Semi-definitiva: conheça essa técnica de alisamento e tire suas dúvidas

Escrito por
Em 02.07.20

iStock

Há diversas químicas de alisamento capilar permanentes, e uma delas é a semi-definitiva. O procedimento promete deixar os fios lisos e menos volumosos, mas conservar relativamente a estrutura das mechas. Está pensando em fazer no seu cabelo? Confira os cuidados a serem tomados e o passo a passo de como é feita.

Continua após o anúncio

Índice do conteúdo:

Qual a diferença entre a semi-definitiva, a definitiva e a progressiva?

Segundo o cabeleireiro Edson Idogawa, do Hair Studio Anzen, há diferenças tanto nas formas de fazer como nos efeitos desses alisamentos. Na escova definitiva, aplica-se um produto alisante, há o enxágue com água, a escova e a finalização com um neutralizante. O efeito desse processo, como o nome sugere, são fios lisos de forma definitiva e irreversível.

Na progressiva, modifica-se a estrutura dos fios de forma a deixá-los com menos frizz e volume. O procedimento não tem tanta durabilidade quanto a definitiva, mas as madeixas vão ficando mais lisas conforme o método é repetido ao longo dos anos.

A semi-definitiva assemelha-se à progressiva, mas os fios tendem a ficar menos danificados, pois, durante o processo químico, utiliza-se um selante de cutículas antes de fazer a escova ou a prancha. Assim, o resultado são madeixas lisas e mais sedosas, se comparadas aos outros alisamentos.

Tudo o que você precisa saber sobre a semi-definitiva

iStock

A semi-definitiva é indicada para pessoas que desejam ter madeixas extremamente lisas, mas conservar o mínimo da estrutura capilar. Segundo o especialista, ela é menos agressiva porque os produtos alisantes que amolecem os fios são lavados, e há uma selagem da fibra capilar antes do alisamento com a escova e a prancha.

De acordo com Edson, a semi-definitiva dura até que a raiz cresça e então, é necessário repetir o procedimento na parte sem a química alisante. Ele alerta que lavar o cabelo com muita frequência pode fazer com que o alisamento perca o efeito mais rápido, e lavar os fios logo após o procedimento é opcional. É possível finalizar com a escova e a prancha ou com as madeixas lavadas.

Cuidados com a semi-definitiva

  • Faça o procedimento com um especialista: realizar o procedimento com um bom profissional é essencial para que o seu cabelo continue minimamente saudável. Trata-se de um processo químico agressivo e que altera a estrutura dos fios. Fazer de forma amadora pode resultar em um corte químico.
  • Escolha bons produtos para a química: além da escolha do salão, esteja atenta aos produtos utilizados no procedimento. Cada marca contém ativos diferentes, e alguns, como os tioglicolatos e a guanidina, são incompatíveis com outras químicas que você já pode ter no cabelo.
  • Siga as instruções do fabricante dos produtos: é indispensável seguir as instruções descritas na embalagem do produto, seja o tempo de pausa ou o modo de aplicação. Essa dica vale até mesmo para os profissionais.
  • Invista em uma reconstrução capilar: como a fibra do seu cabelo será amolecida, é importante fazer uma reconstrução para repor os nutrientes das suas madeixas e recuperar a saúde delas. Pular essa etapa pode resultar em fios quebradiços e sem o efeito liso desejado.
  • Siga um cronograma capilar: além da reconstrução, é importantíssimo fazer hidratações e nutrições capilares frequentemente. Intercalar essas etapas vai garantir um fio mais saudável e recuperado.

Não é um procedimento tão simples e, por isso, seguir esses cuidados é essencial para garantir que a semi-definitiva dê certo e dure por mais tempo.

Como é feita a semi-definitiva?

iStock

Continua após o anúncio

Para entender como funciona a semi-definitiva, confira o passo a passo do procedimento, explicado pelo cabeleireiro:

1. Aplique o produto alisante

Comece aplicando o produto alisante (também chamado de semi-definitiva) mecha por mecha. Esses ativos são responsáveis por amolecerem a estrutura capilar e deixá-la pronta para ser modificada.

2. Aguarde o tempo de pausa

Aguarde o tempo de pausa indicado na embalagem para que o produto faça efeito. Atenção: deixá-lo por muito tempo pode fragilizar as madeixas e causar um corte químico.

3. Lave os fios com shampoo antirresíduo

Uma das diferenças em relação à escova definitiva está nessa etapa. Para que a ação do alisante seja menos agressiva, os fios são lavados antes de passarem pelo alisamento com a escova e a chapinha.

4. Aplique um selante

Esse passo também caracteriza a semi-definitiva. As cutículas dos fios, amolecidas, são seladas antes de receberem uma fonte de calor que deixa os fios lisos.

5. Seque os fios

Antes da escova e da chapinha, aconselha-se secar totalmente os fios. Isso é recomendado porque os fios úmidos tendem a ficar elásticos e quebram com maior facilidade.

6. Alise os fios com escova e prancha

Finalmente, alise os fios da maneira que quer que eles fiquem permanentemente. A recomendação é fazer uma escova e, depois, pranchar mecha a mecha. A lavagem após todo esse procedimento é opcional. Atenção: depois dessa química, não é possível alterar a estrutura dos fios e fazer com que eles voltem ao estágio inicial.

Como você viu, a semi-definitiva realmente deixa os fios lisos de forma permanente e não é tão agressiva. Entretanto, é preciso estar atenta aos produtos e técnicas utilizados e não descuidar dos fios! E se você não abre mão das madeixas lisas, veja receitinhas caseiras de alisamento com Maizena.

Assuntos: Cabelos