Dizer ao parceiro o que te incomoda nele é fundamental

Uma conversa franca pode ser a diferença entre um relacionamento saudável e um relacionamento complicado

Escrito por Carolina Werneck

Foto: Thinkstock

Em um relacionamento, muitas vezes nos sentimos pouco à vontade para expor nossas opiniões a respeito do parceiro. No entanto, esse tipo de atitude pode ser o ponto definitivo entre uma relação saudável e uma relação problemática. Saber identificar no outro os pontos que nos desagradam e deixar clara para ele nossa posição frente a esses “defeitos” é muito importante para manter a confiança e a cumplicidade do casal.

O que acontece é que, quando começamos uma nova relação, há o encantamento com o pouco que conhecemos do outro. Isso se deve ao fato de que as pessoas, naturalmente, procuram mostrar suas qualidades logo no início: isso faz parte do processo de conquista do parceiro e é absolutamente normal. Com o tempo e o aumento da convivência, porém, fica quase impossível mostrar apenas nosso melhor lado – e fazer isso seria, inclusive, falso de nossa parte, já que toda pessoa possui qualidades e defeitos.

Conforme nos aprofundamos nos relacionamentos, portanto, é natural que algumas falhas antes não notadas passem a nos incomodar, ameaçando a integridade desses relacionamentos de acordo com sua gravidade. Falar sobre esses pontos de incômodo com o parceiro torna-se, assim, necessário e até aconselhável.

Em primeiro lugar, vale lembrar que identificar e reconhecer os pontos de discordância entre o casal faz parte do processo de amadurecimento da relação e até mesmo das pessoas nela envolvidas. As pessoas mudam com o passar do tempo e esse fator, somado ao já citado aumento da convivência e do tempo de relacionamento, faz com que as diferenças acabem surgindo mesmo entre casais que pareciam nascidos um para o outro.

Lembre-se, também, que seu parceiro não é obrigado a saber quais comportamentos dele te incomodam, de modo que cabe a você dizer a ele o que a está irritando. O diálogo franco e aberto sobre o problema costuma ser a melhor maneira de resolvê-lo – e isso só vai acontecer a partir do momento em que você expressar seu descontentamento.

Cuidado com as indiretas

Quando estamos irritados, usar de sarcasmo e até mesmo cinismo é uma reação natural. Esse tipo de atitude é resultado da omissão de seus sentimentos. Se um comportamento te incomoda e você não fala, a longo prazo seu descontentamento acabará sendo expressado através dessas reações quase involuntárias – e é aí que se inicia boa parte das discussões.

Ficar dando indiretas para o parceiro não resolverá a situação e, provavelmente, acabará por estourar em uma discussão séria. Abrir o jogo, portanto, ainda que pareça rude ou cruel, é sempre a melhor decisão.

Saiba colocar sua opinião sem ser agressiva

Ao expor seu descontentamento, porém, procure fazê-lo de modo suave e delicado, sem atacar o parceiro, para evitar uma possível discussão. Quanto mais cuidadosa você for ao expor sua opinião, maiores as chances de que o diálogo não evolua para uma briga e melhores serão os resultados.

Fale e saiba ouvir o que ele tem a dizer a respeito da sua reclamação, e esteja preparada para ouvir, também, as reclamações dele. Aproveitem o momento para esclarecer as discordâncias e dar um novo impulso ao relacionamento. Dessa forma a conversa só tem a acrescentar ao casal.

Assuntos: Namoro, Relacionamentos

Dicas pela Web