Personal stylist: vale a pena contratar?

São muitas as vantagens de contratar e de ser um personal stylist; veja porque essa é uma profissão que muda vidas

Escrito por Daniela Brisola
Foto: Getty Images

Foto: Getty Images

Conhecida como a profissão que transforma o guarda-roupa, o personal stylist trabalha ajudando as pessoas a encontrarem o seu estilo e a melhor forma de usar e combinar as suas roupas. É a profissão que tem como objetivo ajudar outras pessoas a se vestirem melhor e a se sentirem confortáveis com o seu guarda-roupa.

Para entender exatamente o que o personal stylist faz, é importante diferenciá-lo de outras profissões bastante semelhantes, como o consultor de imagem e o consultor de moda. Segundo Maria Valentina Ferreira, consultora de imagem pessoal e empresarial, o trabalho do personal stylist é mais pontual. “É o profissional que vai cuidar da imagem do seu cliente com foco no seu vestuário e no guarda-roupa.”

Já o consultor de imagem faz um trabalho mais abrangente, mas que também inclui o que o personal stylist faz. “É o profissional especializado em comunicação verbal e não verbal, comportamento e aparência. O Consultor de Imagem engloba, além das funções do personal stylist, o visagismo e a etiqueta”, explica Maria Valentina.

Em contrapartida, o consultor de moda é um profissional especializado em observar tendências. “Está sempre atento aos desfiles, tendências nacionais e internacionais e repassa as informações das passarelas para as indústrias têxteis e lojistas em formas de dicas do que é interessante adquirir na certeza de que os produtos serão vendidos mais facilmente”, detalha a consultora.

10 vantagens de contratar um personal stylist

Foto: Getty Images

Foto: Getty Images

Há muitas vantagens em contratar um personal stylist, principalmente para quem está precisando se conhecer melhor e ter um guarda-roupa mais adequado às suas necessidades. “Você se conhece, aprende a usar certo o que já possui, a comprar certo”, aponta Juliene Teixeira, consultora de imagem.

Com a ajuda das duas consultoras, foram listadas as principais vantagens de contratar um personal stylist e contar com o auxílio profissional para melhorar o seu modo de se vestir. Confira:

  1. Entender o seu estilo: o personal stylist irá ajudar na descoberta do seu estilo pessoal, indicando qual roupa combina melhor com você e com seu estilo de vida;
  2. Ter um guarda-roupa mais coeso: de nada adianta ter um guarda-roupa cheio de peças se você não se sente bem com a maioria delas. “Nós ajudamos a coordenar as peças já existentes do guarda-roupa ou indicar peças para compras que estejam faltando no seu armário”, explica Maria Valentina;
  3. Valorizar o seu tipo físico: com a ajuda do personal stylist você poderá conhecer melhor o seu tipo físico e aprender quais modelos de roupas te valorizam, indicando cores, tecidos e estampas;
  4. Ajudar nas compras: muitos dos personal stylists também são personal shopper e podem te ajudar na hora de ir às compras. O auxílio pode ser tanto para renovar o guarda-roupa, quanto para indicar peças que estão faltando em seu armário ou para te ajudar a escolher a roupa mais adequada para determinado evento. “Você aprende a resistir às liquidações”, ressalta Juliene;
  5. Organizar o guarda-roupa: outra função do personal stylist é te ajudar a organizar o guarda-roupa, deixando-o mais prático para a rotina do dia-a-dia;
  6. Ter sempre o que vestir: você pode pedir ajuda a um personal stylist para ele criar novas combinações com as suas peças de roupas, te ajudando a ter sempre o que vestir e não repetir looks;
  7. Analisar as cores: o personal stylist é o profissional ideal para te ajudar a compreender quais cores combinam melhor com você. Isso vai te ajudar a estar sempre bonita, além de facilitar na hora de comprar novas peças e fazer combinações. “Indicamos as cores que melhor se harmonizam com a coloração pessoal de cada cliente”, explica Maria Valentina;
  8. Fazer suas malas: se você viaja bastante ou tem uma viagem importante e não sabe o que levar na mala, o personal stylist pode te ajudar nisso, indicando as melhores roupas para o local e para os eventos que você participará;
  9. Melhorar a sua imagem: de uma forma geral, o personal stylist irá te ajudar a construir uma imagem adequada às suas pretensões, trabalhando tanto com as roupas quanto com cabelo, maquiagem, acessórios, etc;
  10. Aumentar a autoestima: se você está passando por uma grande mudança em sua vida e precisa melhorar a autoestima e a confiança em sua imagem, contrate um personal stylist. “Quem passa por um personal stylist recebe muitos elogios e projeta a imagem adequada, ajudando na autoestima”, salienta Juliene.

O que você precisa saber antes de contratar uma stylist

Foto: Getty Images

Foto: Getty Images

Ao contratar um personal stylist você receberá em troca um serviço que te ajudará a entender melhor o seu guarda-roupa e o seu estilo. Antes de contratá-lo, é importante conhecer a função dele e saber qual serviço que você está buscando. Lembrando que o personal stylist é um profissional mais focado no vestuário. Caso seu desejo seja uma mudança de imagem, o profissional mais adequado será um consultor de imagem.

“Eu particularmente faço o diagnóstico do guarda roupa, personal shopper, e ajudo com a organização do closet, o que facilita muito a rotina”, cita Juliane sobre os serviços prestados. Ela também afirma que trabalha com as mais variadas pessoas e, por isso, o personal stylist é indicado para todas as mulheres. “Advogadas, secretárias, empresárias, donas de casa, mães em tempo integral, adolescentes, aposentadas, policiais, médicas, etc”, enumera.

Já Maria Valentina oferece uma gama de serviços. “O cliente tem a opção de contratar o pacote completo, uma etapa ou um determinado serviço em específico”, explica. Entre os serviços oferecidos por ela estão identificação do estilo pessoal, análise de cores, personal shopper, organização do guarda-roupa, etc. “Ao final do trabalho é entregue ao cliente um dossiê com os looks que o favorecem e é apresentado um estudo sobre as roupas que valorizam o seu estilo e biotipo”, finaliza.

O serviço do personal stylist na maioria das vezes é calculado em hora. Juliene conta que seu preço por hora é de R$ 120. “Só cobro mais caro para os serviços de organização”, afirma. Para Maria Valentina, os preços são bem flexíveis e variam conforme o serviço e a localidade. “Outra possibilidade é o orçamento por pacote. Também pode ser fixado por dia ou por etapa, tudo depende da negociação com o cliente”, explica. “Os preços estão bem mais acessíveis, pois a profissão vem se popularizando a cada dia e novos profissionais vêm ingressando no mercado de trabalho, possibilitando acessibilidade a todos que buscam melhorar a sua imagem”, esclarece Maria Valentina.

A pesquisa é sempre o melhor caminho para encontrar o profissional que atenderá as suas necessidades. Antes de contratar os personal stylist, conheça o profissional, converse sobre todos os detalhes do contrato e esclareça qualquer dúvida que tenha em relação ao serviço que será contrato. Também vale a pena conhecer alguém que já tenha utilizado o serviço e observar, em trabalhos anteriores, se as soluções encontradas se enquadram com suas perspectivas.

Opinião de quem já contratou o serviço

Foto: Getty Images

Foto: Getty Images

Para quem ainda está na dúvida sobre contratar um personal stylist, Flávia Paes, publicitária, ajuda a esclarecer algumas das inquietações. Ela contratou o serviço de personal stylist em dois momentos de sua vida. “O primeiro motivo, que serviu como ponto de partida, foi a minha enorme dificuldade em adquirir, vestir e combinar cores e estampas.” A publicitária afirma que, com a ajuda do profissional, deixou suas roupas básicas de lado e passou a incorporar, aos poucos e com parcimônia, cores e estampas aos looks.

“A segunda vez, que posso considerar como um passo além do primeiro aprendizado, foi onde consegui ampliar meu conhecimento em diversos tipos de tecidos e tive abertura ao uso de vestidos, saias como também para ousar nos acessórios (brincos, colares, cintos etc.)”, conta Flávia. Para ela, investir em um personal stylist foi muito válido. “Comecei a me olhar mais no espelho e pensar a respeito de como eu gostaria de ser representada.”.

Para a publicitária, só houve vantagens ao contratar uma personal stylist. “A segurança de ter um profissional que vai te ajudar a se vestir, não somente considerando o que está na moda ou é tendência nas passarelas, mas também considerando o seu tipo físico, o seu estilo e também o seu ambiente social”, comenta. Outra vantagem para Flávia foi aprender a filtrar as compras, avaliando o que era necessário, o que era apenas moda e o que era promoção.

“Qualquer mulher deve contratar uma consultoria pelo menos uma vez na vida!”, sugere a publicitária. Segundo ela, sempre há peças no guarda-roupa que favorecem o seu estilo e que, muitas vezes, não se sabe como combiná-la. “Também há peças que não favorecem o seu corpo e você insiste em usá-las. São vários os motivos para considerar uma personal stylist”, complementa. A experiência de Flávia foi super positiva e ela indica a todas as amigas. “Você começa a ser elogiada pelas suas escolhas que são refletidas no modo como você se veste”, finaliza.

O que fazer para se tornar uma personal stylist

Foto: Getty Images

Foto: Getty Images

Para quem quer ser um personal stylist, não é preciso realizar uma faculdade. “No Brasil não há faculdade ou universidade para a formação de personal stylist. Também não é necessário ter curso de moda ou saber desenhar para se tornar um personal stylist”, informa Maria Valentina.

No entanto, há cursos específicos para quem quer ter essa profissão, muitas vezes oferecidos pelos próprios profissionais da área. “Para aqueles que pretendem ingressar neste mercado de trabalho, aconselho escolher um bom curso, ministrado por profissional que realmente saiba do que está falando e de reconhecimento nacional ou internacional”, aconselha Maria Valentina.

Você pode optar tanto por um curso presencial, quanto por ensino à distância. Há opções variadas de preço, tempo de duração e conteúdo dos cursos, por isso, é preciso uma boa pesquisa antes de se decidir por qual curso se inscrever. “Uma ótima referência para a formação de personal stylist são os cursos livres oferecidos pelas unidades do SENAC, em vários estados, e também pelo Centro Universitário de Belas Artes, de São Paulo”, sugere Maria Valentina.

Veja a seguir uma lista com cinco opções de cursos para você se tornar uma personal stylist:

  • Escola Panamericana: a Escola Panamericana, de São Paulo, tem diversos cursos livres na área de moda, incluindo o de Personal Stylist. O curso é presencial, tem 36 horas de duração e o investimento é de três cheques de R$ 473 mais matrícula de R$ 350. A professora, Jo Souza, é bastante renomada, com ampla experiência na área de moda.
  • Learncafe: o curso online da Learncafe é gratuito e destinado a quem quer conhecer mais sobre a profissão de personal stylist. São quatro módulo e, ao final do curso, é disponibilizado um certificado de participação.
  • Sigbol Fashion: especialista em cursos voltados para a moda, a Sigbol possui curso presencial de personal stylist. São quase vinte unidades espalhadas, principalmente, entre São Paulo capital e interior.
  • N. Marinho: para quem está procurando um curso online de personal stylist, essa é uma boa opção. A tutora do curso é Cristina Marinho que trabalha a muitos anos na área de moda. O investimento é de R$ 175.
  • Titta Aguiar: a personal stylist Titta Aguiar viaja o Brasil oferecendo os seus cursos e, entre eles, está o de personal stylist. O curso tem duração de 16 horas e você pode consultar a agenda entrando no site da personal.

Além do curso, para ser um personal stylist é importante ter algumas características. “Ter talento, dedicação e um desejo enorme de ajudar a transformar”, enumera Juliene. Já para Maria Valentina é importante continuar estudando após o curso. “Lendo bons livros, assistindo palestras, participando de workshops, enfim deve estar atento a tudo que envolve o mundo da moda e à imagem das pessoas”, detalha.

Sobre a rotina, Juliene afirma que ser personal stylist requer dedicação. “Minha rotina é criar looks, visitar a casa das pessoas para conhecer seus closets, ir ao shopping, ouvir as pessoas pedindo opinião sobre seus looks.” Para ela, quem pensa que a profissão é só glamour está enganado. “É corrido, mão na massa. Personal Stylist de verdade, ajoelha e marca a barra”, detalha Juliene. No entanto, a gratificação é imensa. “Não troco por nada esse privilégio de mudar a autoestima e estimular egos”, pontua.

Maria Valentina concorda que ser personal stylist é gratificante. “Na maioria das vezes, resgatamos a autoestima das pessoas, deixando-as mais seguras, confiantes e prontas para encarar os desafios da vida, com mais positividade, brilho no olhar e mais segura para atingir os seus objetivos pessoais ou profissionais.”

Ser personal stylist é, primeiramente, estar em contato com pessoas e mudar, de alguma forma, a sua vida, por isso é tão gratificante e vantajoso. Para quem contrata não é diferente, já que, além de ter sua autoestima e seu guarda-roupa melhorados, tem também a vantagem de se sentir mais bem vestida, conhecer melhor o seu corpo e entender o que mais valoriza a suas curvas.

Dicas pela Web