20 dicas simples para você se tornar uma mãe ainda melhor

Você já é uma ótima mãe, mas, se está procurando formas para ser ainda melhor, esta lista pode ajudar

Escrito por Mariana Bueno

Foto: iStock

Quem tem filhos costuma sofrer várias pressões em relação à forma como está educando as crianças. Tantas opiniões acabam gerando questionamentos e, muitas vezes, culpa.

Mas a verdade é que tudo o que os filhos precisam é de amor e atenção. Por isso, não ligue para o que os outros falam e lembre-se sempre: você já é uma ótima mãe!

Mas, se está procurando formas para ser ainda melhor – o que não faz mal a ninguém – esta lista mostra 20 coisas simples que podem ajudar:

1. Deixe os aparelhos eletrônicos de lado por um tempo

Foto: iStock

Muitos pais questionam qual seria o tempo ideal para as crianças usarem celulares e tablets, mas se esquecem de observar o tempo que eles mesmos passam em seus dispositivos. Os filhos, é claro, percebem quando os pais estão prestando mais atenção no celular do que neles. Então estabeleça períodos longe dos aparelhos.

Melhor do que se concentrar no celular, em checar as redes sociais ou mesmo em tirar as melhores fotos dos pequenos, é estabelecer conexões e momentos que serão lembrados para sempre.

Leia também: 10 dicas para lidar com emergências com os filhos

2. Tire um tempo para se cuidar

É comum se sentir cansada e esgotada com o ritmo de trabalho cuidando dos filhos e, muitas vezes, conciliando com outros serviços em casa ou fora. Ter um tempo só seu, seja algumas horas por dia ou um dia todo a cada semana, vai fazer de você uma mãe melhor. Aproveite esse tempo para ir à manicure, dar uma volta no quarteirão, tomar um banho demorado, qualquer coisa que ajude a recarregar sua bateria para que você possa voltar para seus filhos mais calma, relaxada e pronta para assumir um novo dia.

3. Diminua o número de atividades dos filhos

É natural querer preencher os horários das crianças com atividades que serão enriquecedoras para eles, seja um esporte, uma nova língua… Mas permitir que eles tenham tempo para relaxar, brincar e, principalmente, para estar com você, também é muito importante. E tanto eles como você ficarão menos estressados.

4. Faça perguntas que inspirem respostas significativas

Foto: iStock

Se você perguntar como foi o dia ou como estava a aula, possivelmente a resposta vai ser “tudo bem”. Mas se você formular as perguntas de outras maneiras, de modo a provocar o pensamento, a chance é de que receba respostas mais honestas e significativas.

5. E realmente ouça as respostas

Às vezes as crianças têm muito a dizer. E ouvir tudo pode te ajudar a compreender com mais clareza o que estão sentindo ou perceber se tem algo acontecendo e que você não sabia. Além disso, saber que você está sempre disposta a ouvi-los faz com que se abram mais e isso deixa pais e filhos mais envolvidos por toda a vida.

6. Pare de buscar a perfeição

É comum se comparar com outras mães. Mas, observar a vida das blogueiras que publicam sobre momentos incríveis com os filhos ou das outras mães na escola que parecem ótimas, pode fazer com que você pense estar agindo errado, o que não é verdade! Livre-se dessa ideia de perfeição, pois é impossível ser a mãe perfeita, e concentre-se no que realmente importa para você. Isso vai diminuir o estresse e, consequentemente, facilitar a relação com os filhos.

Leia também: Filhos: como ensinar o que é certo e o que é errado?

7. Faça comentários positivos para seus filhos

Foto: iStock

As palavras encorajadoras podem ter um efeito duradouro por anos e anos. Mesmo que ditas na infância, podem ajudar a fazer com que cresçam mais seguros e sejam adultos mais corajosos. Além disso, dizer coisas positivas faz com que fiquem felizes e eles certamente vão se lembrar disso nos momentos difíceis.

8. Pare de fazer tudo pelos seus filhos

Esse hábito é realmente tentador, mas pode acabar sendo prejudicial a longo prazo. Então o ideal é ensinar, de forma adequada para cada idade e situação, para que eles aprendam a ter autonomia. Mostre como preparar lanches simples, dê algumas tarefas para que ajudem em casa, só auxilie na lição de casa quando eles realmente precisarem de assistência… Entregar tudo nas mãos vai ser um desserviço para eles e para você.

9. Esteja presente

Quando estiver com seus filhos, esteja realmente com eles. Participe da melhor forma que puder, brinque, ria, faça atividades juntos, se divirta. Deixe as preocupações de lado – algumas coisas podem esperar e seus filhos não serão crianças para sempre. Aproveite!

10. Peça ajuda

Foto: iStock

Não é fraqueza assumir que precisa de ajuda. Ter consciência disso e ser capaz de expressar, é algo que vai te fortalecer. Seja para o parceiro(a), para a mãe, para um familiar, uma amiga ou mesmo para o pediatra do seu filho. Não deixe de falar quando precisar.

11. Uma vez por semana faça algo para realmente se conectar com cada um dos filhos

Seja um passeio pelo bairro, uma viagem, não importa. O que vale é fazer alguma coisa que vá realmente te conectar com cada filho. Se tem mais de um, faça separadamente. Esse tempo de ligação individual com cada um é necessário para que eles se sintam especiais, valorizados, e para que tenham sua total atenção, mesmo que por um pequeno período de tempo.

Leia também: Como não mimar demais os seus filhos

12. Seja transparente ao falar de assuntos importantes

Ser transparente com os filhos desde que são pequenos, mesmo que os assuntos sejam difíceis ou considerados tabus, é necessário. A morte, o bullying, o sexo e o consentimento, entre outros, devem ser falados de forma aberta e honesta. Isso vai mostrar que são assuntos normais e, mais importante que isso, que eles podem se abrir com você quando tiverem alguma preocupação ou dúvida.

13. Contrate uma babá

Quando você não estiver conseguindo lidar com tudo e o estresse estiver tomando conta, contrate alguém que possa ficar com seus filhos mesmo que por poucos instantes, enquanto você toma um banho ou vai ao mercado fazer compras. Vai ser bom ter um tempo para colocar sua vida em ordem e se sentir mais tranquila.

14. Seja o exemplo que você gostaria que seus filhos seguissem

Foto: iStock

Desde o primeiro dia de vida de um bebê, a mãe e o pai são os modelos a serem seguidos. As crianças copiam tudo que os pais fazem, elas querem ser como eles são. Mais importante do que falar, é dar um bom exemplo, um modelo positivo para que eles sigam.

15. Comemore as pequenas coisas

Não é preciso esperar o aniversário ou o dia de entrega do boletim. Mostre aos filhos que pequenas vitórias e realizações merecem ser comemoradas, seja levando para um passeio ou para tomar um sorvete. Eles sempre se lembrarão desses momentos.

16. Invente uma nova tradição

A criação de novas tradições na família pode ser algo bem divertido. Algumas sugestões: comemorar meio aniversário, fazer uma apresentação de dança todos os anos no Natal, estabelecer um prato para jantarem juntos em determinado dia da semana, assistir ao mesmo filme em todas as férias… São exemplos divertidos e fáceis de fazer que vão gerar diversão e, futuramente, uma nostalgia boa para todos.

Leia também: 12 opções para se divertir com as crianças durante as férias

17. Tire um tempo para estar com seu parceiro(a)

Não é simples manter um relacionamento, ainda mais quando um – ou os dois – tem filhos. Por isso é importante ter um tempo para aproveitar a dois. Vale determinar uma noite em datas regulares, fazer uma viagem… o importante é poder estar com a pessoa, sem tocar no assunto filhos, só resgatando o romantismo e vivendo cada momento.

18. Dê aos filhos experiências, não coisas

Foto: iStock

As principais lembranças que as crianças levarão da infância são as experiências que tiveram, e não os brinquedos ou outras coisas materiais que ganharam. Presenteá-las com experiências individuais, como alguma atividade esportiva, um passeio, um evento em família, uma viagem, entre outros, vai marcar a memória.

19. Deixe seus filhos serem crianças

O tempo voa e a infância não dura para sempre. Por isso, deixe seus filhos serem pequenos e livres enquanto puderem e aproveite esse tempo com eles. Dê atenção a momentos simples, como uma caminhada, uma brincadeira, uma conversa, mesmo que as perguntas sejam repetitivas ou difíceis.

20. Confie em você e nas suas decisões

Se alguém surgir com um conselho ou uma opinião que você não pediu, ignore. Você conhece seus filhos e sabe o que é melhor para eles, então confie no seu taco ao tomar decisões ao invés de ouvir os outros. Faça do seu jeito, não do jeito das outras mães.

Às vezes, uma simples mudança pode te ajudar a criar momentos ainda mais especiais para você e seus filhos. Que tal colocar essas pequenas coisas em prática?

Para você