Calcinha pós-parto: 5 dicas para escolher a melhor e onde comprar

Escrito por
Em 06.02.20

iStock

A calcinha pós-parto é um dos itens indispensáveis após a gestação para tornar a experiência mais confortável e ajudar na recuperação adequada e segura. No entanto, é importante tomar alguns cuidados na hora da escolha para evitar qualquer complicação!

Continua após o anúncio

Índice do conteúdo:

5 dicas para escolher a melhor calcinha pós-parto

iStock

Diferente de uma calcinha comum, a escolha desse modelo não deve considerar apenas as cores, detalhes e preço. Nessa fase, é preciso priorizar seu bem-estar acima de tudo.

1. Escolha do tecido

A escolha do tecido de sua calcinha pós-parto é um dos critérios mais importantes na hora da decisão de qual ou quais levar para casa. Além do conforto e da pressão no nível certo, o tecido também deve permitir uma boa respiração da pele, o que ajudará na cicatrização e evitará a proliferação de fungos.

Para isso, evite ao máximo os tecidos sintéticos e invista nas calcinhas de malha e de algodão.

2. Altura da calcinha

A altura da calcinha deve ser escolhida de acordo com sua preferência e conforto. Nos modelos mais altos, além de ajudar a reduzir a sensação de que os órgãos estão soltos e dar mais segurança, a calcinha também gerará uma pressão que ajudará na modelagem da cintura.

Já se você preferir modelos mais baixos, o uso também é liberado. Nesse caso, a única recomendação é optar por modelos que cubram a cicatriz e que não tenham nenhum elástico fino que aperte muito na cintura.

3. Níveis de compressão

Como o modelo de calcinha pós-parto visa a recuperação da região da barriga, dos órgãos e do corpo, é importante escolher uma peça que tenha uma boa compressão. Quanto mais reforçada, mais ela ajudará a colocar os órgãos no lugar e fazer com que sua barriga volte ao normal mais rápido.

No entanto, uma pressão muito grande pode dificultar a recuperação, prejudicar a respiração e causar muitos outros problemas. Por isso, evite calcinhas que sejam muito apertadas e causem incômodo, priorize sempre o seu conforto e bem-estar!

Continua após o anúncio

4. Tipo de cava

No mercado é possível encontrar calcinhas maiores, com shortinhos ou bermudas, ou modelos mais cavados e semelhantes a uma calcinha comum. Nesse momento, vale a pena considerar não só sua preferência pessoal, mas também o fato de que a tendência é que haja um grande fluxo após o parto.

A recomendação é fazer uso de absorventes noturnos para conter o fluxo e evitar vazamentos. Nesse caso, a calcinha deverá comportar esse item com segurança – por isso, as cavas maiores podem ser uma melhor opção.

5. Funcionalidades

Como já citamos, a calcinha pós-parto pode ser sua melhor amiga em diversos fatores. Além de ajudar na recuperação e cicatrização, ela tem a função de modelar o corpo e contribuir para que ele desinche mais rápido.

Além disso, os modelos com maior compressão e altura também podem ser muito vantajosos para a postura nesse período, evitando dores na coluna e nas costas. E por fim, o uso desse tipo de calcinha também ajuda a reduzir a flacidez, diminuindo a aparência da celulite e comprimindo a gordura localizada.

Os benefícios da calcinha pós-parto compensam o fato de que ela pode não ser tão atrativa e bonita como as lingeries delicadas e cheias de detalhes. Além disso, nessa fase tão importante, onde o bebê precisa tanto de cuidado e atenção, estar segura e bem consigo mesma é o melhor que você pode fazer por você!

Onde comprar calcinha pós-parto

A seguir separamos opções de calcinha pós-parto com preços e modelos variados para comprar online. Confira!

Dicas de Mulher

  1. Calcinha cinta ultraleve DeMillus, na Loja Estação Íntima
  2. Modeladora fio dental pós-parto, na Loja Americanas
  3. Kit 2 calcinhas pós-parto Love Secret, na Loja Marisa
  4. Calcinha cinta ultraleve fio dental DeMillus, na Loja Estação Íntima
  5. Calcinha alta modeladora pós-parto, na Loja Americanas

Esperamos que nossas dicas facilitem suas escolhas e desejamos uma recuperação incrível nessa nova fase cheia de maravilhas. Gostou da matéria? Então confira também nossas dicas sobre dieta pós-parto!

Assuntos: Gravidez