Chá para gastrite: 8 boas opções e como preparar cada uma delas

Escrito por
Em 26.12.19

iStock

É comum que quem sofra com os sintomas busque por algum tipo de chá para gastrite. Algumas plantas, de fato, podem ser benéficas para esta condição, por exemplo, quando apresentam propriedades digestivas, anti-inflamatórias e/ou relaxantes (ajudando nos casos em que as emoções contribuem para o desencadeamento dos sintomas da gastrite). Conheça opções de chás e saiba como prepará-los.

Continua após o anúncio

Índice do conteúdo:

Os melhores chás para gastrite

Anna Carolina Diniz (CRN 16100966), nutricionista pós-graduada em Nutrição Biofuncional, Ortomolecular e Fitoterapia, explica que a espinheira santa, por exemplo, é conhecida por atividade antiulcerogênica, antioxidante e anti-inflamatória devido aos compostos flavonoides e terpenos que estão presentes nela. “Essa planta tem o poder de diminuir a secreção do ácido clorídrico ajudando na regeneração do estômago. Também possui ação bactericida contra o H. pylori (bactéria comum em pacientes com gastrite). Mas seu uso é contraindicado para gestantes e nutrizes”, comenta.

A hortelã (menta) também é uma opção, acrescenta Anna Carolina, pois ajuda na cicatrização do estômago. “Porém, não é indicada para pessoas com dano hepático grave, gestantes, nutrizes e crianças com menos de cinco anos. Altas doses podem provocar insônia e irritabilidade, portanto, deve ser consumida sem exageros”, orienta a nutricionista.

O chá de guaçatonga também pode ser aliado nos casos de gastrite, conforme comenta Anna Carolina, pois tem ação antiulcerosa, antisséptica e cicatrizante. “O biciclogermacreno presente na planta, associado aos flavonoides e polifenóis da folha, é potente para a proteção do estômago. A erva, contudo, não é indicada para gestantes e nutrizes”, acrescenta a nutricionista.

O chá de funcho, por vez, atua melhorando a digestão, enquanto chás como o de melissa, hamamélis, capim-limão e camomila podem ser úteis quando questões emocionais (como ansiedade, tristeza, raiva) ajudam a desencadear os sintomas da inflamação da mucosa (gastrite), pois têm propriedades calmantes/relaxantes.

Confira então uma lista de chás que, de uma maneira ou outra, podem ajudam quem sofre com a gastrite:

  • Espinheira-santa;
  • Hortelã;
  • Guaçatonga;
  • Funcho;
  • Melissa;
  • Hamamélis;
  • Capim-limão;
  • Camomila.

O ideal é sempre contar com orientação de um médico ou nutricionista para saber a recomendação diária de consumo do(s) chá(s).

Como preparar o seu chá para gastrite

iStock

Saiba como preparar estes chás para, de fato, usufruir dos benefícios que eles oferecem.

Continua após o anúncio

Chá de espinheira-santa

Modo de preparo: Leve ao fogo 1 xícara de água; quando levantar fervura, desligue o fogo e adicione 1 colher (sopa) de folhas secas de espinheira-santa. Tampe e deixe descansar por cerca de 10 minutos. Coe e tome morno até 3 xícaras ao dia.

Chá de hortelã

Modo de preparo: Coloque 3 colheres (sopa) de folhas frescas de hortelã em uma xícara. Ferva 250 ml de água e despeje na xícara com as folhas de hortelã. Abafe e deixe descansar por cerca de 10 minutos. Consuma o chá até 4 vezes ao dia.

Chá de guaçatonga

Modo de preparo: Leve 1 litro de água ao fogo. Quando a água alcançar fervura, coloque 2 colheres (sopa) de erva e desligue. Tampe e deixe o chá abafado por cerca de 10 minutos. Coe e beba.

Chá de funcho

Modo de preparo: Leve 1 xícara de água ao fogo. Quando a água alcançar fervura, desligue o fogo e acrescente 5 g de folhas verdes de funcho. Tampe e deixe o chá abafado por cerca de 10 minutos. Coe e beba.

Chá de melissa

Modo de preparo: Coloque 1 colher (chá) da planta desidratada no fundo de uma xícara. Despeje 200 ml de água fervente na xícara e deixe em infusão por 10 minutos. Tome a mistura morna.

Chá de hamamélis

Modo de preparo: Leve 1 litro de água ao fogo. Quando a água alcançar fervura, coloque 2 colheres (sopa) de folhas de hamamélis e desligue. Tampe e deixe o chá abafado por cerca de 10 minutos. Coe e beba.

Chá de capim-limão

Modo de preparo: Leve 1 litro de água ao fogo. Quando a água alcançar fervura, coloque 5 colheres (sopa) da planta seca e desligue o fogo. Tampe e deixe o chá abafado por cerca de 10 minutos. Coe e beba.

Chá de camomila

Modo de preparo: Leve 250 ml de água ao fogo. Quando levantar fervura, adicione 2 colheres (chá) de flores secas de camomila. Tampe e deixe o chá abafado por cerca de 10 minutos. Coe e beba.

Apesar de benéficos, esses chás não devem ser consumidos em excesso e nem excluem a necessidade de se consultar com um médico gastroenterologista, que indicará o melhor tipo de tratamento levando em conta as particularidades de cada caso.

O que você realmente precisa saber sobre gastrite

Embora essa seja uma condição da qual a maioria das pessoas já ouviu falar, ainda há muitas dúvidas sobre o que realmente é a gastrite e quais são seus principais sintomas. Confira abaixo o esclarecimento para as principais questões.

Continua após o anúncio

O que é gastrite?

“É uma irritação ou inflamação do tecido da mucosa que reveste por dentro o estômago. Existem diferentes tipos de gastrite, mas o tipo mais comum é a gastrite provocada por excesso de ácido ou pela ingestão de medicamentos, as chamadas gastrites erosivas”, responde Bruno Zilberstein (CRM 19827), gastroenterologista da BP – A Beneficência Portuguesa de São Paulo.

O que fazer quando se está com gastrite?

Deve-se procurar por um médico para que possa ser feito o diagnóstico e ser indicado o melhor tipo de tratamento. Zilberstein explica que o tratamento geralmente é a associação de uma dieta não irritante e que não provoque o aumento da acidez com medicamentos apropriados que diminuem a produção de ácido no estômago.

Como deve ser a alimentação de uma pessoa com gastrite?

A nutricionista Anna Carolina explica que a pessoa deve evitar tudo que irrite o estômago, como bebidas com cafeína (chá mate, preto e café), refrigerante, álcool, frituras e embutidos (salsicha, presunto).

“A pessoa deve fazer uma dieta com pouca gordura e com alimentos de fácil digestão, como vegetais cozidos. A couve e o espinafre são ótimos. Deve ainda evitar alimentos crus”, destaca a nutricionista.

É importante ainda diminuir a quantidade de sal da dieta. “Não use temperos prontos e nenhum tipo de pimenta, nem mesmo a pimenta-do-reino. Também é proibido leite e seus derivados. A pessoa deve evitar ficar muito tempo sem comer pois o ácido clorídrico em contato com a mucosa pode piorar a gastrite”, acrescenta Anna Carolina.

A nutricionista orienta também a fazer mais refeições ao longo do dia, porém, em pequenas quantidades. “Evite frutas ácidas e, se possível, adicione o suco de aloe vera ao seu cardápio, porque ele é um excelente cicatrizante. Tabaco e estresse também pioram o quadro de gastrite, por isso, devem ser evitados”, destaca.

Como saber se a pessoa está com gastrite?

“Os sintomas mais comuns são dores na boca do estômago, azia e queimação (uma sensação de ardor localizada na boca do estômago, na parte superior do abdômen, pra cima do umbigo)”, comenta Zilberstein.

Diante desses sintomas, a pessoa não deve hesitar em buscar um médico para que seja feito o diagnóstico adequado.

Apesar de existirem chás benéficos para quem sofre de gastrite, eles devem ser consumidos preferencialmente sob orientação do médico ou nutricionista e não devem ser tomados em excesso. Aproveite e conheça chás que ajudam a emagrecer.

Continua após o anúncio

As informações contidas nesta página têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.