o óleo de rícino poderá mesmo oferecer os benefícios desejados no seu caso.

Contraindicações do óleo de rícino

Regiane destaca que o uso do óleo de rícino não é recomendável a gestantes, lactantes e pessoas com doenças intestinais graves ou com alguma doença crônica. “É necessária sempre a orientação de um especialista”, finaliza a esteticista.

Comentários
Dicas relacionadas