Meu ex está namorando: 7 passos para lidar com isso

Aceitar um novo relacionamento do ex não é uma tarefa fácil. Confira um passo a passo que vai te ajudar a superar a novidade sem sofrer tanto

Escrito por Suzane Werdt
Foto: Thinkstock

Foto: Thinkstock

Você tinha um relacionamento, estava ou almejava ser feliz ao lado dele, mas, como muitas relações amorosas, acabou. Todas as mulheres já passaram por momentos como esse e provavelmente ainda vão passar por mais alguns. E muitas dessas vezes, não têm a sorte ou a força de saírem bem resolvidas desse rompimento.

Ficam mágoas, questões por resolver, coisas que a pessoa machucada acha que deveriam ser ditas, mas o que fica de forma mais prejudicial é o sentimento de posse. Deixar de significar algo importante na vida do outro e estar fora de seus assuntos ou programas gera desconforto e torna ainda mais difícil a aceitação de um novo relacionamento do ex.

Por mais doloroso que seja, é preciso admitir que a vida das pessoas que passaram pela sua história, assim como a sua vida, continuará e ambos irão, consequentemente, viver outros romances.

“Quando o término é traumático e envolve um sentimento de mágoa e de extrema rejeição, temos a tendência em apresentar grande dificuldade na ideia de que ex significa passado e que há vida além de nós. Ou seja, não é porque o relacionamento entre vocês terminou que ele ou você nunca serão felizes com mais ninguém”, comenta a psicóloga especialista em relacionamento, Pâmela Magalhães.

A realidade é que relacionamentos vêm e vão e é preciso não apenas aceitar, mas esforçar-se para realmente compreender o significado dessa realidade e assim conseguir seguir em frente.

Leia também: 7 sinais que indicam que você ainda não superou seu ex

Colocar isso em prática pode não ser nada fácil. Veja a seguir um passo a passo com dicas que podem te ajudar a resolver esse problema da melhor forma possível:

Foto: Thinkstock

Foto: Thinkstock

1. Evite encontros

Por mais que a saudade bata forte, o melhor a se fazer é evitar encontros que possam causar recaídas ou sentimentos ruins. Evite locais que ofereçam grandes chances de encontrá-lo, ou lugares que costumavam ir juntos. Essa não precisará ser uma prática duradoura, mas necessária ao menos enquanto ainda existem mágoas ou saudade.

Da mesma forma, trocar mensagens, telefonemas e acompanhar nas redes sociais podem alimentar esperanças vazias e ser ainda mais torturante. A psicóloga Pâmela Magalhães indica: “Procure se desconectar dele em todos os meios possíveis (Facebook, Whatsapp etc). Dessa forma será mais fácil apropriar-se de sua própria vida, sem a sombra de alguém que neste momento não te quer e não está com você”.

Você deve ser confiante e autossuficiente, mas isso não significa ignorar sua condição humana que precisa de um tempo para se recuperar e reorganizar a vida. Não se obrigue a conviver com ele em nome de uma suposta superioridade se de alguma forma isso não te faz bem.

2. Respeite o luto

Toda separação precisa ser elaborada. Dependendo de quem teve a iniciativa do rompimento, a reação e a forma de lidar são diferentes. É o que explica Pâmela Magalhães: “Se foi você quem deu o primeiro passo para o término e está certa e tranquila com isso, tudo pode ser mais fácil. Agora, quando estamos do outro lado e o término não era algo que queríamos, fica bem mais difícil. A dor é muito grande, mas a vivência dessa gama de sentimentos que envolve raiva, tristeza, sentimento de rejeição, frustração, dentre outros, deve e tem de ser vivida. É justamente quando nos permitimos sentir todas essas emoções e as encaramos de fato, que nos tornamos mais fortes e maduras para nos refazermos dessa situação”.

Leia também: Como lidar com o fantasma da ex do seu namorado

3. Conte com o apoio dos amigos

A presença dos amigos, familiares e pessoas em quem você confia e que te incentivam será fundamental nesse momento. A autoestima tende a estar no fundo do poço quando nos sentimos abandonadas ou trocadas. Por isso, manter a vida social, mesmo que de forma mais leve, é essencial para que você continue a se sentir querida, desejada por perto e até, quem sabe, mais segura de que a vida continua para além daquele círculo do relacionamento.

O casamento às vezes faz com que as pessoas se afastem de amigos e parentes. A rotina de um relacionamento muitas vezes reduz o espaço dos amigos. Esse é um ótimo momento para resgatar pessoas que te completam. Isso ajudará a ampliar seus horizontes e trazer novas oportunidades.

4. Faça atividades inspiradoras

Está comprovado que exercícios físicos melhoram o ânimo e a autoestima. Começar aquela sessão de treinamento que você estava planejando, matricular-se em alguma aula de movimento como dança ou natação são boas dicas para deixar a situação mais leve. Manter o corpo em movimento pode fazer com que você se sinta melhor mental e fisicamente. Uma boa dica é fazer trilhas, assistir o pôr do sol ou subir uma montanha. Assim você une o exercício físico ao contato com a natureza. Esse contato é muito importante para nos desprendermos um pouco dos problemas da vida em sociedade e perceber novos horizontes.

5. Não procure informações sobre ele

Nunca, jamais, de forma alguma se permita pesquisar o que tem acontecido na vida dele, seja através de conhecidos em comum ou de redes sociais. Quanto mais notícia você tiver dele e de suas atividades, mais o sentimento de posse e abandono será aguçado e maior será o sofrimento. Não é uma tarefa fácil, mas com certeza uma das mais importantes para que você possa superar essa fase da forma mais saudável possível.

Sempre existe aquela pessoa que quer te confidenciar as últimas notícias do seu ex. Não lhe dê ouvidos e não se permita escutar essas informações: isso poderá te fazer criar histórias ou relembrar mágoas. A curiosidade ainda será mais fácil de lidar do que as consequências que isso pode te trazer.

Leia também: Autoestima feminina

6. Não faça comparações

Faça o possível para não se comparar com a atual namorada do ex. Não importa quem é mais gorda, mais magra, mais bonita ou quem tem o melhor emprego. “Procure se ajudar, não fique procurando fotos ou mesmo informações acerca desse momento da vida dele. Esse comportamento irá feri-la mais e mais e não a levará a lugar nenhum, apenas contribuirá para a aniquilação de sua autoestima”, indica Pâmela.

7. A fila anda

Ainda é verdade que não existe nada melhor para curar um coração partido do que outro amor. Se você se sentir livre e realmente aberta para isso, vá fundo e acabe de vez com esse ranço. Mas muito cuidado: se forçar a ter outros relacionamentos, ou buscar seja quem for para suprir sua carência ou tentar fazer ciúmes é a pior atitude que você pode tomar. Isso certamente irá machucar ainda mais, atrapalhar sua recuperação e, em casos mais graves, até te impelir a procurá-lo.

Compreender o ciclo dos relacionamentos e conseguir viver em paz com isso é um trabalho árduo e de constante evolução pessoal. Mantenha sua alegria e perseverança, foque suas forças em si própria e com certeza você irá superar cada vez melhor momentos como esse.

Assuntos: Relacionamentos

Para você