25 melhores livros de romance para você conhecer e se apaixonar

Escrito por
Em 19.08.19

iStock

Histórias bem contadas nos encantam e nos fazem viajar para outras épocas, além de nos permitirem refletir sobre a nossa própria realidade a partir de universos fictícios. Um dos gêneros mais populares da literatura são os livros de romance, que nos cativam com personagens únicos, casais icônicos e momentos inesquecíveis.

Continua após o anúncio

Selecionamos os 25 melhores livros de romance com histórias para todos os gostos. Há os clássicos indispensáveis, os longos e originais para quem ama uma narrativa bem construída, os sobrenaturais para uma aventura apaixonante e os clichês que todo mundo adora. Confira a lista e encontre seu novo livro favorito!

1. Orgulho e Preconceito, de Jane Austen

Clássico da literatura, o romance da autora britânica Jane Austen se passa na Inglaterra aristocrática do século XIX. O livro aborda questões como casamentos, as normas e a ascensão social da época, além de falar sobre julgamentos. A narrativa conta a improvável história de amor entre a heroína Elisabeth Bennet e o aristocrata Sr. Darcy e é uma leitura indispensável para as fãs dos romances clássicos.

“O meu amor e os meus desejos permanecem inalterados. Mas basta uma única palavra sua para que nunca mais lhe fale no assunto.”

2. Para todos garotos que já amei

O livro da autora norte-americana Jenny Han, narra a história de Lara Jean, uma garota que está no primeiro ano do ensino médio e escreveu 5 cartas que jamais seriam enviadas para todos os garotos pelos quais já se apaixonou. Após essas cartas serem postadas, sem seu conhecimento, os 5 garotos a procuram e ela finge estar em um relacionamento com Peter, seu colega de escola, para evitar complicações com os outros meninos. O romance tornou-se um bestseller após a adaptação para o filme, produzido pela Netflix.

Leia também: Filmes da Disney: 55 opções para se apaixonar por esse universo mágico

“Se eu for ficar com alguém, quero que seja real.”

3. O morro dos ventos uivantes

Lendo e Viajando

Continua após o anúncio

Lançado em 1847 e escrito por Emily Bronte, o romance conta a história intensa de Catherine e Heathcliff, um dos casais mais famosos da literatura. O livro narra sobre amores impossíveis, vingança, loucura e obsessão. Apesar de clássico, a obra agrada diversos gostos e surpreende os leitores modernos.

“Seria degradante para mim casar agora com Heathcliff; por isso ele nunca saberá como eu o amo; e não é por ele ser bonito, Nelly, mas por ser mais parecido comigo do que eu própria. Seja qual for a matéria de que nossas almas são feitas, e minha e a dele são iguais.”

4. Aristóteles e Dante descobrem os segredos do universo

Aristóteles e Dante descobrem os segredos do universo é um livro juvenil e de narrativa leve, escrito por Benjamin Alire Sáenz. O romance conta a história de dois adolescentes, Aristóteles e Dante, que no início parecem ser muito diferentes, mas acabam encontrando no amor e na amizade vários pontos em comum que os ajudam a desvendar mais sobre eles mesmos e sobre a vida. É um livro sensível que nos ajuda a compreender nossas emoções e nos inspira a ser quem somos, sem medo disso.

“Imaginei como era segurar a mão de alguém. Aposto que às vezes é possível desvendar todos os mistérios do Universo na mão de uma pessoa.”

Leia também: Filmes musicais: 30 indicações para maratonar esse gênero incrível

5. Dom Casmurro

Considerado um dos romances mais famosos do mundo, Dom Casmurro é uma obra literária de Machado de Assis. A história é contada pelo ponto de vista do personagem Bentinho e sua história de amor com Capitu. O tema principal do livro são as supostas traições de Capitu com o seu melhor amigo Escobar. Leitura indispensável para os amantes do romance e da literatura nacional.

“Se eu pudesse contar as lágrimas que chorei na véspera e na manhã, somaria mais que todas as vertidas desde Adão e Eva. Há nisto alguma exageração; mas é bom ser enfático, uma ou outra vez, para compensar este escrúpulo de exatidão que me aflige. Entretanto, se eu me ativer só à lembrança da sensação, não fico longe da verdade; aos quinze anos, tudo é infinito.”

6. Um dia

Resenhas a la carte

Continua após o anúncio

Um dia é um bestseller do autor David Nicholls que narra a história de Emma Morley e Dexter Mayhew. Depois de se conhecerem, logo após a formatura, eles percebem que terão caminhos muito diferentes pela frente e então, prometem passar um dia juntos nos próximos anos. O romance narra os encontros e os flashes da vida dos dois durante 20 anos quando se encontram no dia 15 de julho. Trata-se de um livro fácil de ler e superemocionante!

“Eu te amo, Dexter. Amo muito. Só não gosto mais de você.”

7. Madame Bovary

Considerado o romance dos romances, Madame Bovary é a obra-prima do escritor francês Gustave Flaubert. O livro conta a história de Emma Bovary, uma mulher que se casou com o senhor Bovary mas não o ama por idealizar as relações amorosas baseadas nos romances que ela lê.

Leia também: 15 livros que toda mulher deveria ler para se empoderar

“O dever é sentir o que é grande, querer o que é belo, e não aceitar todas as convenções da sociedade, com as ignomínias que ela nos impõe.”

8. Garota exemplar

Escrito por Gillian Flynn, Garota exemplar é uma história sobre um relacionamento em crise. No quinto ano de casamento de Amy e Nick Dunne, ela desaparece deixando para trás evidências e um diário que incriminam Nick e fazem dela uma garota perfeita. Com uma narrativa palpitante, o leitor muda de opinião diversas vezes ao longo do romance.

“Tem uma grande diferença entre realmente amar alguém e amar a ilusão dela.”

9. O amor nos tempos do cólera

Mayra Carvalho

Continua após o anúncio

Obra do celebríssimo autor colombiano Gabriel García Márquez, O amor nos tempos do cólera narra a história de Gabriel García e Luiza Márques. Após serem separados pelo pai da jovem, o telegrafista Gabriel encontra uma maneira de encontrar Luiza onde quer que ela esteja para provar o seu amor. Os nomes dos protagonistas não são mero acaso, já que o romance é baseado na verdadeira história dos pais do autor.

“Ele ainda era demasiado jovem para saber que a memória do coração elimina as coisas más e amplia as coisas boas, e que graças a esse artifício conseguimos suportar o peso do passado.”

10. A canção de Aquiles

Escrito por Madeline Miller, A canção de Aquiles narra a Íliada de Homero como uma história de amor entre Aquiles e Pátroclo, os personagens centrais do poema épico. O romance resgata momentos do texto original e fala de questões como o a guerra, o destino e a mitologia grega. É uma nova maneira de compreender a Ilíada, refletir sobre o amor que continua após a morte e pensar a respeito dos verdadeiros heróis das tragédias.

“Talvez seja a maior dor, no final das contas, ser deixado na Terra quando outro se foi.”

11. O grande Gatsby

O clássico O grande Gastby é de autoria de F. Scott FItzgerald, autor da geração perdida, período entre as duas grandes guerras. A história se passa na década de 1920 e narra um romance entre Jay Gatsby e Daisy Buchanan, que é casada com outro homem. Tudo isso em meio a festas da era do jazz, excessos e uma sociedade ilusória. Se você gosta de romances emocionantes e cheios de glamour, não pode deixar de ler!

“Eu a amava. E este é o começo e o final de tudo.”

12. Como eu era antes de você

Como eu era antes de você é um bestseller escrito por Jojo Moyes, romancista superpopular. O livro narra a história de Lou Clark, uma garota espontânea e animada que perde seu emprego e então começa a trabalhar para Will Traynor, um jovem que perdeu a alegria de viver após um acidente de moto. Esse encontro acaba por mudar a vida dos dois.

“Poucas coisas ainda me fazem feliz, e você é uma delas.”

13. Os miseráveis

Clássico da literatura, Os miseráveis é de autoria do francês Victor Hugo. O livro é um romance histórico que se situa na França pós-revolucionária. Além das diversas referências políticas e históricas do período, a obra traz questões morais e éticas, e diversos tipos de amor: entre um casal, de uma mãe para uma filha e de um revolucionário pelos seus ideais e pelo seu povo. Com mais de mil páginas, é o romance perfeito para quem adora histórias bem contadas e cheias de reflexões.

“Morrer não é nada, horrível é não viver.”

14. Crepúsculo

Escrita pela autora americana Stephenie Meyer, a saga Crepúsculo inovou o gênero romance e abriu espaço e mercado para diversas obras do sobrenatural. O bestseller narra a história de Bella Swan, que quando se muda para uma cidade menor, acaba conhecendo Edward Cullen, um garoto misterioso, atraente e que esconde um segredo sombrio. O livro conquistou milhares de fãs e agrada pessoas de diversos gostos literários.

“De três coisas eu estava convicta. Primeira, Edward era um vampiro. Segunda, havia uma parte dele – e eu não sabia que poder essa parte teria – que tinha sede do meu sangue. E terceira, eu estava incondicional e irrevogavelmente apaixonada por ele.”

15. Intermitências da morte

O romance é de autoria do premiado escritor português José Saramago. O livro trata de assuntos como a morte e sua ausência, o amor e a falta dele, além de tocar em questões existenciais. Com ironia e sarcasmo, o autor provoca a sociedade moderna e critica instituições como a Igreja e o governo.

“Permaneceu no quarto durante todo o dia, almoçou e jantou no hotel. Viu televisão até tarde. Depois meteu-se na cama e apagou a luz. Não dormiu. A morte nunca dorme.”

16. Se a rua Beale falasse

Se a rua Beale falasse é um romance do autor James Baldwin. O livro narra a história de Tish e sua tentativa de provar a inocência de seu marido Fonny, preso injustamente e sem provas que o incriminam. A narrativa se passa na década de 1970, no Harlem, e aborda a questão da discriminação racial no sistema judiciário americano.

“Espero que ninguém jamais precise olhar alguém que ama através de um vidro.”

17. A culpa é das estrelas

Esse livro é a obra mais popular do autor juvenil John Green. Diagnosticada com câncer, Hazel Grace é incentivada pela mãe a ir a um grupo de apoio, onde conhece Augustus Waters, um garoto carismático. Os dois começam a conversar e embarcam para Amsterdã para Hazel realizar o desejo de conhecer seu escritor favorito. É um romance apaixonante cheio de surpresas e emoções.

“Alguns infinitos são maiores que outros.”

18. Nós

Do autor David Nicholls, Nós é um romance que conta a história de um casal passando por uma crise no casamento. Após 25 anos de casados, Connie decide se divorciar de Peter, mas uma viagem para Europa pode mudar essa decisão aproximando os dois novamente. Por relatar situações cotidianas, fica mais fácil de se identificar com os personagens!

“Sempre me intrigou saber por que se apaixonar devia ser considerado um acontecimento extraordinário, acompanhado por um naipe de cordas em crescendo, quando aquilo tantas vezes acabava em humilhação, desespero ou atos de terrível crueldade. Dada a minha experiência anterior, o tema de Tubarão teria sido mais adequado, ou os violinos de Psicose.”

19. Olhai os lírios do campo

Olhai os lírios do campo é um romance da literatura nacional escrito por Érico Veríssimo. Graças a um casamento por interesse, o personagem Eugênio Pontes conquista um lugar na alta sociedade. Para isso, entretanto, ele precisa abrir mão de seu verdadeiro amor, além da sua família e de seus ideais.

“A glória da amizade não é a mão estendida, nem o sorriso carinhoso, nem mesmo a delícia da companhia. É a inspiração espiritual que vem quando você descobre que alguém acredita e confia em você.”

20. O pintassilgo

Ganhador do prêmio Pulitzer, O pintassilgo é uma obra da autora americana Donna Tartt. A história narra a vida de Theo Decker, um garoto nova-iorquino que perde a mãe após um atentado em um museu e acaba levando consigo um quadro famoso: O pintassilgo, de Fabritius. O romance nos conta a trajetória de Theo e aborda reflexões a respeito das obras de arte e os diversos tipos de amor e relacionamentos. Longo e detalhado, o livro agrada os apaixonados por arte e literatura.

“Mais que tudo eu estava aliviado por, no meu estado incomum de tagarela, ter me impedido de escapar aquilo que estava na ponta da minha língua, aquilo que eu nunca disse, ainda que fosse algo que nós dois sabíamos muito bem sem que eu precisasse dizer em voz alta para ele na rua – que era, é claro, eu te amo.”

21. Desobediência

O livro de Naomi Alderman ficou bastante conhecido após ser adaptado para o cinema e receber críticas positivas. A história central gira em torno de Ronit, uma mulher criada no meio de judeus ortodoxos e cercada de regras estabelecidas por sua religião. Ela foge dessa realidade, mas acaba retornando para casa depois de anos e se vê dividida entre seguir os preceitos de sua criação ou viver com as consequências de sua desobediência.

“Tudo que temos, no final das contas, são as escolhas que fazemos.”

22. Sussurro

Sussurro é o primeiro livro da saga Hush Hush, escrita por Becca Fitzpatrick. Seguindo a fórmula de Crepúsculo, o livro traz muito romance e personagens sobrenaturais. Nora Grey é uma garota que está no ensino médio e não tem interesse em ninguém de sua escola, até a chegada de Patch, um garoto que parece amigável mas, que após algumas situações, deixa Nora inquieta, sem saber se pode confiar nele. O livro consegue fugir do clichê apresentando personagens carismáticos e uma história mais profunda do que parece ser de início.

“Estava difícil convencer a mim mesma de que deveria ignorar algo que já começava a parecer irresistível.”

23. P.s. eu te amo

De Cecilia Ahern, o livro conta a história de Gerry e Holly, o típico casal que ficaria junto para sempre. Até que Gerry morre e Holly descobre que ele deixou um pacote de cartas para ela se guiar e conseguir viver sem ele. É um romance cheio de emoções e muito amor!

“A vida de ninguém é repleta de momentos perfeitos. E se fosse, não seriam momentos perfeitos. Seriam apenas normais. Como você conheceria a felicidade se nunca passasse pelas fases tristes?”

24. Eleanor e Park

Da autora Rainbow Rowell, Eleanor e Park é um romance juvenil que narra a história de dois adolescentes de 16 anos que se apaixonam pela primeira vez. Com escrita leve, o livro é cheio de referências da cultura nerd, como Watchmen e X-Men, além de bandas como The Cure e The Smiths. Se você procura um livro descontraído sobre o primeiro amor, encontrou sua próxima leitura.

“Concordavam sobre tudo que era importante e discutiam sobre o restante. E isso era bom também, porque, quando discutiam, Eleanor sempre fazia Park morrer de rir.”

25. Mrs. Dalloway

Mrs. Dalloway é uma das obras mais famosas da escritora Viriginia Woolf. O romance se passa após a Primeira Guerra Mundial e conta um dia cotidiano da socialite Clarissa Dalloway e seus preparativos para uma festa. Woolf troca os pontos de vista e as consciências dos personagens de forma única, tornando seu livro reconhecido e aclamado pela crítica literária.

“Via o que lhe faltava. Não era beleza; não era inteligência. Era essa coisa central, que se comunica; alguma coisa de cálido que quebra a superfície e encrespa o frio contato de homens e mulheres, ou de mulheres entre si.”

São histórias instigantes e, como você viu, há livros de romance para todos os gostos. Qual desses você vai ler primeiro?

Para você