Moda e Beleza

Sculptra®: conheça os benefícios desse ativo na pele

iStock

Atualizado em 07.07.22

Nos dias atuais, existe a possibilidade de desacelerar o ritmo do envelhecimento da pele através do tratamento com bioestimuladores – um dos mais conceituados é o Sculptra®. Para saber as principais características desse procedimento, esclarecer as dúvidas e apresentar os cuidados eficazes, consultamos os médicos Dr. André Adriano (CRM-SC 14956 | RQE 12393) e Dra. Simone Tavares Veloso (CRM-RJ 552181 | RQE 11249), especialistas em Dermatologia e membros da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Publicidade

O que é Sculptra®?

A definição para Sculptra® é uma substância injetável composta pelo ácido poli-L-láctico (PLLA) com a finalidade de tratar o envelhecimento da pele através da fórmula de bioestimulação, portanto, o colágeno passa a ser produzido novamente no organismo. “Essa substância é totalmente compatível com o nosso organismo, sendo um produto médico e estéril”, explana André. O mecanismo de ação do Sculptra® consiste na “estimulação das células fibroblastos, responsáveis pela síntese do colágeno e da elastina em resposta à inflamação tecidual subclínica”, destaca Simone.

Para que serve?

iStock

As indicações do produto, segundo os especialistas, são amenizar os sinais de envelhecimento, flacidez, rugas, sulcos, celulites e cicatrizes na pele. Os efeitos do produto duram em média 25 meses, restabelecendo a firmeza e força da pele. A quantidade de frascos necessários vai de acordo com a sua idade e o aspecto da sua pele. Além disso, o paciente deve fazer o procedimento estético uma vez por ano para manter os resultados já adquiridos.

A aplicação do produto é realizada em áreas como face, colo, pescoço, braços, mãos, abdômen, glúteos, coxas e joelhos – com exceção da área ao redor dos olhos, nariz e lábios. “No caso da perda de gordura facial, é aplicada no contorno do rosto, sendo comum em atletas e pessoas que perderam muito peso”, explica André. A eficácia do produto “é atribuída desde que as diferentes técnicas utilizadas sejam respeitadas e preparadas adequadamente”, comenta Simone.

Contraindicações e riscos

As contraindicações são para casos de pessoas com doença autoimune, infecção ativa, lesão na pele, áreas tratadas com o preenchimento permanente de silicone e/ou polimetilmetacrilato, ansiedade por resultado imediato, gestantes, lactantes e crianças. Além do mais, evite o procedimento se você faz uso de aspirina, vitamina E, imunossupressores, anti-inflamatórios, anticoagulantes e/ou cápsulas de óleo de peixe. Fumantes também podem ser contraindicados para o tratamento.

Alternativas ao produto

Existem outros métodos alternativos bioestimuladores que cumprem o mesmo objetivo, entre os principais estão dois produtos, o Radiesse® que é composto por hidroxiapatita de cálcio, e também o Ellanse®, que é composto por policaprolactona. Na busca pela associação de tratamentos em rejuvenescimento da pele, “as aplicações de ácido hialurônico, toxina botulínica, luz intensa pulsada, resurfacing com laser CO2, radiofrequência e ultrassom microfocado podem potencializar os resultados”, informa Simone.

Quanto custa?

O valor médio de cada frasco do Sculptra® é de R$ 3. 600*. De acordo com a Resolução nº 1.974/2011 do Conselho Federal de Medicina, é vedado ao profissional a divulgação de valores dos seus serviços. Além disso, existe a variação dos honorários médicos em todo o país, consta na Resolução nº 1.836/2008 do Conselho Federal de Medicina que o profissional estabelecerá os valores e tratamentos posteriormente ao diagnóstico realizado no paciente.

*Valor consultado em novembro de 2019. Ele pode sofrer alteração.

Publicidade

Como é feito o tratamento?

iStock

Para entender como procede cada etapa do tratamento, confira as orientações médicas e a assistência exercida pelos dermatologistas:

  • Aplicação: é feita por meio de agulhas e/ou cânulas nas camadas mais profundas da pele juntamente com o anestésico. O tratamento é programado até quatro sessões com intervalo mensal.
  • Duração: o período médio é de 25 meses, mas pode variar em cada paciente dependendo da região tratada.
  • Recuperação: há possibilidade de inchaço e hematomas leves devido à recente sessão. Portanto, evite sauna, atividade física, sol, banho de mar e/ou piscina por pelo menos 7 dias.

Posteriormente a cada aplicação, é necessário massagear a região tratada com o auxílio de hidratante facial cerca de 3 vezes ao dia durante uma semana. “Os resultados começam a ser percebidos num intervalo de 45 a 60 dias depois da aplicação”, conclui André.

Depoimentos sobre o produto

Está em dúvida sobre o resultado pós-tratamento? Pensando nisso, trouxemos os depoimentos de pessoas que realizaram esse tipo de procedimento estético. Confira a seguir:

A primeira eficácia

Jardel Edebran compartilha detalhadamente sua primeira sessão com o Sculptra® aplicado no rosto e também mostra a clínica e o procedimento realizado pela Dra. Bruna Tavares.

Banindo a flacidez

Gigi Barreto comenta a respeito de sua flacidez ressaltando o que a incomodava antes de ter feito o tratamento com o Sculptra®. Depois, bastante animada, ela mostra o resultado tão esperado.

Experiência com o tratamento

Aurora D’Vine expõe sua experiência com o Sculptra®, tratamento que foi indicado por sua dermatologista. No vídeo, você também pode acompanhar parte da sessão.

Publicidade

“É importante que esse procedimento seja realizado por um profissional da área dermatológica ou cirúrgica, pois a aplicação na camada superficial da pele pode formar nódulos”, alerta Simone. Para mais dicas a respeito de métodos de rejuvenescimento, confira informações sobre o ácido glicólico.

Por Lígia Malagrino

Dos assuntos cotidianos, como moda, beleza e saúde, às causas feministas, estamos juntas em todas as buscas da sua jornada!