Café proteico: como fazer e por que incluí-lo no seu dia a dia

A bebida é à base de café e Whey e oferece benefícios especialmente para quem se exercita

Escrito por Tais Romanelli

Foto: iStock

O cafezinho é, indiscutivelmente, uma paixão brasileira. Muitas pessoas declaram, inclusive, “que o dia só começa” depois de tomarem uma boa dose de café!

Conhecido especialmente por fornecer energia para as mais variadas atividades do dia a dia, o café tem sido grande aliado também de quem se exercita regularmente. Tanto que se tornou ingrediente essencial de uma receitinha que já é febre entre os praticantes de atividades físicas: o café proteico.

O café proteico nada mais é do que uma mistura de café pronto quente com proteína (Whey Protein). Une, assim, as vantagens destes dois ingredientes, sendo aliado de quem busca uma alimentação equilibrada e/ou quer potencializar os efeitos dos exercícios físicos.

Saiba como preparar o café proteico e confira os benefícios que a bebida oferece!

Como fazer café proteico

Foto: iStock

Fazer o café proteico é rápido e simples, boa pedida para quem não pode perder tempo preparando seu pré-treino e/ou cafezinho ao longo do dia.

Leia também: 34 receitas com whey para matar a vontade de doces sem perder o foco

Ingredientes:

  • 1 xícara (chá) de café pronto quente;
  • 1 scoop de Whey de chocolate;
  • 2 colheres (sopa) de mel.

Modo de preparo: bata todos os ingredientes rapidamente no liquidificador (tempo suficiente para misturar bem). Leve ao copo e está pronto para ser tomado.

Conforme destaca o coach de bodybuilder Fernando Gouveia, formado em Sports Nutrition e Personal Trainer pela CanFitPro, dependendo do paladar de cada pessoa e do tipo de Whey escolhido, pode ser até dispensável o uso do mel para adocicar o “cafezinho”.

Uma dica é usar também o Whey de baunilha em vez do de chocolate, assim varia-se o sabor do café proteico, não enjoando da bebida.

Vale ainda lembrar da importância de se usar um Whey de boa qualidade e, claro, consumi-lo no café proteico ou de outra forma somente com orientação de um profissional da área da saúde.

Leia também: O que comer antes e depois do treino para alcançar seus objetivos

6 benefícios do café proteico

Foto: iStock

Mas, afinal, por que incluir o café proteico no seu dia a dia? Confira quais são os principais benefícios dessa receita:

  1. Energia para o treino: fonte de cafeína, o café já é bastante conhecido por fornecer energia, sendo assim um grande aliado para quem treina e também para quem tem uma rotina agitada.
  2. Maior gasto energético: o café pode ajudar ainda a acelerar o metabolismo e estimular a quebra da gordura corporal, potencializando os efeitos das atividades físicas.
  3. Ingestão proteica adequada: Gouveia destaca que, além do já conhecido poder da cafeína, o café proteico tem os benefícios do Whey Protein, como a complementação da ingestão proteica em pessoas com falta de apetite.
  4. Ajuda no emagrecimento: o consumo adequado de Whey pode ainda auxiliar no emagrecimento e na redução da gordura corporal.
  5. Melhora do sistema imunológico: o Whey também promove melhora do sistema imunológico.
  6. Recuperação muscular e ganho de massa magra: Gouveia lembra ainda que o Whey atua na recuperação muscular pós-exercício, no aumento da densidade mineral óssea e aumento da longevidade. É ainda importantíssimo para quem se exercita e deseja ganhar massa muscular.

É importante que o consumo de Whey no dia a dia seja orientado por um nutricionista, que indicará as quantidades e horários adequados, levando em conta as particularidades de cada pessoa e seus objetivos.

Quando tomar o café proteico?

Foto: iStock

Gouveia explica que o café proteico pode ser consumido em qualquer momento do dia. “Entre refeições, após refeições, no café da tarde. Porém, utilizando-o como pré-treino, é possível desfrutar de todos os benefícios dele para o treino: o up do café aliado à dose de proteína pré-treino que auxiliará na hipertrofia muscular e queima de gordura”, diz.

Porém, o café proteico não deve ser consumido em excesso, o que poderia levar ao ganho de peso e/ou consumo excessivo de proteína e também de cafeína. É importante ter a orientação de um nutricionista para se saber quanto de Whey deve ser consumido por dia e como deve ser feito este consumo (por exemplo, somente no café proteico ou em outras refeições do dia).

Contraindicações e cuidados com o consumo do café proteico

Gouveia explica que a dose diária de cafeína não deve ser excedida. “Varia entre 300 a 400 miligramas de cafeína, o que é algo em torno de 3 a 4 expressos no dia. Cafeína em excesso pode causar arritmia, má absorção de nutrientes, entre outros problemas”, alerta o educador físco.

Leia também: Shakes podem substituir uma refeição?

Além disso, destaca o coach, excesso de proteína também não é aconselhável, podendo trazer problemas renais.

E as pessoas que não praticam atividades físicas, podem consumir o café proteico? Esta é uma das maiores dúvidas. Gouveia responde que sim. “Todo ser humano precisa consumir proteína. E como já citado, o Whey Protein traz inúmeros benefícios para quem o consome. Porém, a pessoa, para isso, deve também manter hábitos saudáveis em sua alimentação, e usar o Whey do café proteico como complemento”, explica.

Agora você já sabe por que o café proteico tem sido muito utilizado, especialmente por quem pratica atividades físicas regularmente. Lembre-se, porém, que para usufruir dos seus benefícios, o ideal é contar com as orientações de um nutricionista ou outro profissional da área da saúde.

Assuntos: Alimentação

Para você