Moda e Beleza

O que causa o corte químico e como reverter a situação

Envato

Atualizado em 02.08.22

Testar novas químicas no cabelo pode ser bastante divertido, mas também perigoso. Quando o processo não é feito com cuidado, os fios correm risco de passar pelo corte químico. Por isso, confira as explicações dadas pela cabeleireira especialista Gabriella Carvalho, do salão Gaby Hair:

Publicidade

O que é o corte químico e quais são suas causas?

O corte químico ocorre quando os fios se partem ao ser realizado um procedimento muito agressivo. Segundo Gaby, “o fio não está preparado para sustentar os efeitos dos componentes químicos, pois eles costumam deixar o cabelo mais ressecado e quebradiço, então os fios começam a se partir, deixando o comprimento curto”.

A especialista citou que a principal causa do problema é “a incompatibilidade entre químicas. Por exemplo, os produtos para a descoloração não conversam com os produtos que alisam os fios”. No entanto, o corte também pode acontecer se o cabelo não estiver em boas condições.

Características do cabelo com corte químico

Envato

Assim como qualquer parte do corpo humano, o cabelo também dá sinais quando não está tudo certo. Veja algumas características que sinalizam que o cabelo pode sofrer um corte químico, segundo a especialista:

  • Fios emborrachados/elásticos;
  • Fios com pontas duplas;
  • Fios porosos;
  • Queda excessiva de fios;
  • Fios sem vida.

A especialista também citou a sensação de que o cabelo parece estar “derretendo” ou “desmanchando”, com o famoso aspecto de cabelo emborrachado. Assim, é importante cuidar bem do fio para prevenir o corte químico. Veja como fazer isso no próximo tópico.

Como prevenir o corte químico

Gaby afirmou que a prevenção ainda é a melhor forma de se proteger do corte químico. Por isso, veja as dicas que ela deu:

  • Fazer o teste de mecha antes de um procedimento químico;
  • Seguir um cronograma capilar para deixar o cabelo saudável;
  • Evitar várias químicas seguidas;
  • Evitar chapinha, secador e baby liss após fazer uma química;
  • Usar finalizadores com proteção térmica antes de usar ferramentas com altas temperaturas.

Esses cuidados são essenciais para manter a saúde dos fios. Mas, se você já está sofrendo com o corte químico, siga para o próximo tópico e veja o que fazer.

Como recuperar um cabelo que sofreu corte químico

Percebeu alguma característica de corte químico no seu cabelo? Veja as dicas que a Gaby deu para ajudar a recuperar os fios:

Publicidade

1. Use produtos de reconstrução capilar

Envato

“Como o corte químico é o resultado de uma química agressiva, o mais indicado é investir em produtos que irão reverter esse efeito. Os produtos de reconstrução capilar são os mais indicados e devem ser adquiridos com urgência”, citou a cabeleireira.

2. Faça a umectação noturna

Segundo a cabeleireira, é importante passar óleos para diminuir o ressecamento dos fios, principalmente durante a noite. Ela dá a dica de “deixar o óleo agindo por muitas horas, ou até mesmo 45 minutos antes do banho, assim o cabelo voltará a ter mais vida”.

3. Diminua a frequência de lavagens

Envato

O shampoo pode se tornar um grande inimigo, porque o uso constante do produto retarda a recuperação dos fios. Por isso, Gaby recomenda lavar o cabelo com menos frequência. Além disso, ela também indica “um pré-shampoo e umectação antes de fazer essa limpeza”.

4. Corte o cabelo

“Cortar o cabelo pode ser uma tarefa difícil para muitas mulheres, mas tirar esses fios é essencial para que os fios saudáveis nasçam. Além disso, tira o visual danificado que fica após passar pelo corte químico”, finalizou.

Massageie o couro cabeludo

Envato

Segundo Gabi, “para se livrar do efeito do corte químico, é preciso que o couro cabeludo esteja forte e saudável para ter um crescimento acelerado. Para isso, faça massagens, pois elas ativam a microcirculação sanguínea e estimularão o crescimento dos fios”.

6. Faça o cronograma capilar

  • 1ª semana: “na primeira semana é preciso começar com a hidratação, depois nutrir e por último reconstruir os fios”;
  • 2ª semana: “o foco da segunda semana é a nutrição capilar e a hidratação, nessa ordem, nutrir, hidratar e depois nutrir”.
  • 3ª semana: “aqui é importante repetir o que foi feito na primeira semana, então comece com hidratação, nutrição e reconstrução”.
  • 4ª semana: “foco maior na hidratação, com um dia reservado para a nutrição. A ordem é hidratação, hidratação de novo e depois nutrição”.

A cabeleireira ressaltou que o cronograma capilar é essencial para recuperar os fios após os danos do corte químico. Além disso, ela indicou “usar produtos livres de parabenos e sulfato, já que eles podem prejudicar ainda mais o cabelo”.

5 produtos para cabelos com corte químico para usar sem medo

Como Gaby comentou, é melhor focar em produtos para reconstrução capilar ao invés de tentar tratar os fios com máscara de hidratação. Sendo assim, veja as sugestões a seguir:

Publicidade

corte químico

  • Eu sei o que você fez na química passada – Lola Cosmetics: repõe as proteínas e a queratina que foram perdidas ao longo do tempo e pela química feita nos fios;
  • Morte súbita – Lola Cosmetics: repõe os agentes responsáveis pela proteção da fibra capilar, auxiliando na diminuição do frizz;
  • Be(m)dita Ghee Hidratação – Lola Cosmetics: responsável por levar a água de volta ao cabelo que se encontra ressecado;
  • Wella Oil Reflections: para fazer umectação e ajudar na ação contra o ressecamento;
  • Siagè Shampoo de Reconstrução: por ser especial para cabelos danificados, já que não possui componentes tão agressivos aos fios;
  • Truss Uso Obrigatório: para proteger o cabelo do calor externo e também para evitar danos causados por ferramentas de calor como o babyliss.

Já tem os produtos em casa? Agora, siga a leitura para tirar mais dúvidas sobre o corte químico.

Dúvidas frequentes sobre o corte químico

Quanto tempo para recuperar os fios?

Gabriella Carvalho (GC): “depende do cabelo, existem fios mais fortes e que se recuperam de uma forma mais rápida, outros fios que são mais sensíveis e levam um tempo maior para se reestruturarem. Também depende de como o corte químico aconteceu, se foi por conta da mistura de componentes incompatíveis ou por já estar danificado antes mesmo de realizar o procedimento. Mas em média, o cabelo pode levar de 1 a 2 anos para se recuperar completamente”.

Posso pintar o cabelo com corte químico?

GC: “qualquer adição de química deve ser evitada. Apesar de ser menos agressiva que o pó descolorante e produtos que alisam o cabelo, a tinta tem uma composição que pode comprometer ainda mais a saúde dos fios”.

É recomendado fazer tratamentos caseiros para recuperar o cabelo?

GC: “o tratamento caseiro pode até ajudar, mas não pode ser considerado como extremamente eficaz. Após o corte químico é recomendado os produtos mais profissionais, que são indicados por especialistas para reverter essa situação. Esses produtos têm um estudo maior para dar o resultado esperado, além de terem uma tecnologia na sua composição”.

Como você pode ver, o corte químico danifica bastante os fios e é preciso ter paciência para reverter a situação. Por isso, converse com seu cabeleireiro antes de fazer qualquer química. Assim, aproveite e leia a matéria sobre óleo para cabelos ressecados.

Escritora com 8 livros publicados e apresentadora de um programa de rádio sobre literatura nacional, o Capivaras Leitoras. Ama ler, viajar e passar um tempo com a Buffy, sua cachorrinha vira-lata.