Relaxamento capilar: vantagens, tipos e dicas de como fazer em casa

Escrito por
Em 29.08.19

iStock

O relaxamento capilar é uma excelente alternativa para aquelas que querem diminuir o volume dos cabelos, mas, ao mesmo tempo, não querem perder a curvatura. Isso porque, como o próprio nome diz, o procedimento “relaxa” os fios, e não os alisa.

Continua após o anúncio

Quer saber mais sobre o assunto? Então, continue com a gente! Entrevistamos um cabeleireiro especialista no assunto que vai tirar todas as suas dúvidas!

O que é relaxamento capilar?

iStock

O cabeleireiro Bruno Dantte explica que o relaxamento capilar é uma química que muda a estrutura natural dos fios, alargando-a e deixando o cabelo menos volumoso. As madeixas ficam mais maleáveis, se abrindo e formando ondas. A intenção não é alisar, porém, com o uso contínuo, isso pode acabar acontecendo.

Como é feito o relaxamento capilar?

iStock

O relaxamento capilar é feito com a aplicação de um produto chamado tioglicolato de amônia nos cabelos, mas existem procedimentos à base de hidróxido de sódio ou guanidina. Após uma pausa, que varia conforme a marca do produto, o cabelo é enxaguado e neutralizado.

Tipos de relaxamento

Existem tipos diferentes de relaxamento que podem ser mais ou menos indicados dependo da estrutura do seu fio. Entenda os tipos:

  • Relaxamento com amônia: é a mais antiga das bases, indicada para fios de fibras médias a grossas, além de cabelos com ondas bem abertas. Este ativo é extremamente volátil e é preciso habilidade e experiência para se chegar ao resultado desejado.
  • Relaxamento com hidróxido de guanidina: o hidróxido de guanidina é uma evolução do hidróxido de cálcio. Este composto é indicado por ter uma ação mais lenta e menor tendência a causar irritabilidade, quando comparado ao sódio.
  • Relaxamento com hidróxido de cálcio: tem a ação mais moderada, foi criado para o couro cabeludo sensível e fibras de médias a finas. Os cabelos precisam estar muito hidratados e é necessário realizar uma reposição de lipídeos, devido a perda de oleosidade natural.
  • Relaxamento com hidróxido de sódio: possui maior poder de alisamento, mas sua composição possui propriedades lipídicas que evitam o ressecamento dos fios. É contraindicado para aplicação em cabelos com amônia e seus derivados, cabelos com descoloração e sais metálicos.
  • É bom lembrar que o procedimento, independente do tipo, exige medidas de segurança, como respeitar o tempo estipulado, pois a execução indevida pode causar feridas no couro cabeludo e danos aos fios.

    Vantagens do relaxamento capilar

    iStock

    Continua após o anúncio

    Relaxar os fios tem uma série de vantagens. Veja algumas delas:

    • Redução de volume;
    • Cabelos mais brilhosos;
    • Fios mais definidos;
    • Mais praticidade no dia a dia.

    Muito bom, não é mesmo? Cabelo definidos e brilhosos dão aquele “up” na autoestima.

    Desvantagens do relaxamento capilar

    Porém, o relaxamento capilar tem também as suas desvantagens. Confira!

    • Altera a estrutura natural do cabelo;
    • Prejudica a saúde dos fios;
    • Aumenta a necessidade de reconstruções;
    • Impede a realização de outros tratamentos químicos, como a coloração.

    Avalie a situação do seu cabelo e pondere as vantagens e desvantagens. Os seus fios agradecem!

    Quanto tempo dura o efeito do relaxamento no cabelo?

    iStock


    O efeito do relaxamento nos fios pode durar até 4 meses, dependendo da sua rotina de cuidados capilares. Se a sua intenção for manter os cabelos mais lisos, a manutenção pode ser feita em um intervalo menor. Na dúvida, conte com o profissional da sua confiança nessa decisão.

    Cuidados e contraindicações

    iStock

    Além da contraindicação para cabelos quimicamente tratados, devido a possibilidade de reação e quebra, o relaxamento também não é indicado para grávidas.

    No mesmo sentido, é importante reforçar a necessidade de um especialista para realizar o relaxamento com a segurança que seu cabelo merece.

    Com relação aos cuidados após o tratamento, a palavra-chave é: hidratação! Adicione pelo menos este passo na sua rotina capilar e você terá fios macios, brilhosos e saudáveis por mais tempo.

    Continua após o anúncio

    Relaxamento capilar caseiro

    Como dito anteriormente, o relaxamento capilar é um tratamento químico que deve ser feito com um profissional especializado para garantir um resultado satisfatório e saudável.

    Porém, se você quer os seus cabelos relaxados sem química e investimento, você pode apostar no relaxamento capilar caseiro, que usa ingredientes naturais e garante um efeito mais suave. Dê uma olhada!

    Como fazer relaxamento capilar em casa

    A Rosa Hapuque faz o relaxamento dela com máscara de hidratação, glicerina, óleo de coco babaçu e maizena. De acordo com ela, os fios ficam muito hidratados, brilhosos e macios!

    Relaxamento caseiro para cabelo crespo e cacheado

    Já a Ju Neves utiliza apenas a maizena, água e óleo de rícino! Está vendo como dá para fazer o relaxamento capilar com pouco?

    Como fazer relaxamento capilar caseiro

    A Juliana Padilha, além da maizena, utiliza leite de coco, óleo de coco vegetal e suco de limão. De acordo com ela, a receita caseira é uma forma menos brusca de deixar o cabelo do jeito que ela gosta: leve e hidratado!

    Gostou de aprender mais sobre o relaxamento dos fios? Leia também sobre cronograma capilar e continue vendo dicas para manter seu cabelo sempre lindo!

    Continua após o anúncio

    Assuntos: Cabelos

    Para você