Sardas: como prevenir, eliminar ou valorizá-las ainda mais

Escrito por
Em 19.11.18

iStock

Muitas vezes as sardas são motivos de dúvidas entre as mulheres. Afinal, deve-se manter ou removê-las? A verdade é que o aspecto natural da pele vem sendo cada vez mais valorizado. Isso quer dizer que as sardas também estão sendo encaradas como algo bonito, o que antigamente era uma resistência no mundo da beleza.

Continua após o anúncio

E elas realmente são lindas! No entanto, cabe a mulher decidir se quer eliminá-las ou não. Antes de tudo, saiba como essas pequenas manchas surgem e quais os melhores tratamentos para prevenção e remoção.

O que são as sardas e como surgem?

iStock

De acordo Bruna Vallcorba, médica da clínica Mais Excelência Médica, “as efélides, conhecidas popularmente como sardas, são manchinhas pigmentadas que podem variar do marrom claro ao escuro e que acometem especialmente pessoas com peles claras”. Confira mais detalhes de como as sardas surgem:

  • Genética: a pessoa que possui parentes próximos com sardas tem maiores chances de desenvolvê-las também.
  • Exposição solar: a exposição solar em excesso e o descuido com o uso do protetor solar são fatores que contribuem diretamente para o surgimento das sardas.

A médica explica ainda que as sardas podem variar e se manifestar em diferentes padrões. Para diferenciar, é importante consultar um dermatologista.

Leia também: Vitiligo tem cura? Esclareça esta e outras dúvidas sobre a doença

As sardas são um problema de saúde?

Segundo Vallcorba, as sardas são benignas, ou seja, não tem risco de se transformarem em câncer de pele. “O risco, em pessoas predispostas geneticamente, é o aumento da melanogênese, processo onde ocorre a formação de melanina nas áreas de frequente exposição solar. Com isso, a quantidade de pigmentação se acelera e se acumula, provocando manchas. Por essa e outras razões, é fundamental o uso diário de protetor solar” completa.

Como ter sardas?

Por ser uma característica genética, não é possível desenvolver sardas. Tomar sol sem protetor solar com esse intuito não é recomendado porque, além de não conseguir desenvolver sardas, você pode ter sérios problemas de pele.

Sardas falsas com maquiagem: tutorial

Continua após o anúncio

As sardas estão em alta e até quem não as têm naturalmente quer apostar nesse visual. Confira o tutorial da Andressa Camargo que ensina como fazer sardas falsas usando um grampo de cabelo e algum produto em pó na cor marrom. Ficou curiosa? É só dar play no vídeo!

Sardas: como eliminar

iStock

As sardas não representam um problema de saúde para as mulheres. No entanto, há quem as considere um charme e quem prefere vê-las bem longe. Veja a seguir alguns tratamentos para eliminá-las:

Leia também: Bicarbonato no rosto: benefícios, contraindicações e receitas poderosas

  1. Clareadores em creme: este é o tratamento mais comum e fácil de ser aplicado. Existem diversos clareadores em creme no mercado que podem ajudar a amenizar as sardas. Vale lembrar que é importante a consulta prévia com um médico especialista na área.
  2. Peeling químico: o peeling químico age na remoção das camadas danificadas da pele e, por isso, são eficientes no processo de clareamento das sardas.
  3. Laser: sessões de luz pulsada diretamente sobre as sardas ajudam a clareá-las rapidamente. O número de sessões pode variar de mulher para mulher.

A médica destaca a importância de ficar de olho nas sardas. “É muito comum as pessoas confundirem manchas, sardas e pintas. As manchas podem ser sinais de nascença ou adquiridas. Já as pintas devem ser observadas por um profissional que identificará possíveis alterações de cor, tamanho e textura”, explica.

Como prevenir as sardas

iStock

Além do rosto, as sardas podem surgir também nos braços, ombros e colo. Para quem tem predisposição às manchinhas, os métodos de prevenção ajudam muito para que elas não apareçam ou se intensifiquem.

  • Usar protetor solar: o protetor solar é um grande aliado na prevenção de manchas e de doenças de pele em geral. Aplicá-lo com frequência evita o surgimento e o escurecimento das sardas.
  • Evitar exposição ao sol: principalmente no verão, o ideal é evitar longas exposições ao sol, isso porque os raios UV podem prejudicar e danificar a pele severamente.

Com atenção e alguns cuidados simples é possível controlar o surgimento ou aumento das sardas. Fique sempre atenta e busque se expor ao sol do começo da manhã e do final da tarde.

15 fotos de mulheres que ficaram ainda mais lindas com suas sardas

Em ascensão no mundo da beleza e da moda, as sardas são hoje motivo de orgulho para muitas mulheres. E não é difícil de entender o porquê. Veja!

1. As sardas não são motivo de vergonha

Mari Maria

Continua após o anúncio

2. Pelo contrário: são maravilhosas!

3. Compõem uma beleza natural

4. Que desafia padrões

5. E te fazem única

6. Impossível não amá-las!

7. Um charme só

8. Até mesmo as sardas fakes estão em alta

9. Não precisa escondê-las com maquiagem

10. Assuma-as ao seu favor

11. E não tenha receio de exibi-las

Salem Mitchell

Continua após o anúncio

12. Sinônimo de empoderamento

13. Amor próprio

14. E orgulho

15. Sorria e seja feliz com suas sardas!

Com tantas inspirações maravilhosas, provavelmente você já mudou de ideia a respeito das sardas. Afinal, elas fazem parte da personalidade e da beleza da mulher. Se antes essas manchinhas viviam escondidas sob maquiagem em seu rosto, chegou a hora de mostrá-las para o mundo!

Leia também: Protetor solar com base: 8 opções para nunca mais sair de casa sem ele

Assuntos: Pele

Para você