Como tratar assadura na virilha e 4 dicas para evitar o problema

Escrito por
Atualizado em 14.04.21

iStock

Por
Atualizado em 14.04.21

A assadura na virilha pode ser bastante incômoda e causada pelo uso de determinadas peças de roupa, por isso o ideal é que a região esteja sempre limpa e seca. Para entender mais sobre o assunto e trazer dicas de como lidar com o problema, conversamos com as dermatologistas Renata Marques (CRM 814717 RJ | RQE 20486) e Francine Belinetti (CRM 30732 | SBD | RQE 20352). Confira:

Continua após o anúncio

Índice do conteúdo:

O que causa assadura na virilha

Segundo Renata, “a assadura na virilha significa dermatite friccional, ou seja, ocorre por atrito. Normalmente acontece em atletas e em pessoas com sobrepeso e obesidade.” Outras causas incluem:

  • Excesso de umidade na região: Francine aponta que tanto não secar direito a virilha quanto ter muitos pelos pode contribuir para o aumento da umidade na região. E essa é a principal causa do incômodo.
  • Roupas íntimas inadequadas: para as dermatologistas, esse é o segundo principal causador do problema. “Tanto a roupa muito apertada quanto a de tecidos sintéticos podem ser responsáveis pelo surgimento da assadura”, diz Francine. Ela reforça que, quando as roupas não impedem o contato dos dois lados da pele, isso facilita o atrito e o consequente aparecimento da assadura.
  • Atrito constante da pele: comum em pessoas com sobrepeso ou obesas. Francine comenta que “a obesidade favorece o atrito no local, o que faz aparecer e piora a assadura, além de dificultar a higienização”. Ela também comenta sobre o uso de roupas que favorecem ou não impedem o atrito, situação que deve ser evitada.
  • Sudorese aumentada: Francine aponta que pessoas com sudorese aumentada têm mais propensão a enfrentar assaduras na virilha. Inclusive, “o problema pode ser localizado na região ou generalizado”.

Esses são exemplos de causas da assadura. Para Renata, “é fundamental perder peso, manter a pele limpa e seca, e aplicar uma pomada de proteção à base de petrolato, óxido de zinco ou lanolina.” Já Francine comenta: “muitas vezes, a pessoa acredita que só tem uma assadura na região, mas, na verdade, há outros fatores que vieram depois por causa do atrito constante da pele, como é o caso das micoses.”

Como tratar de assadura na virilha

Quando a assadura já aconteceu, será necessário tomar alguns cuidados para fazer o tratamento. Veja dicas essenciais:

Manter a pele seca e ventilada

Nas palavras de Francine, “é preciso secar muito bem o local, e pacientes com muito pelo devem considerar manter a virilha depilada, de repente até mesmo fazer a depilação a laser”.

Talco

O talco ajuda a manter a região seca por mais tempo e também elimina o desconforto causado pela assadura. Francine deixa claro que pode ser utilizado tanto o talco em pó quanto a versão líquida, com o objetivo de reduzir a umidade.

Bepantol e cremes com óxido de zinco

A famosa pomada de assaduras usada nos bebês também pode ser aplicada por adultos que lidam com o problema. Para Francine, trata-se de um creme de barreira, mais indicado para quem tem dificuldade em manter a virilha seca e, principalmente, para pessoas obesas.

Roupas íntimas de algodão

Anteriormente, quando a dermatologista falou sobre as causas da assadura na virilha, citou a questão das roupas íntimas. Ela comenta ainda que “é preciso diminuir o uso de peças íntimas de tecido sintético e dar preferência pelas de algodão, pois irão ajudar a deixar a região mais ventilada e menos úmida.”

Os tratamentos citados são indicados nos casos em que não há sinais de inflamação na pele causada por fungos ou bactérias. Como ressalta Francine, “há situações em que o problema é consequência de uma micose, psoríase invertida e eritrasma. Por isso é importante passar por um diagnóstico adequado.”

Continua após o anúncio

Como evitar assadura na virilha

Para ambas as dermatologistas, o mais importante é sempre manter a pele limpa e seca, além de usar as pomadas de proteção. No entanto, também é válido:

  • Manter a pele hidratada: use cremes de hidratação antes de fazer alguma atividade física que vá friccionar a região e sempre que notar a pele mais seca.
  • Ter cuidado na hora de se depilar: sempre que depilar a virilha, lembre-se de hidratar a pele posteriormente. Se usar lâmina, tome cuidado para não cortar a região.
  • Escolher roupas íntimas mais leves: as roupas fazem toda a diferença, então aposte naquelas com tecido de algodão, que ventilam melhor a pele. Conforme Francine recomenda, o melhor é evitar, principalmente, as roupas íntimas de tecido sintético.
  • Limpar a região com sabão neutro e água morna: Francine comenta que hábitos de higiene inadequados podem contribuir para o aparecimento das assaduras. Por isso o ideal é limpar bem a virilha e dar preferência para sabão neutro durante o banho.

Como você pode ver, a assadura na virilha é um problema comum. Se a situação acontecer muito frequentemente, converse com um(a) dermatologista de sua confiança para encontrarem juntos a melhor solução. Agora, venha conferir também informações sobre como clarear a virilha em casa e eliminar os pelos encravados da região.

As informações contidas nesta página têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.