Saiba o que é subtom de pele e veja quais são os três tipos principais

Escrito por                    
Em 28.03.22

Envato

Por                                
Em 28.03.22

Você sabia que descobrir o seu subtom de pele pode ajudar a escolher o tom certo da sua base, a cor ideal de tinta para o seu cabelo, roupas, acessórios e maquiagem que mais combinam com você? Nesse artigo, as consultoras de Imagem Helena Valentim e Thais Bendicto tiram algumas dúvidas sobre o assunto. Confira!

Publicidade

O que é subtom de pele

Segundo a Consultora de Imagem Helena Valentim, “subtom é a temperatura da pele definida pela quantidade de caroteno (quente) e hemoglobina (fria)”. Já Thaís Bendicto explica que “é uma característica que temos na pele, quando refletida na luz”.

Para elucidar ainda mais essa característica da pele, Thaís Bendicto explica que “quando você tira a cutícula, a pele que sai é transparente e é essa particularidade da melanina que faz torna a leitura luz de uma pele perante a luz ser mais fria ou mais quente”.

Quais são os subtons de pele

Thais Bendicto explica que “existem vários tipos de subtons de pele, mas 3 deles são os mais comuns: o quente, frio e neutro”. Para entender um pouco mais sobre isso, confira as características de cada um:

  • Subtom quente: Uma pele mais quente é aquela que apresenta uma quantidade maior de caroteno (um dos pigmentos responsáveis pela coloração da pele). Assim, pessoas com essa temperatura combinam com tons de amarelo, vermelho, laranja e dourado.
  • Subtom frio: Uma pele mais fria é aquela que possui mais hemoglobina do que caroteno. Ela fica mais harmônica com cores rosadas, arroxeadas e azuladas. Por isso, quem tem a pele fria combinam com tintas com tons mais acinzentados, assim como acessórias prata;
  • Subtom neutro: É a junção de quente e frio, resultando em tons marrons, bege, cinza e verde. Ao contrário do que parece, o tom neutro não é o meio-termo entre quente e frio, pois ele pode ser neutro-frio ou neutro-quente. Afinal, a pele sempre terá um pouquinho mais de caroteno ou de hemoglobina;

Thaís ainda orienta que “na temperatura neutra, tanto os tons frios com influência de tons quentes quanto tons quentes com influência de tons frios podem ajudar a valorizar seu subtom de pele”. E complementa, dizendo que “para os cabelos, tons naturais podem funcionar melhor; já os acessórios, a pele neutra combina tanto com dourando, quando prata”.

Já para as peles negras, Thaís fala que “o subtom frio, que costuma ser mais rosado, não é comum. Entretanto, ainda pode acontecer desta pele apresentar um subtom mais azulado. Por isso, é importante fazer o teste para ter certeza. Já as orientais costumam ter o subtom amarelado enquanto as indígenas possuem o subtom avermelhado”.

Se você se interessou pelo assunto e deseja saber se tem como identificar seu subtom de pele em casa, leia o tópico a seguir e veja o que as especialistas falam sobre o assunto.

É possível identificar o subtom de pele em casa?

Identificar o subtom da sua pele é essencial para escolher as cores que mais valorizam sua beleza. Isso também serve para tintas de cabelo, maquiagem, acessórios e até roupas.

Assim, a única forma assertiva de descobrir o subtom de pele é consultando um profissional qualificado. Uma consultora de imagem ou maquiadora especialista em colorimetria realizará um teste com tecidos específicos, desenvolvidos especialmente para essa análise.

Publicidade

Thaís explica que “o teste de coloração pessoal é uma análise feita através da luz que bate no tecido e reflete no rosto. É pura física. Se o tecido tiver um subtom dentro do subtom da sua pele, ele irá refletir iluminando o seu rosto, suavizando imperfeições e linhas de expressão. Do contrário, ele irá evidenciar essas imperfeições fazendo com que o seu semblante pareça mais cansado e envelhecido”.

Apesar de existirem alguns métodos que você pode fazer em casa, as especialistas salientam que as vezes pode dar errado. Helena explica que “ao fazer essa análise, é preciso considerar 3 dimensões da pele: profundidade(cores mais escuras ou mais claras), intensidade (cores mais vibrantes ou mais suaves) e temperatura (quente ou fria)”. Por isso, “a pessoa tem que ter conhecimento sobre essas dimensões para conseguir descobrir o subtom, lembrando que a fibra que o tecido é confeccionado também influencia no resultado do teste, assim como a luz do ambiente”.

Helena Valentim também alerta contra os métodos e dicas da internet como por exemplo, olhar a cor das veias, analisar o bronzeamento e outros. “Olhar a cor das veias é um dos maiores mitos sobre subtom, além de não ser assertivo. Isso porque existem pessoas com vários tons de veias”. Já o teste do bronzeamento, que consiste em analisar se a sua pele fica dourada ou vermelha após exposição ao sol, também não funciona. Afinal, o bronze interfere no tom (claro, médio e escuro) e não no subtom (quente ou frio) da pele”, finaliza a consultora.

Thais Bendicto também não indica nenhum método caseiro. Para ela, “para saber qual é o seu subtom, o melhor é experimentar. Há cores que vão rejuvenescer e outras que vão marcar as linhas de expressão. Não há nenhum teste que dê essa certeza, exceto a coloração pessoal. Porém, se atentar ao que fica melhor na pele, como uma base mais amarelada ou mais rosada, apesar de não ser conclusivo, já é um indício do que pode funcionar melhor”.

Mas se você é uma pessoa curiosa e mesmo assim deseja fazer testes simples apenas para saber o básico, veja os tutoriais abaixo.

Como identificar o subtom de pele

Como as especialistas falaram, nem sempre os testes caseiros podem ser efetivos. Mas para sanar sua curiosidade, os vídeos a seguir podem te ajudar nessa missão:

Como descobrir seu subtom da pele

No vídeo, a Consultora de Estilo explica como funciona o teste de coloração pessoal para descobrir a temperatura e o subtom da pele. Assista ao vídeo e descubra algumas características de cada subtom.

Análise de coloração pessoal para pele negra

Publicidade

Descobriu seu subtom de pele e agora não sabe o que fazer com essa informação? Preta Também conversa com a Consultora de Estilo Naylah Campos e explica como funciona a coloração pessoal em peles negras. Além disso, ela dá dicas para selecionar as cores que mais combinam com o seu subtom de pele.

Teste de coloração pessoal na prática

A consultora de imagem Amanda Moretti faz a análise de coloração pessoal da influenciadora Jéssica Flores. Nesse vídeo, você também aprende sobre as paletas de cores e como elas funcionam nos subtons de pele.

Descobrir o subtom de pele pode ser fundamental para fazer algumas escolhas e combinações. Se você quer aprender a usá-las a seu favor, que tal conhecer um pouco mais sobre a colorimetria, técnica que ajuda a descobrir quais são as cores que mais combinam com você.

Assuntos: Maquiagem, Pele