7 receitas caseiras para acabar com o tártaro acumulado nos dentes

Conheça tratamentos caseiros para o problema do tártaro e a opinião de um especialista sobre a eficácia de cada um deles

Escrito por Tais Romanelli

Foto: Getty Images

Muita gente diz que o sorriso é o “cartão de visita” de uma pessoa. E, para manter dentes bonitos, não há muito segredo: é preciso cuidar da saúde bucal de uma forma geral.

Neste sentido, o acúmulo de tártaro nos dentes é um grande vilão que, mais do que um péssimo aspecto estético (já que os dentes ficam amarelados ou até amarronzados), pode facilitar o desenvolvimento de cáries, entre outros desconfortos bucais.

Rafael Puglisi, dentista especializado em odontologia estética, que tem entre seus clientes famosos como Neymar, Silvio Santos, Hugo Gloss, entre outros, comenta que tártaro é um biofilme que se forma, ocorrendo a proliferação de bactérias, virando uma placa bacteriana que é queratinizada. “É como se fosse uma sujeira que fica na superfície do dente e acaba manchando ou mudando de cor. E o tártaro pode pigmentar dependendo dos alimentos que são ingeridos”, acrescenta.

O acúmulo de tártaro nos dentes é um problema que pode atingir qualquer pessoa, como consequência das bactérias constantes na boca, por isso dá-se a necessidade prevenir o problema, basicamente, com uma boa escovação após cada refeição e com visitas frequentes ao dentista.

Ainda assim, há quem arrisque algumas receitas caseiras que prometem ajudar a acabar com o tártaro acumulado nos dentes. Mas será que elas, de fato, funcionam? Abaixo você confere exemplos e a opinião do especialista Rafael Puglisi.

Leia também: 15 alimentos para clarear os dentes naturalmente

1. Consumir mais vegetais e frutas

Foto: Getty Images

De acordo com Puglisi, esta medida, de fato, pode ajudar. “A dica são as frutas e os vegetais que têm o pH base, por exemplo, pepino, folhas diversas, alface… vegetais em geral da cor verde”, diz.

Outros exemplos de alimentos que você pode consumir in natura, diariamente, são: maçã, espinafre, pera e ameixa.

2. “Escovar” os dentes com morangos

Uma dica caseira bastante simples é amassar morangos (bem maduros), colocá-los sobre a escova de dentes e utilizá-los como uma pasta de dente comum.

Porém, Puglisi destaca que este é mais um mito. “O que ajuda muito a eliminar o tártaro é a força mecânica da escovação (normal, com pasta de dente)”, diz.

3. Usar bicarbonato de sódio

Foto: Getty Images

Diluir uma colher (chá) de bicarbonato de sódio em um copo de água e fazer um bochecho por alguns segundos com a mistura é uma das receitas caseiras mais conhecida neste sentido.

Leia também: 8 alimentos inocentes que podem prejudicar seus dentes

Vale ressaltar que este tipo de receita não deve ser usada com frequência, o que poderia deixar os dentes sensíveis e levar a outros problemas.

De acordo com Puglisi, porém, usar bicarbonato de sódio para acabar com o tártaro é um mito. “Também existe aquele mito de que bicarbonato ajuda a clarear os dentes. Tudo isso é falso, as pessoas acreditam nisso, pois o bicarbonato é abrasivo. A abrasão é a capacidade que um material tem de desgastar uma superfície. Mas, na verdade, a força mecânica com que você escova os dentes é o que acaba eliminando o tártaro”, diz.

4. Usar peróxido de hidrogênio

Outra receita conhecida é misturar meia xícara de água e meia xícara de peróxido de hidrogênio para fazer um bochecho de alguns segundos. Porém, mais uma vez, é necessário ter cuidado para não prejudicar os dentes.

Puglisi destaca que essa medida não é eficaz. “O que pode ocorrer é o clareamento daquela estrutura (do tártaro acumulado), o que também é bem difícil de ocorrer”, explica o dentista.

5. Usar gel de Aloe Vera

Outra receita difundida é a mistura de: 1 colher (chá) de gel de Aloe Vera + 1/2 colher (chá) de bicarbonato de sódio + 10 gotas de óleo essencial de limão + 4 colheres (chá) de glicerina vegetal. Para, depois, escovar os dentes 1 vez por dia com a mistura.

Leia também: Salada no pote de vidro: opção prática para refeições saudáveis

O dentista Puglisi explica, porém, que esta não é uma boa opção. “Vale destacar, inclusive, que a utilização de produtos originários do limão ajudam na proliferação de tártaro”, diz.

6. Mastigar gergelim ou salsinha

Foto: Getty Images

A dica é mastigar um punhado de gergelim diariamente, sem engolir. Depois disso, os dentes devem ser escovados normalmente.

Puglisi explica que este hábito vai liberar uma carga básica na boca e não elimina, mas evita a formação do tártaro.

A mesma dica vale para a salsinha: pode-se mascar um punhado por alguns segundos e depois cuspi-lo, escovando normalmente os dentes em seguida. Porém, deve-se ter o cuidado de lavar bem as folhas antes de fazer isso!

7. Usar óleo de girassol

A orientação é, simplesmente, fazer bochechos com uma colher (sopa) de óleo de girassol prensado a frio (sem engolir).

Leia também: Vitamina E: poderoso antioxidante e grande aliado da beleza

Porém, Puglisi destaca que não existe nada melhor para a eliminação de tártaro e placa bacteriana do que: uma escova de dente, água e pasta.

Como prevenir o surgimento de tártaro

Foto: Getty Images

Como sempre, a prevenção é o melhor caminho quando o assunto é o acúmulo de tártaro nos dentes. E isso dispensa grandes receitas caseiras e está totalmente relacionado aos hábitos de higiene bucal.

  • Escovar os dentes minuciosamente, por cerca de dois minutos, especialmente após as refeições principais (almoço e jantar);
  • Utilizar o fio dental diariamente;
  • Frequentar pelo menos duas vezes ao ano o dentista para a realização de limpezas profissionais e exames dentais.

Se ainda assim ocorrer o acúmulo de tártaro, a orientação principal é procurar o dentista, que provavelmente utilizará o processo de “raspagem” – que nada mais é do que o processo de retirada do tártaro com instrumentos especiais.

Caso opte por tentar alguma receita caseira, apenas certifique-se de tomar cuidado para não utilizar produtos que possam prejudicar sua boca e/ou sua saúde de uma forma geral.

Dicas pela Web
Comentários