Dicas de Mulher Dicas de Beleza

Bronzeador: entenda como o produto acelera o bronzeamento da pele

Dermatologista destaca que o uso de bronzeador deve ser associado ao de fotoprotetores

em 14/06/2017

Foto: Thinkstock

Atualmente, não é segredo para ninguém que toda exposição ao sol – seja em praias ou piscinas – deve ser feita de forma consciente e com proteção adequada. Se feita de forma inadequada, ela pode oferecer sérios riscos à pele e à saúde em geral da pessoa.

Neste sentido, Carolina Marçon, dermatologista e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, destaca que é de extrema importância que o produto utilizado antes e durante a exposição solar tenha amplo espectro de proteção, ou seja, proteja conta os raios UVA e UVB. “Dessa forma, evita-se o câncer e o envelhecimento precoce da pele”, diz.

Quando o assunto é a exposição ao sol, além dos protetores, muita gente logo pensa nos bronzeadores – produtos com a proposta de acelerar ou potencializar o bronzeado – e, então, inevitavelmente, surge a dúvida: eles são seguros?

Carolina Marçon explica que esses produtos disponíveis no mercado geralmente não oferecem fotoproteção e podem oferecer riscos. “Então, os bronzeadores podem ser utilizados, desde que sejam aprovados pelos órgãos regulamentadores (Anvisa) e seu uso seja associado aos fotoprotetores efetivos”, destaca.

Como agem os bronzeadores?

Para reagir aos efeitos dos raios UVA e UVB, a pele produz mais melanina, escurecendo-se na tentativa de produzir uma autoproteção natural. Carolina Marçon destaca que o resultado do escurecimento da pele começou a ser valorizado pela estética e pela moda, sendo considerado um efeito saudável para a aparência da pele. “Por isso tanta gente se expôs ao sol de forma inadequada durante várias décadas, visando o chamado ‘bronzeado perfeito’”, comenta.

Para aumentar o potencial de bronzeamento, ainda de acordo com Carolina, foi inventado um produto composto por tirosina – uma substância que atua acelerando a produção natural de melanina e induzindo a maior pigmentação, mesmo das peles mais claras. “A tirosina é um aminoácido que age na pele atingindo os melanócitos, que são as células especializadas em produção de melanina”, explica a dermatologista.

Carolina Marçon destaca ainda que, exposta ao sol – com ou sem bronzeador –, a melanina sempre será produzida para tingir a pele visando impedir a passagem demasiada da radiação solar e, consequente, dano celular. “Algumas peles, mais claras, terão menos proteção por conta da menor capacidade (determinada geneticamente) de produção melanina, e os eritemas e queimaduras ocorrerão com maior frequência e em menor tempo. Já a pele negra, que possui a melanina como proteção abundante, não precisará se bronzear como resposta à agressão do sol”, explica.

Bronzeador X Protetor

Foto: Thinkstock

A maioria das pessoas tem dúvidas sobre o assunto, mas o fato é que o filtro solar e o bronzeador são substâncias diferentes – e o uso de uma não atrapalha em nada a performance da outra.

Carolina Marçon explica que o filtro tem o papel de criar uma barreira artificial aos efeitos nocivos dos raios solares sobre a pele. Já o bronzeador, é um produto que acelera a produção da melanina em qualquer tipo de exposição solar.

“Na verdade, hoje, muitos dos bronzeadores disponíveis no mercado nacional e internacional são dotados de filtros solares, geralmente muito potentes. Da mesma forma, é possível adquirir vários tipos de filtros que contêm bronzeadores em sua composição”, destaca a dermatologista.

Muita gente não sabe, mas, com o uso dos dois produtos conjugados, o efeito que se tem é muito mais eficiente, pois o bronzeamento ocorre, rapidamente, não necessitando que a pessoa abuse da exposição solar para obter um efeito estético agradável. “Além do mais, o bronzeado é obtido de forma mais saudável e natural, e o resultado disso é que ele vai se perdendo aos poucos, com o passar do tempo, não gerando o efeito desagradável do ‘descascamento’ que, além de feio, pode deixar marcas mais perenes sobre a pele”, destaca a dermatologista Carolina.

Bronzeadores testados e aprovados pelas blogueiras

Thássia Naves, do Blog da Thássia, já declarou que seu bronzeador “queridinho” é o da marca Australian Gold. Ela testou e aprovou ainda a loção bronzeadora da linha Nivea Sun.

Lalá Noleto contou no blog que adora o Sun Beauty Tan Deepener Tinted, da Lancaster. A blogueira Claudinha Stoco, por sua vez, destacou que os bronzeadores que mais gosta são o Bronzeador Deep Tanning FPS 4, da Banana Boat, e o Instant Bronzer Spray Gel FPS 8, da Australian Gold.

Acelerador de bronzeamento em gel Australian Gold por R$59,90 na <a href="http://www.belezanaweb.com.br/australian-gold/dark-tanning-accelerator-with-instant-bronzer-spray-gel-237ml/" target="blank_">Beleza na Web</a>
Loção bronzeador Nivea Sun por R$19,90 na <a href="http://www.netfarma.com.br/Produto/25500/locao-bronzeadora-nivea-sun-fps-6?" target="blank_">Netfarma</a>
Lancaster Sun Beauty Tan Deepener Tinted por R$83 na <a href="http://br.strawberrynet.com/skincare/lancaster/sun-beauty-tan-deepener---tinted/166718/#DETAIL" target="_blank">StrawberryNet</a>
Bronzeador Banana Boat por R$36 na <a href="http://www.sepha.com.br/solares-bronzeador-oleo-banana-boat-gold-fps-10120ml-banana-boat-15118.html" target="blank_">Sepha</a>

Como conquistar um bronzeado bonito e saudável?

Carolina Marçon cita abaixo algumas medidas fundamentais para quem quer se bronzear de maneira saudável e manter o bronzeado por mais tempo:

  • Manter uma alimentação equilibrada;
  • Ingerir quantidade adequada de líquidos;
  • Tomar sol na medida certa;
  • Usar constantemente filtro solar (passando em todo o corpo);
  • Reaplicar o filtro solar várias vezes ao dia e de maneira adequada, espalhando bem o produto;
  • Usar chapéu;
  • Usar óculos escuros;
  • Usar hidratantes pós-sol.

Carolina Marçon acrescenta que alguns suplementos por via oral, contendo betacaroteno, vitamina C, licopeno, entre outros, podem evitar as queimaduras solares, potencializar e prolongar o bronzeado e inibir radicais livres. “Mas eles devem ser indicados pelo médico dermatologista”, destaca.

Cuidados com a pele pós-sol

A hidratação da pele no pós-sol é de extrema importância para mantê-la com aparência saudável. “O hidratante adequado vai depender das características individuais da pele de cada um. Com a pele hidratada, mantemos a barreira cutânea íntegra, o que impede a descamação e aparecimento de áreas de coloração opaca, mantendo o tom bronzeado por mais tempo”, destaca Carolina Marçon.

Cuidados necessários com o sol

Sol em excesso é perigoso até com fotoprotetor. Segundo a dermatologista Carolina, muita gente se ilude achando que usar um FPS alto só uma vez ao dia, ou um FPS baixo várias vezes ao dia, é o suficiente, e acaba se expondo exageradamente ao sol. “Ou, muitas vezes, as pessoas não espalham o produto uniformemente em toda pele, nem após contato com a água”, comenta.

“Algumas pessoas também acreditam que usar FPS significa, automaticamente, que podem abusar do sol a todo momento. Nessa ilusão, muita gente tem sofrido os males devidos ao sol bem mais precocemente. Todo cuidado é pouco”, acrescenta a dermatologista.

Autobronzeadores

Foto: Thinkstock

Carolina Marçon explica que os autobronzeadores são uma ótima opção para as mulheres que desejam obter um bronzeado saudável sem se expor aos danos proporcionados pela radiação solar.

De acordo com a dermatologista, o produto contém dihidroxiacetona (DHA), um açúcar que reage com a queratina da pele, produzindo uma substância amarronzada, a melanoidina. “A reação é saudável e não faz mal ao organismo. No entanto, é importante que a pessoa saiba aplicar o produto da forma correta, já que, quando mal espalhado, pode provocar manchas alaranjadas”, diz.

Abaixo, a profissional explica como usar o autobronzeador de forma correta:

Esfoliação: antes de aplicar o produto, faça uma esfoliação no banho para eliminar o excesso de células mortas. Depois do banho, seque-se bem e não passe nenhum outro creme ou hidratante antes do autobronzeador.

Aplicação: é importante usar luvas ou lavar as mãos logo em seguida. Caso contrário, a palma também ficará tingida, podendo até manchar a roupa.

Distribuição: o autobronzeador deve ser aplicado com movimentos longos e metódicos para assegurar uma distribuição uniforme. “O bronzeado costuma ficar mais escuro em certas zonas do corpo, como calcanhares, joelhos e cotovelos. Caso isso aconteça, passe um algodão umedecido nessas partes para diluir a tonalidade do autobronzeador”, diz Carolina.

Face: ao aplicar o autobronzeador no rosto, coloque um pouco na testa, nariz, queixo, maçãs do rosto e pescoço, e depois espalhe bem o produto, de dentro para fora. “Não esqueça regiões como nuca e zona atrás das orelhas”, acrescenta a dermatologista.

Reaplicação: após a primeira aplicação, o produto pode ser reaplicado diariamente até que se obtenha o efeito desejado. “Para manter a cor, aplique o autobronzeador 1 a 2 vezes por semana. Espere aproximadamente 30 minutos antes de se vestir, até que o produto seque totalmente”, explica Carolina.

Por fim, a médica destaca que pele bronzeada não é sinônimo de pele protegida! “É sempre necessário usar fator de proteção solar para prevenir os danos à pele, especialmente quando a mulher for à praia ou piscina”, finaliza Carolina Marçon.

Agora você tem boas dicas para conquistar um bronzeado bonito sem prejudicar sua pele e saúde!

Comentários
Dicas relacionadas