Bodas de casamento: descubra os significados e veja ideias para comemorar

Poucas coisas na vida são tão boas como celebrar o amor! Por isso, não tenha dúvidas de que vale a pena comemorar seus meses ou anos de casamento

Escrito por Tais Romanelli

Foto: iStock

Quando duas pessoas decidem se casar, decidem, sobretudo, construir uma vida juntos, compartilhando os bons e maus momentos do dia a dia. E é justo que esta decisão fique marcada para sempre na vida do casal e seja comemorada sempre que possível!

Para isso, não é preciso necessariamente fazer uma grande festa a cada ano de casamento… A celebração pode ser sutil, como num jantar a dois, por exemplo, ou simplesmente lembrar da data com carinho!

Malise Kroth, cerimonialista, comenta que celebrar ou comemorar as bodas de um casamento significa renovar os votos, as promessas, o amor… “É reviver os momentos mágicos do ‘sim’ dado um ao outro, quando deixaram de ser dois, para ser um só”, diz.

Cada boda comemorada leva um nome gracioso. “São símbolos cheios de significados que marcam a renovação dos votos, estimulam a criatividade do casal e ajudam no amadurecimento da relação, em especial no primeiro ano, onde tudo é novidade, o romantismo está latente, ambos estão se esforçando para fazer uma adaptação de suas vidas e vivendo uma realidade bem diferente”, explica a cerimonialista.

“No geral, os símbolos das bodas marcam o amadurecimento dos relacionamentos, quanto mais os anos avançam, mais rígidos e resistentes são os materiais. A cada mês percorrido, durante o primeiro ano, é uma vitória, uma comemoração especial, normalmente, feita entre o casal, de forma bem romântica com um jantar, cinema, luz de velas… O significado? Cada casal saberá dar o seu!”, destaca Malise.

Leia também: 10 dicas para manter a saúde do seu casamento

O significado das principais bodas

Abaixo você conhece as denominações e significados das principais comemorações de bodas de casamento, de acordo com a cerimonialista Malise:

Imagem: Dicas de Mulher

1 mês de casamento – Bodas de Beijinho: “o nome refere-se ao docinho delicioso que nos retorna o sentido literal da palavra, beijo; é a fase de grande amor, efeito lua de mel e de muito carinho”, destaca.

2 meses de casamento – Bodas de Sorvete: doce e refrescante, é a descoberta do prazer na vida a dois.

3 meses de casamento – Bodas de Algodão Doce: “é a fase em que o relacionamento parece doce e suave como o algodão doce, com passeios de mãos dadas e cheios de romantismo”, comenta Malise.

4 meses de casamento – Bodas de Pipoca: é tempo de descontração e alegria, brincadeiras e comemorações a dois, por exemplo, no cinema ou até mesmo com amigos.

Leia também: 10 dicas para ter uma atitude positiva nos relacionamentos

5 meses de casamento – Bodas de Chocolate: é o romantismo que ganha força, as surpresas, a delícia de estarem juntos e saborearem os mesmos ideais e sonhos.

6 meses de casamento – Bodas de Pluma: é quando o relacionamento do casal está leve, suave, quando marido e mulher estão vivendo uma fase muito boa, fazendo um pelo outro, e planejando voos maiores.

7 meses de casamento – Bodas de Purpurina: “associa-se a brilho e muito encanto, retoques especiais e importantes no afeto, no relacionamento, para que se mantenha sempre reluzente como o amor”, explica a cerimonialista.

8 meses de casamento – Bodas de Pompom: bolas fofas que alegram o ambiente e remetem à alegria e satisfação.

9 meses de casamento – Bodas da Maternidade: “não em sentido literário, mas os primeiros meses do casamento foram como um período de gestação, de mudanças visíveis, sensíveis de muitos planejamentos”, comenta Malise.

Leia também: 12 frases que não se deve dizer a recém-casados

10 meses de casamento – Bodas de Pintinho: “assim como o pintinho que acaba de se libertar da casca do ovo, onde esteve protegido durante sua formação, assim é no relacionamento do casal quando percebe que juntos estão formando uma família e querem criar um ambiente doméstico com muito amor e alegria”, explica Malise.

11 meses de casamento – Bodas de Chiclete: “além de saboroso e prazeroso, mascar chicletes dispersa tensões e exercita o maxilar, mas ‘quando gruda o chicletinho’… . Assim é a vida a dois, um constante exercício de aceitação, um grudando um pouquinho mais no outro, fazendo muitas coisas juntos, se mantendo unidos para superar todo e qualquer momento de tensão”, destaca a cerimonialista.

1 ano de casamento – Bodas de papel: “passados 11 meses de relacionamento, de afetos, descobertas e adaptações, o casal já está pronto para completar seu primeiro ano de casamento, onde juntas, duas pessoas passaram a escrever no papel de suas vidas, o seu primeiro ano de história. Na fragilidade do papel, firmam e renovam os votos e propostas para a evolução do seu casamento”, explica Malise.

5 anos de casamento – Bodas de madeira ou ferro: uma variante cultural, mas, no Brasil, a mais comum é a de madeira – que representa a relação amadurecida do casal. “A madeira lembra robustez, enraizamento, as mudas enraizadas que começam a crescer e se expandir em novos galhos, os filhos que surgem, mas a madeira ainda é frágil diante do fogo das provações”, explica Malise.

10 anos de casamento – Bodas de Estanho ou Zinco: ambos os nomes são utilizados e se completam. “Representam a solidez do relacionamento. A flexibilidade e a maleabilidade do estanho com o zinco, utilizado para evitar corrosões em ferros e outros metais, são a combinação perfeita de sustentação no casamento. Com 10 anos, o casal já está adaptado um ao outro e vive uma relação segura e ao mesmo tempo flexível”, destaca a cerimonialista.

15 anos de casamento – Bodas de Cristal: límpido e transparente como o cristal é o relacionamento de cristal. “Nobre, transparente, sem confusões, onde um conhece bem os limites de ser e agir do outro e se aceitam com amor”, explica Malise.

20 anos de casamento – Bodas de Porcelana: as relações são provadas pelos acontecimentos da vida e do cotidiano, o casamento experimentado como a porcelana que, após ser moldada, é finalizada no calor e alcança uma beleza e brilho especial. É a superação, a confiança e a união.

25 anos de casamento – Bodas de Prata: refere-se ao casal coroado com uma coroa de prata. Esta é uma das bodas mais comemoradas, de acordo com Malise. É a força, brilho, beleza e tradição que influencia a família. Prata é o símbolo da segurança e estabilidade no relacionamento.

30 anos de casamento – Bodas de Pérola: a pérola é produzida a partir de uma autodefesa da ostra de um organismo externo, mas as pérolas são rígidas, têm brilho próprio e não estragam com facilidade… “Assim é o relacionamento que se fortaleceu superando pequenas mágoas, discussões, desentendimentos em contratempos no decorrer da vida, fortalecendo ainda mais a união”, destaca Malise.

35 anos de casamento – Bodas de Coral: os corais são adaptados para viverem em colônias, crescem nos mares e podem formar recifes de grandes dimensões. Assim é o casamento que supera obstáculos e permite a evolução e amadurecimento em toda a sua extensão.

40 anos de casamento – Bodas de Rubi: a beleza e a força do rubi, pedra vermelha, cor do amor e da paixão, demonstra o quanto o relacionamento é resistente. O matrimônio é durável e estável.

45 anos de casamento – Bodas de Platina: a platina é um metal nobre e resistente à corrosão, assim como o relacionamento que resiste ao tempo, às investidas, às dificuldades.

50 anos de casamento – Bodas de Ouro: “é a coroa da vitória, é o metal nobre, reluzente, é o casamento que superou as intempéries, é a história de uma vida que venceu o tempo, partindo da frágil folha do papel à coroa de ouro”, explica Malise.

9 ideias bacanas para comemorar as suas bodas de casamento

Poucas coisas na vida são tão boas como celebrar o amor! Por isso, não tenha dúvidas de que vale a pena comemorar seus meses ou anos de casamento!

Engana-se, porém, quem pensa que a única maneira de fazer isso é organizando uma grande festa… Abaixo você confere diferentes ideias – das mais simples às mais inovadoras ou tradicionais – para comemorar suas bodas de casamento!

1. Um jantar a dois

Foto: iStock

Um jantar romântico – seja em casa mesmo, seja em um restaurante especial que marcou a história do casal ou onde ambos adoram a comida – é sempre uma ótima opção, especialmente para os primeiros meses e anos de casamento (quando dificilmente o casal pensa em fazer uma festa e a comemoração tende mesmo a ser a dois).

Uma dica interessante é surpreender o parceiro em vez de planejar a comemoração. Quem sabe preparando um jantarzinho surpresa, em casa mesmo, no segundo ou terceiro mês de casamento, por exemplo?!

2. Uma viagem especial

Foto: iStock

Viajar é algo maravilhoso e melhor ainda se a viagem tiver um “tema especial”, como a comemoração do aniversário de casamento!

O casal pode realizar uma viagem que sempre sonhou ou, dependendo do tempo de casamento, quem sabe, até retornar ao local onde passou a lua de mel! Pode ainda optar por voltar ao destino onde os dois foram pela primeira vez juntos ou, simplesmente, conhecer lugares novos!

Uma dica interessante é o casal combinar de planejar uma viagem diferente por ano, sempre próximo à data de comemoração do casamento!

3. Fazer novos planos

Foto: iStock

Que tal aproveitar a comemoração e falar com o parceiro sobre novos planos?! Como, por exemplo, ter um ou mais filhos (no caso de quem já tem), mudar de casa, investir num novo negócio. Por mais que esse tipo de coisa passe longe de uma “comemoração tradicional”, reforça a parceria entre o casal e a certeza das escolhas que os dois fizeram ao se casarem.

4. Dar um presente que tenha um significado especial

Foto: iStock

Presentear o parceiro pode ser uma ótima opção. E, aqui, pouco importa o preço do presente, vale muito mais seu significado! Pense em algo que tenha a ver com a história de vocês e/ou que venha para somar na vida a dois… Pode ser um presente de uso pessoal ou para casa, algo que vocês irão aproveitar juntos, etc.

5. Escrever uma carta ou mensagem especial

Foto: iStock

Muitas vezes, palavras especiais significam mais do que um presente! Que tal escrever uma carta ao seu parceiro, falando sobre como tem sido os primeiros meses ou anos de casamento?

Muitos casais não tiveram a oportunidade de trocar votos na cerimônia de casamento, mas nunca é tarde pra dizer (escrever) palavras legais a quem se ama!

A mensagem pode ainda ser gravada em forma de vídeo, por exemplo. O mais importante é usar a sinceridade e seus sentimentos!

6. Uma festa tradicional

Foto: iStock

Dependendo do tempo de casamento e, também, do estilo do casal, é normal se pensar em fazer uma boa festa para celebrar as bodas de casamento!

Para Malise, em uma comemoração tradicional de bodas, não pode faltar a renovação dos votos. “Este é um momento sublime com a participação de todos os frutos do casamento: filhos, netos, bisnetos, dependendo da boda celebrada. Nesta renovação, espontaneamente, o casal terá a oportunidade de falar um ao outro, olhando nos olhos, sentindo uma maré de emoções, e expressando os seus sentimentos mais profundos”, diz.

A cerimonialista comenta que, hoje em dia, é comum se comemorar as bodas com o mesmo aparato de um casamento, no quesito organização. “Pode ser um jantar íntimo entre familiares e amigos, pode ser uma recepção em salão de festas, pode ser inclusive, ao ar livre. Seja qual for a escolha, é importante planejar com antecedência, ver o que melhor se enquadra no seu orçamento, na sua realidade… Mas, claro, o mais importante é ser feliz e comemorar muito”, destaca.

7. Uma festa inovadora

Foto: iStock

Malise comenta que a festa de bodas é temática por natureza, por considerar o símbolo de cada ano… Estes elementos podem ser utilizados na decoração, nos detalhes, nos mimos e nas vestes. “Por exemplo, na temática das bodas de prata, a decoração levará muitas informações em prata. A esposa tende a se vestir de prata ou branco com detalhes em prata. O esposo pode optar pela gravata prata”, explica.

Pequenos detalhes fazem a diferença. “Não é preciso fazer tudo ficar na cor do tema, para não ficar visualmente cansativo, não é preciso exagerar, quanto mais suave e sutil, mais delicado, sofisticado e marcante”, acrescenta a cerimonialista.

Lembre-se: a decoração é o complemento, não o destaque absoluto. “Mas, não deixe de usar elementos que apresentem, visualmente, as bodas comemoradas”, orienta Malise.

É possível realizar a comemoração das bodas de forma inesperada, como na areia da praia, muito procurada para os casamentos, exemplifica a cerimonialista.

“Uma coisa bacana é fazer a cerimônia das areias. Ela simboliza o pleno sentido da união matrimonial; dois seres distintos que se tornam um só e, nestes anos de casamento, ninguém foi capaz de tentar separar um grão sequer desta união de corpo, mente e coração. Esta é uma forma dinâmica para simbolizar a razão de estarem comemorando as bodas”, observa Malise.

É possível ainda, de acordo com Malise, fazer o “cantinho do bem-casado” na festa, com fotos, porta-retratos, quadros, varal de fotos do casal, mostrando momentos desde o namoro até o momento atual.

8. Fazer um ensaio fotográfico

Foto: Reprodução / Ale Marques Fotografia 

Nos dias atuais, é muito comum os casais fazerem um ensaio pré-casamento. Mas, nem sempre foi assim… Muitos casais não tiveram essa oportunidade ou optaram por não fazer. Mas isso não significa que não possam fazer agora, na comemoração das bodas, independentemente de qual seja ela (de 10, 20, 30, 40 anos de casamento…).

Até mesmo quem fez o ensaio pré-casamento, pode fazer um novo ensaio fotográfico, optando por fazê-lo novamente no mesmo local ou num outro lugar que hoje os dois considerem mais especial.

9. Ir ao cinema ou a um show especial

Foto: iStock

Muitas vezes, os casais deixam de ir ao cinema juntos após anos de namoro e/ou casamento – o que geralmente é comum nos inícios de relacionamento. Mas, que tal retomar esta ideia?!

Por mais que este seja um programa simples, pode ser uma boa maneira de se comemorar as bodas de forma sutil, mas agradável.

O casal pode optar por ir a um show de algum cantor ou banda que tenha marcado a história dele, por exemplo.

Enfim… Boas ideias não faltam! Mas, o mais importante de tudo é que cada casal celebre as bodas de acordo com seu estilo e história!

Dicas pela Web
Comentários