Urucum: conheça seus principais benefícios à saúde

Escrito por
Em 18.03.20

iStock

Você conhece o urucum? Que tal o colorau? Segundo a nutricionista Juliana Vieira (CRN: 44442), esse é o fruto do urucuzeiro, uma planta tropical americana. O corante extraído das sementes de urucum pode ser usado na produção de cosméticos, bronzeadores, alimentos e tecidos. Conheça os principais benefícios desse fruto para o corpo e como incluí-lo na alimentação.

Continua após o anúncio

Índice do conteúdo:

5 benefícios do urucum

O urucum possui muitos compostos bioativos, que são oriundos do metabolismo secundário das plantas. Devido a isso, muitos são os benefícios alcançados através da ingestão deste fruto na alimentação, afirma a nutricionista Gabriela Bernabé (CRN: 17101230). Desse modo, confira a lista de benefícios garantidos pelas nutricionistas em relação ao uso do urucum:

  1. Ação antioxidante: dentre os principais compostos do urucum estão os compostos fenólicos e os carotenoides que, por vezes, estão envolvidos com as propriedades funcionais, entre elas, a atividade antioxidante. Devido a essa atividade, o alimento é responsável pela proteção à oxidação celular, podendo agir de modo preventivo contra cânceres, problemas cardiovasculares, envelhecimento, colesterol e diabetes.
  2. Ação emagrecedora: o urucum tem ação emagrecedora, pois melhora os receptores da insulina promovendo uma diminuição da glicose sanguínea e estimulando a redução de gordura periférica favorecendo a perda de peso.
  3. Ação adstringente: a ação adstringente fornecida pelo urucum também atua no organismo como protetor hepático. Portanto, uma alimentação com a presença desse fruto é ótima para problemas relacionados ao fígado.
  4. Ação afrodisíaca: além dos benefícios citados anteriormente, o urucum possui ação afrodisíaca, fazendo com que o uso de suas folhas aja contra as bronquites, faringite e inflamação dos olhos.
  5. Fortalece os ossos: devido à presença de cálcio em sua composição, esse alimento é muito útil para o fortalecimento dos ossos através do uso regular e contínuo.

Ainda que você não imaginasse, fazer o uso regular do urucum pode trazer ótimos resultados à saúde humana. Compreenda, a seguir, como utilizar esse fruto na alimentação e condicionar ao corpo seus grandes benefícios.

Como utilizar urucum

iStock

Gabriela Bernabé afirma que o pigmento avermelhado extraído desse fruto vem sendo muito bem utilizado na culinária e na indústria alimentícia em forma de corante natural, representando 90% dos corantes usados no Brasil, e 70% no mundo. Em geral, na indústria brasileira, o urucum é utilizado para colorir manteigas, queijos, embutidos, sorvetes, refrigerantes e produtos de panificação.

Urucum para colorir – Colorau

O colorau é produzido através da trituração das sementes e sua mesclagem ao milho (também triturado) ou outros tipos de sementes. Com essa mistura podemos colorir diversos pratos, desde que sejam salgados. O urucum não é recomendado para pratos doces.

Tempero no preparo de arroz e carnes

É possível dar outra aparência ao arroz com o uso do tempero de urucum. Para isso, basta incluir o corante natural junto ao alho e continuar a preparação do alimento normalmente. Além disso, ele também é muito recomendado para temperar carnes em geral. Por mais que não dê um gosto específico ao alimento, ele modifica sua cor e leva as propriedades benéficas ao indivíduo que o consome.

Chá das sementes e folhas

O uso do chá desse fruto é benéfico para cicatrização de feridas estomacais, diminuição do colesterol e tratamento de gripes e resfriados. É possível usar as sementes para a produção de chás quentes, gelados e de suas folhas.

A inclusão de antioxidantes na alimentação é de grande importância para a prevenção de diversas doenças, como já mencionado. Mantenha uma alimentação de forma saudável e faça bom uso das propriedades do urucum para seu organismo. Aproveite e descubra frutas exóticas boas para a saúde.

Continua após o anúncio

As informações contidas nesta página têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.