Niacinamida: o que é e como esse ativo age em benefício da sua pele

Escrito por
Atualizado em 06.02.20

iStock

Por
Atualizado em 06.02.20

A niacinamida ou vitamina B3, como é mais conhecida, é muito utilizada em tratamentos dermatológicos e garante muitos benefícios à pele. Por isso, está presente em variadas formulações dermocosméticas. Saiba mais sobre essa substância, suas principais indicações e de que forma usar a seguir!

Publicidade

O que é niacinamida?

iStock

Consultamos a Dra. Simone Veloso, mestre em dermatologia pela USP, CRM: 5255218, para esclarecer sobre o uso e indicações desse ativo muito utilizado em tratamentos dermatológicos.

Segundo a dermatologista, a niacinamida ou niacina é uma substância utilizada há mais de 40 anos na dermatologia para o tratamento de condições inflamatórias, como acne e rosácea.

Seu uso cria uma espécie de barreira cutânea, diminuindo a perda transepidermal de água e melhorando da hidratação da camada córnea.

Comprovadamente, ocorrem melhoras nas estruturas superficiais da pele, como a suavização de rugas e inibição da fotocarcinogênese (câncer cutâneo induzido pela radiação ultravioleta).

7 benefícios incríveis da niacinamida

  1. Mantém a hidratação da pele (Indicação principal): aumenta o número de ceramidas naturais da pele;
  2. Combate o envelhecimento: reduz as linhas finas e rugas por promover o aumento da elasticidade cutânea;
  3. Ação anti-inflamatória: suas propriedades anti-inflamatórias permitem sua utilização como coadjuvante de doenças potencialmente graves, como o pênfigo vulgar e a psoríase;
  4. Ajuda no combate à acne: a aplicação da niacinamida assegura maior hidratação para a pele e auxilia no tratamento tópico de acne leve a moderada;
  5. Regula a produção de sebo: sua ação anti-inflamatória também melhora a textura da pele e auxilia na regulação da secreção sebácea;
  6. Reduz a pigmentação: o ativo impede que a melanina se espalhe, amenizando manchas causadas por hiperpigmentação;
  7. Ajuda na redução da sensibilidade: a vitamina B3 ajuda a reduzir a perda da água, resultando em uma barreira mais forte na pele.

Viu só? Além de deixar sua pele hidratada, a niacinamida dá conta de muitas outras demandas e previne até doenças!

Quando e como usar a niacinamida?

iStock

De acordo com a Dra. Simone Veloso, o uso da vitamina B3 apresenta excelentes resultados nas seguintes situações:

Publicidade

  • Hiperpigmentação (manchas escuras): é uma alternativa terapêutica efetiva e integral para tratamento de melasmas. Além de reduzir a pigmentação e a inflamação, diminui as alterações degenerativas causadas pelo sol (fotoenvelhecimento).
  • Acne: a aplicação da niacinamida é um tratamento seguro. O gel contendo niacinamida a 5% é um tratamento apropriado devido também às suas propriedades anti-inflamatórias, que podem auxiliar na redução do eritema (vermelhidão), e aos seus efeitos clareadores, que podem auxiliar na redução da hiperpigmentação pós-acne.
  • Dermatite seborreica: inclui diversas opções com diferentes taxas de sucesso e limitações com relação à segurança. A niacinamida tópica pode ter um potencial no tratamento da dermatite seborreica.

Seu uso pode ser sistêmico ou tópico. O tópico é por meio de cremes, loções, géis e pomadas. No entanto, é necessário a orientação do médico que vai detalhar o tratamento de acordo com cada caso.

Produtos com niacinamida para você testar

Confira alguns produtos que contêm a niacinamida em sua formulação que podem ser encontrados em lojas virtuais:

  1. Soro De Vitamina B3 – Niacinamida 5%, na Americanas
  2. Máscara Lipossomas da Coenzima Q10, Vit. B3 e Óxido de Zinco La Vertuan, no Shoptime
  3. Niacinamida 4% Gel Creme, na Fmiligrama
  4. Niacinamida 4% – Gel-creme, na Americanas
  5. Gel Creme com Azeloglicina e Niacinamida, na Fmiligrama
  6. Niacinamida 10% + Zinco 1%, no Mercado Livre

Sempre consulte seu dermatologista antes de adquirir qualquer produto, mesmo que seja de uso tópico. Assim, você garante a beleza e a segurança da sua pele!

Contraindicações e efeitos colaterais

De acordo com a dermatologista, não são observados efeitos colaterais durante o tratamento. A niacinamida pode ser usada em todos os tipos de pele, inclusive por quem possui pele sensível e/ou com melasma. Não existe nenhuma contraindicação formal, mas siga sempre as orientações médicas.

A niacinamida já é destaque em diversos produtos dermocosméticos, devido às suas excelentes propriedades de tratar inflamações e hidratar a pele. Se você achou útil esse conteúdo, que tal saber também sobre o ácido salicílico e seus benefícios para a pele!

Assuntos: Pele