Descubra como o óleo para estrias é um aliado devido ao poder hidratante

Escrito por
Em 19.01.21

iStock

Por                                
Em 19.01.21

Você já ouviu falar que o óleo para estrias ajuda a melhorar a hidratação da pele e, por isso, é um componente importante para evitar o surgimento de novas estrias? Conversamos com a dermatologista Karine Cappelletti (CRM 41536), que explicou mais sobre os principais ativos e deu dicas sobre o assunto. Confira!

Publicidade

Índice do conteúdo:

Óleo para estrias realmente funciona e tem efeitos benéficos?

De acordo com Karine, as estrias aparecem por conta das distensões que ocasionam o rompimento das fibras de colágeno. Uma forma eficaz de prevenir essas lesões é manter a pele hidratada. Com a pele hidratada, há uma maior elasticidade e, dessa forma, os tecidos não se rompem tão facilmente.

Há casos em que o aparecimento de estrias são mais recorrentes: “Costumam aparecer com a gravidez, ganho de peso, fase de estirão de crescimento, implantes mamários e uso de corticóides”, aponta. Por isso, é importante investir em ativos específicos, como o óleo para estrias – uma excelente opção devido ao alto poder hidratante.

Quais são os melhores óleos para estrias?

Perguntamos à dermatologista quais óleos são mais indicados na prevenção das estrias. Veja a lista completa!

Óleo de amêndoa doce

iStock

“O óleo de amêndoa doce apresenta diversos nutrientes, como vitamina E, A e arginina. É um potente hidratante não somente para a pele, mas também para cabelos e unhas. Para usufruirmos dos benefícios desse óleo, o produto deve ser feito somente com óleo de amêndoas, sem outros aditivos”, explica.

Óleo de semente de uva

iStock

Esse óleo possui o tocoferol e o ácido linoleico. De acordo com a dermatologista, essas propriedades contêm vitamina E e antioxidantes, com ação direta na inflamação da pele.

Óleo de rosa mosqueta

iStock

Publicidade

Queridinho entre as mulheres, o óleo de rosa mosqueta entrou na lista da dermatologista por ser um óleo interessante na cicatrização. Além disso, a sua característica química pode ajudar na hidratação, deixando a pele mais emoliente. Misturar algumas gotinhas dele no seu creme é, também, uma boa alternativa!

Óleo de camomila

iStock

A dermatologista explica que o componente estrela desse óleo é o ômega 3, que ajuda a melhorar a elasticidade da pele. As propriedades calmantes também são incríveis, assim, além de ajudar a prevenir as estrias, elas deixam a pele lisinha e com um cheirinho encantador!

Óleo de lavanda

iStock

Já muito conhecido na aromaterapia, esse óleo para estrias hidrata e acalma a pele. De acordo com a Revista Terra & Cultura, o óleo de lavanda é bem completo: “O óleo essencial de lavanda tem muitas propriedades, sendo elas, antisséptico, analgésico, tônico, cicatrizante, anti-inflamatório, relaxante muscular, adstringente, antidepressivo, desodorante, sedativo, calmante, ajuda na área emocional, entre outros.”

Bio Oil: óleo antiestrias e cicatrizes

”Composto de vitaminas A, E, óleos vegetais naturais de calêndula, lavanda, alecrim e camomila, ele possui um excelente poder de hidratação, aumentando a elasticidade da pele. Pode ser usado por todos os tipos de pele. A aplicação deve ser feita somente na pele íntegra, ou seja, sem cortes e feridas. Pode ser utilizado por gestantes a partir do quarto mês de gestação, especialmente em áreas com maior probabilidade de aparecimento de estrias, como abdômen, seios, quadris e coxas. O uso deve ser feito, no mínimo, duas vezes ao dia.”, esclarece.

Aplicar direitinho o seu óleo para estrias faz total diferença! Portanto, você deve escolher a melhor forma, dentre as que estão a seguir, que foram cuidadosamente separadas pela profissional.

Como usar óleo para estrias no seu dia a dia

A dermatologista indicou alguns passos importantes ao aplicar o seu óleo para estrias e ter melhores resultados. Acompanhe!

Durante o banho

  • Após lavar o corpo, aplique o produto na pele;
  • Massageie suavemente o óleo, espalhando-o pelo corpo todo. Karine chama a atenção para a necessidade de não tomar banhos em temperatura elevada, pois diminui a hidratação da pele.

Após o banho

  • Com a pele levemente úmida, coloque gotas do produto na área a ser tratada;
  • Massageie o local e espere alguns segundos, até que o óleo esteja melhor absorvido. Se preferir, pode passar na pele seca mesmo.

Com o hidratante

  • Misture o óleo no seu creme corporal diário e passe pelo corpo;
  • Além de massagear a pele com a mistura, Karine chama atenção para os componentes dos cremes na gestação: a ureia, por exemplo, não pode ser usada.

Durante a massagem

  • No momento da drenagem linfática, procedimento muito realizado pelas gestantes, deve-se aplicar o óleo e massagear;
  • Os movimentos auxiliam na absorção do produto, com um maior aproveitamento dos nutrientes.

A dermatologista ressaltou que o óleo para estrias deve ser aplicado diariamente, com frequência de duas vezes ao dia. Isso porque o uso contínuo é uma boa dica quando o assunto é aproveitar os benefícios dos diversos tipos de óleo vegetal.

Publicidade

Assuntos: Corpo