Saúde

Profissional explica porque e quando utilizar o anticoncepcional para acne

O anticoncepcional para acne é recomendado quando o uso de produtos tópicos e/ou orais não surtem efeito devido a fatores hormonais, por exemplo. Nesse caso, o tratamento deve ser feito com acompanhamento médico. Por isso, a ginecologista Dra. Bruna Merlo (CRM 177730), da clínica Consulta Aqui, explicou quando o seu uso é indicado, quais são os cuidados e contraindicações desse tratamento. Confira a matéria!

Índice do conteúdo:

Quando tomar anticoncepcional para acne?

De acordo com a ginecologista, o tratamento hormonal é indicado para “mulheres com quadro de acne que não respondem à terapia convencional devido ao excesso de hormônios androgênicos (principais hormônios masculinos) ou com hipersensibilidade aos androgênicos.” Além disso, tais mulheres podem apresentar outros sintomas associados à acne como: hirsutismo (crescimento de pelo na mulher em locais típicos no homem) e alopecia (queda de cabelo).

Os melhores anticoncepcionais para acne

Alguns anticoncepcionais possuem substâncias que atuam como bloqueadores e inibidores da produção de androgênios (hormônios que contribuem para o aparecimento da acne) e podem auxiliam no tratamento. Confira abaixo algumas dessas substâncias e como funcionam:

  • Acetato de ciproterona: a substância atua como um antiandrogênico e segundo a ginecologista, “essa droga age inibindo a ação androgênica nos tecidos.” Normalmente é indicado para casos mais severos ajudando a suprimir a produção de sebo na pele, um dos fatores que causam a acne.
  • Espironolactona: assim como o acetato de ciproterona, essa substância também possui função antiandrogênica e ajuda a controlar a produção de oleosidade na pele. A médica informou que com o uso dessa droga “pode ser obtido uma boa resposta clínica no tratamento hormonal da acne.”
  • Flutamida: também indicada para tratamento hormonal da acne, a flutamida diminui a produção e a ação dos androgênios resultando na diminuição das infecções, pois age na glândula sebácea atenuando a produção de sebo na pele.
    • É importante ressaltar que nem todos os anticoncepcionais são indicados para o tratamento da acne. Portanto, usar medicações sem orientação médica pode agravar o quadro e causar outras complicações.

      Publicidade

      Riscos, cuidados e contraindicações do anticoncepcional para acne

      A ginecologista informou que pacientes tabagistas, usuárias de álcool, pacientes sedentárias e que tenham maus hábitos alimentares devem ficar em alerta sobre esse tipo de tratamento. Porém, existem casos em que o uso do anticoncepcional para acne é contraindicado. Confira abaixo algumas dessas situações:

      • Pacientes gestantes ou que estejam tentando engravidar;
      • Mulheres com câncer de mama;
      • Situações em que o paciente apresente história prévia de trombose e acidente vascular cerebral (AVC);
      • Pacientes com tumores de fígado, cirrose hepática descompensada, entre outros.
        • Além dos riscos e contraindicações, pacientes que usam anticoncepcional para acne podem ter alguns efeitos colaterais, como alterações de humor, náuseas, vômitos, cefaleia, dor nas mamas e sangramento uterino irregular.

          Portanto, é importante sempre consultar um médico para indicar o tratamento mais confortável para você. Aproveite e saiba quais são os principais cuidados com a pele acneica para te auxiliar no dia a dia.

Compartilhe