15 benefícios do mel que vão te fazer enxergá-lo com outros olhos

Escrito por
Em 26.11.19

iStock

Elaborado a partir do néctar das plantas, o mel carrega inúmeras propriedades medicinais, nutricionais e cosméticas. Esse rico alimento possui ações antimicrobianas, probióticas, antioxidantes e energéticas, além de vitaminas e minerais. Confira os benefícios do mel para a saúde e tire suas dúvidas sobre suas contraindicações e formas de consumo.

Continua após o anúncio

15 benefícios do mel para adoçar sua vida

Utilizado frequentemente como adoçante, o mel apresenta poderosas funções que vão além do doce. A nutricionista Carolina Siqueira (CRN 2992), especialista em diabetes, nutrição e metabolismo clínico elenca os benefícios desse alimento, veja:

1. Probiótico

A inserção de alimentos como o mel na dieta altera a flora intestinal, ao estimular o desenvolvimento de bactérias benéficas ao intestino.

2. Alívio de dores estomacais

O mel possui propriedades capazes de proteger a mucosa gástrica, além de ter ação anti-inflamatória, o que auxilia no tratamento de doenças e desconfortos no estômago.

3. Atividade antibacteriana

Alimentos como o mel podem agir no combate a bactérias causadoras de doenças como a inflamação da garganta.

4. Previne a osteoporose

Por conter cálcio em sua estrutura, um mineral facilmente absorvido pelo organismo, o mel pode minimizar o risco de osteoporose.

5. Menor caloria

Em uma dieta hipocalórica, o mel pode ser um auxiliador e tanto, já que 1 colher de sopa de açúcar branco tem 93 kcal e de açúcar mascavo 73 kcal, enquanto que a mesma quantidade de mel possui apenas 59 kcal.

6. Vitamina C

Uma das várias vitaminas encontradas no mel é a vitamina C, um excelente agente para a renovação celular.

7. Ferro

Outro componente desse alimento é o ferro. Ele auxilia na diminuição do risco de anemia do tipo ferropriva.

Continua após o anúncio

8. Auxílio indireto no emagrecimento

O mel não é um alimento ativo no emagrecimento, mas sua ação se dá de forma indireta, pois auxilia na desinflamação celular e contribui para uma alimentação equilibrada.

9. Atividade física

O mel é uma excelente fonte de carboidratos simples, por isso, fornece energia rapidamente ao organismo. Recomenda-se seu consumo para treinos ou competições longas (com duração maior que 1h), a fim de fornecer energia mais facilmente ao organismo.

10. Combate das doenças dos olhos

O mel pode ser eficaz no tratamento de doenças oculares como a catarata e a inflamação das córneas, porém, apenas o consumo do alimento não é o suficiente; é necessário fazer o correto tratamento dessas doenças de acordo com prescrição médica.

11. Combate das doenças da boca

Também atua no controle das bactérias causadoras de doenças da garganta e boca, como a faringite e a cárie.

12. Tratamento da Candidíase

O mel possui uma função ativa no trato da candidíase, por sua ação antifúngica.

13. Rico em minerais

É possível encontrar diversos minerais como selênio, manganês, zinco e alumínio, os quais promovem funções essenciais ao organismo.

14. Auxílio no tratamento pós-cirúrgico

Sua atividade antimicrobiana auxilia no tratamento de feridas pós-cirúrgicas, úlceras e na preservação de enxertos de pele.

15. Imunidade

O mel auxilia na melhora da imunidade por ter ação de antibiótico e antisséptico natural.

A nutricionista explica que a quantidade de consumo diário ideal do mel dependerá das necessidades calóricas de cada pessoa. Para quem possui uma alimentação equilibrada, ingerir 1 colher de sopa (15 g) por dia é o indicado.

Formas de uso e consumo

iStock

Continua após o anúncio

O mel pode atuar tanto sozinho quanto combinado com outros alimentos. Veja as melhores sugestões para consumir ou usar o mel e usufruir de todas as suas vantagens:

Mel para o cabelo

O mel auxilia no tratamento da dermatite seborreica, as famosas caspas do couro cabeludo. O uso consiste em diluir uma pequena quantidade de mel em água morna e aplicar no cabelo antes do shampoo. Consulte um(a) dermatologista antes de iniciar essa forma de uso, pois pode provocar irritações.

Mel para a pele

O mel também pode ser um ótimo hidratante caseiro, além de atuar como cicatrizante em peles acneicas e ajudar a tratar feridas e queimaduras. Ainda, sua propriedade antioxidante garante uma pele jovial e preservada. Aplique após o banho, massageando o corpo e o rosto. Deixe agir por 20 minutos e enxágue. O resultado será uma pele nutrida e com brilho.

Mel com leite

Está com dificuldades de dormir durante a noite? Saiba que o consumo de mel com leite pode ser excelente no combate à insônia. Inclua uma xícara de leite morno com uma colher de mel na sua rotina noturna.

Mel com limão

A mistura de mel com limão pode ser um ótimo amparo à tosse provocada pela gripe ou resfriado. Eles trazem ação calmante para as vias aéreas e região da garganta, o que diminui sua irritação durante a tosse. Além disso, o mel possui propriedades anti-inflamatórias. Misture 2 colheres de mel a uma 1 xícara de água fervida. Depois de dissolvido, esprema 1 limão e tome o chá.

Mel com canela

Mel com canela é uma superdupla com ação antifúngica e antibacteriana. Juntos, eles ajudam a tratar problemas do trato gastrointestinais, além de aliviar dores na articulação, provocadas por doenças como a artrite, por exemplo.

O mel combinado com esses e outros alimentos pode render ótimos medicamentos naturais e auxiliar no combate de fungos e bactérias.

Contraindicações e alertas sobre o mel

Diante de inúmeros benefícios, o mel também pode trazer riscos, principalmente, ligados ao seu consumo exagerado. Carolina Siqueira listou casos em que o mel não é indicado:

  • Consumo excessivo: a ingestão excessiva de mel acarreta um aumento da glicemia (excesso de açúcar no sangue), o que favorece o ganho de peso e afeta, a longo prazo, as funções pancreáticas.
  • Para quem sofre com problemas intestinais: o mel pode ocasionar disfunção na flora intestinal (diarreia) devido à sua alta concentração de açúcares.
  • Para crianças menores de 1 ano: o maior risco do consumo do mel para esse grupo é o botulismo, doenças provocada por bactérias que podem ser encontradas nos recipientes que armazenam o mel. As complicações dessa patologia podem levar até a morte.

O consumo desse alimento deve ser feito de forma equilibrada e de acordo com a necessidade calórica de cada um. Consulte um nutricionista e saiba mais sobre como introduzir o mel no seu cardápio.

Informações nutricionais

Na composição total do mel, encontramos minerais fundamentais para o nosso organismo, além de vitaminas, carotenóides, antocianinas e flavonas. Confira a distribuição completa dos nutrientes presentes no mel e se surpreenda com seu poder:

Continua após o anúncio

As propriedades que encontramos no mel, podem variar conforme o clima, condições do solo e espécies de abelha. De qualquer forma, é uma alimento que vale a pena incluir na sua rotina alimentar. Descubra também como fazer uma hidratação com mel para renovar seu cabelo!

As informações contidas nesta página têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Assuntos: Alimentação