Dicas de Mulher Dicas de Comportamento

Namorar ou não alguém que já tem filhos?

Manter a relação com os enteados em harmonia depende, em grande parte, da sua atitude

em 05/12/2012

Foto: Thinkstock

Ao decidir entrar em um relacionamento com alguém que já tenha filhos, é importante entender que as relações entre pais e filhos são eternas, de modo que você precisará aprender a conviver com seus enteados pacificamente.

Antes de mergulhar de cabeça nessa história, convém avaliar alguns fatores.

Você deseja ter seus próprios filhos?

No começo do namoro, pode ser que você não pense nisso mas, com o passar do tempo, quando o relacionamento estiver fortalecido e vocês começarem a falar em casamento, não se esqueça de abordar o tema “maternidade“. Se seu namorado já possui filhos de casamentos anteriores, e você ainda pretende ser mãe, procure saber qual a opinião dele sobre novos rebentos para evitar desentendimentos futuros.

Tempo dividido

A partir do momento em que você aceita estar em um relacionamento com um homem que já tem filhos, precisa estar consciente de que eles ocupam um papel importante na vida do seu namorado – e será assim para sempre. Ficar brava, fazer chantagem e qualquer tipo de atitude desse tipo não trará resultados positivos. Entenda que você terá que dividir o tempo do gato com as crianças.

Os filhos e a ex

Provavelmente seu namorado estará em contato permanente com a mãe das crianças, por questões naturais. Evite discutir com ela, mesmo que a tentação seja grande. Também não se recomenda fazer cenas de ciúme a cada vez que eles se encontrarem, porque isso será frequente. Se ela provocar, não responda. Não perca a paciência e, principalmente, não brigue com ele por causa da ex.

Além disso, manter um bom relacionamento com as crianças é fundamental para que o relacionamento de vocês funcione, e viver em pé de guerra com a mãe deles não é a melhor forma de conquistá-los.

Cada coisa a seu tempo

É possível que ele hesite em te apresentar para os filhos no início. Isso acontece porque ele tem medo de que eles se apeguem e, depois, o relacionamento não dê certo. Pais tendem a proteger seus rebentos de sofrimentos desnecessários. Entenda isso e não o pressione para conhecê-los. Ele tomará a iniciativa quando julgar o melhor momento.

Caso os filhos dele sejam adolescentes, há um outro agravante: ele pode ter medo da reação deles quando apresentar uma nova namorada. Dê tempo ao tempo e deixe-o livre para decidir quando fazê-lo.

Após as devidas apresentações, não force uma aproximação imediata. Com crianças, principalmente, essa atitude pode ter o efeito contrário. Deixe que as coisas aconteçam naturalmente, para que seus novos enteados possam se aproximar quando estiverem à vontade com você.

Não queira fazer o papel de mãe

Ainda que sua relação com as crianças seja ótima, ou que você desaprove a maneira como elas são educadas, lembre-se de que você não é a mãe. Deixe claro tanto para seu namorado quanto para os filhos dele que você não quer fazer o papel que é dela. Imponha limites, principalmente quando estiverem na sua casa, mas não seja implicante demais – e evite dar castigos e punições por conta própria, o melhor é conversar com o pai deles antes de qualquer atitude mais severa.

Se você, por fim, decidir entrar nesse relacionamento, tenha em mente que uma relação harmoniosa com os filhos dele depende, em grande parte, de você mesma. Cabe a você não permitir que sua relação seja prejudicada por brigas e desentendimentos.

Receba nossas melhores dicas diretamente em seu e-mail

Assine nossa newsletter para receber nossas novidades sobre os assuntos do momento.

Nós odiamos spam. Nunca usaremos seu e-mail para outros fins.

Comentários
Dicas relacionadas