Música de casamento

Dicas de como os noivos devem selecionar as músicas para a cerimônia e a recepção

Por Deborah Busko
Atualizado em 22/06/2012 9:27

musica casamento Música de casamento

A música de casamento ajuda a compor o clima de romantismo e emoção da cerimônia e a animação da festa. Sempre que as músicas usadas na igreja e na recepção forem tocadas, trarão consigo recordações de vários momentos.

As músicas devem ser escolhidas com cuidado para os diferentes momentos da cerimônia. Na igreja, a noiva pode escolher uma melodia diferente para a entrada do noivo, outra para a dos padrinhos e uma para a grande entrada dela.

A tradicional marcha nupcial nunca sai de moda e ainda é música para entrada da noiva na igreja mais usada. Mas alguns casais já estão preferindo ousar e escolhendo temas mais modernos, como músicas instrumentais, temas de filmes ou uma música que tenha marcado alguma fase da vida do casal, como o primeiro encontro, o primeiro beijo, o pedido de namoro.

No momento do oferecimento da benção ao casal, uma boa pedida é escolher uma canção mais delicada e romântica. Já na saída dos noivos da igreja, a melodia pode ser mais animada.

A música de casamento ideal é sempre aquela que tenha um significado especial para o casal, mas entre as músicas preferidas e mais usadas pelos noivos estão: Ave Maria; Jesus, a alegria dos homens; Eu sei que vou te amar; Fantasma da ópera; Ode à alegria; Sonata de Chopin; Sonata de Chopin; Primavera das quatro estações de Vivaldi; Pompa e circunstância; Serenata de Schubert, entre outras.

Música para a recepção

Para a recepção, os noivos podem escolher uma banda ou até mesmo um DJ. Não há um repertorio definido de música para festa de casamento, mas o ideal é que o casal tenha em mente que pessoas de idades e gostos diferentes estarão na festa, por isso é importante escolher músicas de estilos variados. Vale fazer uma lista com as preferidas dos noivos e ainda pedir sugestões aos parentes e amigos.

A música para casamento precisa divertir e entreter os convidados, por isso pode ser mais séria no começo da festa. Após a valsa o repertório pode ficar mais descontraído, com músicas alegres que convidem os convidados a dançar.